Saiba como tirar o visto para os EUA

abril 5, 2010 Postado por
Estatua da Liberdade, nos Estados Unidos

Foto destaque: Shutterstock

Tirar um visto para os Estados Unidos costuma causar apreensão nos brasileiros, seja pela dificuldade e burocracia para reunir todos os documentos necessários ou provar que não tem a intenção de permanecer ilegalmente no país.

Mas se você tem aquela semana dos sonhos na Disney marcada ou um curso de especialização em mente, fique tranquilo. O processo exige sim empenho e atenção aos detalhes, mas temos uma boa notícia: ele será mais simples e rápido a partir do dia 05 de abril de 2010.

Um novo formulário totalmente eletrônico, denominado DS-160, substituiu os antigos e complicados formulários de papel.  Com perguntas de múltipla escolha, o formulário diminui o tempo de espera no dia entrevista e para o  processamento do visto. Caso tenha dúvidas sobre o preenchimento, o  site da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil criou uma página com respostas para as perguntas frequentes sobre o novo formulário DS-160.

Saiba como tirar seu visto americano, passo a passo:

1. Pague a taxa de R$ 38,00 para obter a senha de agendamento da entrevista: o pagamento pode ser feito pelo site www.visto-eua.com.br ou pelo telefone (21) 4004-4950.  Tenha em mãos o número do seu passaporte.

2. Marque a data da sua entrevista: Com a senha, você poderá marcar sua entrevista também através do site www.visto-eua.com.br, escolhendo o dia e o horário. No Brasil há quatro consulados americanos que emitem o visto, nas cidades de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Recife.  O site informa o tempo de espera e as próximas datas disponíveis para agendamento.

3. Preencha o formulário de solicitação de visto DS-160. Acesse o novo formulário eletrônico pelo link https://ceac.state.gov/genniv/ até 2 dias antes da entrevista. Por enquanto, o formulário só pode ser preenchido em inglês, e não aceita acentos nem caracteres especiais, como o cedilha (ç). Você vai precisar de dados como número do passaporte e de passaportes anteriores, vistos, dados sobre a viagem e a foto dentro dos padrões exigidos.  O formulário exige o envio de uma foto digital, que deve seguir um guia de padrões de qualidade (site em inglês). Note que você também precisará de outra foto impressa para levar no dia da entrevista.

Há um tempo limite para preenchimento de 20 minutos, então tenha todas as informações com você. Caso algo dê errado, nada de desespero. O sistema permite que você salve o preenchimento e continue mais tarde. No dia da entrevista, leve também a página de confirmação do preenchimento, recebida após o envio do DS-160.

4. Pague a taxa de Solicitação de Visto de 140 dólares: O pagamento pode ser feito nas agências do Citibank, somente em dinheiro (espécie) e em Reais, de acordo com a taxa de câmbio do dia. As duas taxas não serão reembolsadas caso seu visto seja negado. Caso deseje renovar o visto, também será necessário pagar as taxas novamente.

5.  Compareça ao Consulado na data marcada para sua entrevista com todos os documentos necessários: Você deverá levar a confirmação de preenchimento do formulário e os outros documentos necessários, que podem ser consultados na página da Embaixada americana no Brasil.

Documentos necessários para a obtenção do visto:

  • Comprovante de agendamento de entrevista.
  • Comprovante de pagamento da taxa de solicitação do visto, de US$ 140,00 (no valor equivalente em reais), que deverá ser paga com antecedência numa agência autorizada do Citibank.
  • Passaporte atual com validade mínima de 06 meses a partir da data de viagem e passaportes anteriores vencidos (se possuir).
  • Confirmação de preenchimento on line do formulário modelo DS-160, com foto digitalizada.
  • Uma foto 5X5 recente, com fundo branco, sem óculos e sem franja. Preferencialmente a mesma foto enviada no preenchimento do DS-160.
  • Formulários complementares – no caso de estudantes, formulários I-20 ou DS-2019, que são fornecidos pela instituição de ensino e devem estar preenchidos e assinados.
  • Documentos de apoio (original), que vão provar suas ligações com o Brasil – declaração do imposto de renda, os três últimos contra-cheques e os três últimos extratos bancários, somente dos terminais de auto-atendimento. Você pode apresentar também comprovantes de matrícula em instituições de ensino, carteira de trabalho, certidão de casamento/nascimento, documento de carro o outros bens, entre outros.

Quem vai requerer visto de estudante ou intercâmbio precisa preencher os formulários I-20 ou DS-2019 e comprovar que tem possibilidades financeiras para pagar os estudos ou a hospedagem.

Para aqueles que vão para os Estudos Unidos a trabalho, é preciso apresentação da petição do visto de trabalho aprovada pelo Departamento de Segurança Nacional e os documentos que levaram à aprovação da petição de trabalho.

Desde o dia 28/05/10 os vistos americanos têm validade de 10 anos e as taxas extras cobradas para os vistos de negócios, estudantes, intercâmbios e professores visitantes foram eliminadas. Leia nosso novo post sobre as mudanças no visto dos EUA.

Dicas para o dia da entrevista:

Como há alguns anos havia filas enormes na hora da entrevista, as pessoas criaram o hábito de chegar o mais cedo possível no Consulado. Nós recomendamos que você agende sua entrevista por volta do meio-dia, quando a fila diminui.

Procure tirar a foto 5×5 com antecedência. Dentro do consulado há um local para isso, mas o preço é maior.

Depois de entrar, você passará por algumas etapas até a entrevista final, entre elas, entrega de documentos e impressões digitais. Na entrevista final você falará diretamente com um funcionário do consulado, que será responsável por autorizar ou negar seu visto. É importante manter a calma e explicar a ele os motivos pelos quais você está tirando o visto. Os funcionários geralmente falam português, mas as entrevistas são feitas em inglês preferencialmente.

Se o visto for concedido, aqueles que vão trabalhar ou estudar devem pagar uma outra taxa, no Consulado. No caso daqueles que vão aos Estados Unidos a negócios, empregados domésticos, estudantes acadêmicos e pesquisadores (visto B-1), o valor dessa taxa é de 60 dólares. Intercambistas, acadêmicos, au-pairs e estagiários (visto J-1) devem pagar uma taxa de 40 dólares. Desde o dia 28/05/10 esses vistos estão isentos de taxa. Veja a nova tabela de taxas dos vistos para os EUA no site da embaixada americana.

Seu passaporte fica em posse da Embaixada e você pode retirar no local entre 2 e 5 dias úteis. Se preferir, os documentos podem ser enviados para sua casa.  Leve dinheiro para pagar a taxa do Sedex no local, que custa em torno de R$30, dependendo da sua região.

Para não ter o visto negado:

Uma forma de evitar ter seu pedido negado é munir-se de tudo que comprove laços com o Brasil, como documentos de posse de carros ou imóveis, dependentes e comprovante de que você tem um emprego estável. É importante também apresentar documentos mostrando que você tem dinheiro suficiente para manter-se no país durante sua estadia.

Pessoas com conhecidos ou parentes nos Estados Unidos têm mais chances de ter o visto negado, assim como aqueles que já tiveram o visto rejeitado.

Endereços dos consulados e da Embaixada:

São Paulo – SP
Rua Henri Dunant, 500. Santo Amaro
Hotéis próximos ao consulado: Gran Estanplaza São Paulo e Estanplaza Berrini

Brasília – DF
SES – Avenida das Nações. Quadra 801, lote 03
Hotéis próximos à Embaixada: Naoum Express Brasília e Nobile Lakeside Convention & Resort

Rio de Janeiro – RJ
Avenida Presidente Wilson, 147. Centro (utilizar a entrada localizada na Rua Santa Luzia s/n)
Hotéis próximos ao consulado: Hotel OK e Aeroporto Othon

Recife – PE
Rua Gonçalves Maia, 163. Bairro Boa Vista
Hotel mais próximo ao consulado: Recife Praia Hotel

Ainda tem dúvidas? Então leia nosso post com as 10 perguntas mais frequentes sobre o visto americano!

Esse post foi escrito para o Blog da MalaPronta.com, hotéis no Brasil e no Mundo pelo menor preço!

Franciele

Gosta de música, futebol, Fórmula Um, seriados, filmes, livros, viagens e mídias sociais. Se interessa pelas áreas de jornalismo esportivo, cultural e turístico. Em 2008/2009 ficou quatro meses em Phoenix, nos Estados Unidos, fazendo o intercâmbio Work and Travel.

Comentários

Comente via Facebook
Comente via InteseDebate (404)

404 respostas para “Saiba como tirar o visto para os EUA”

  1. Paola disse:

    Ola gostaria de saber si para Mexico preciso tirar visa tambem?
    obrigada!

    • samantha_malapronta disse:

      Olá, Paola!

      Depende, se você realiza muitas viagens ao país, compensa tirar logo o visto. Se não, você pode usar o SAE que é um visto temporário.

      Abraços!

  2. Felipe disse:

    Olá pessoal, gostaria de saber se fica difícil conseguir o visto de turista, uma vez que pretendo viajar para Sao Francisco, encontrar alguns amigos que são americanos, passar 10 dias, turistando.. mas não declaro imposto de renda pq sou isento. Mas possuo os contra-cheques, vínculo empregatício, declaração de matrícula de pós graduação… O fato de não ter declaração de imposto de renda, poderia ser um fator para meu visto ser negado?

    • Flavia disse:

      Fui negada 2 vezes pelo fato de nao ter levado imposto de renda, sou funcionaria publica efetiva, as maiores provas e vinculos de um brasileiro que não quer deixar seu país é o imposto de renda, comprovante empregativo e extratos bancarios e todos os bens que tenha em seu nome (tudo reconhecido em cartorio)

  3. Rosa Cristina disse:

    Olá.

    Estou preenchendo o formulário DS160, para minha filha que viajará em Julho em passeio à Disney, estou com dúvida no item PASSPORT BOOK NUMBER, que vem logo abaixo ao PASSPORT NUMBER, vc saberia me informar o que devo digitar neste campo?

    Grata

  4. Laura disse:

    Oi, estou preenchendo o formulario DS160 para o visto B1B2.
    Tenho um visto vencido (B2) e eles pedem o numero do visto anterior.

    Qual seria ?
    - o número com 14 dígtos (control number)
    ou
    - o número com 8 dígitos grafado em vermelho mais abaixo?

    Obrigada!

  5. adelia disse:

    vou preencher o formulario de minha filha ela so tem dois anos tenho que levar ela no dia da entrevista?

  6. Caue Rego disse:

    Enquanto que o requisito de demonstrar laços no Brasil é amplamente divulgado pelo próprio consulado, o fato de ter “conhecidos ou parentes nos Estados Unidos” ou “ter o visto rejeitado” atrapalham em conseguir o visto, não são fatos nem um pouco divulgados. Você teria alguma fonte de dados para afirmar isso, ou seria somente mais um dos nossos hábitos de adivinhação que entraram em vigor neste caso?

    Mês que vem vou fazer a entrevista e entro exatamente nos dois casos: tenho conhecidos E parentes, além de já ter tido meu último pedido rejeitado (em 2007). Duvido muito que seja rejeitado desta vez e voltarei aqui para reportar em qualquer caso. Acho que essa “dica” não é nem um pouco válida pois me parece ir contra tudo que dizem no consulado e inclusive na carta que mandam depois de terem rejeitado.

    A propósito, muito bom o artigo, extremamente informativo. Obrigado pelo trabalho! :-)

  7. lazaro disse:

    Preciso de uma orientação.: eu mesmo e que tenho de tirar esta foto digitalizada, e como e que faço isso?.
    O documento ds 160 tem que ser imprimido ou tem quer ser enviado.
    Por favor alguem pode me orintar? Obrigado

  8. Barbara disse:

    Gostaria de saber se ponho endereço em Português ou inglês, pois exige-se o inglês mas fala que é o endereço que vai ser enviado o visto, não sei se existe tradução para esse tipo de endereço!
    Obrigada!

  9. Davi Souza disse:

    Olá Franciele. Antes, parabéns pelo seu blog! Isso é um OASIS pra nós q estamos tentando entrar nas terras do Tio Sam. Eles nao fazem a menor questão de esclarecer ou facilitar em nada. Tudo é muito obscuro e qualquer vacilo significa um NÃO na entrevista. Valeu mesmo!
    Bem, minha dúvida é a seguinte: Estou preenchendo o formulário DS – 160 e empaquei na parte da profissão e vínculos (empresas, salários, etc.), já perto do fim do formulário. Motivo: eu sou formado em Turismo (2003) só que desde 2004 trabalho com música. Larguei de fato o Turismo. Sou músico profissional e, sendo assim, nao tenho nenhum registro em lugar nenhum, nao tenho salário, nao trabalho em empresa, etc. Meu extrato bancário nao atesta isso fielmente por que nao necessariamente deposito o que eu ganho lá, e por aí vai. Nessa pergunta especificamente, no formulário, nao tem a caixinha “does not apply” pra marcar. Só a lacuna em branco. O que voce me recomenda? Obrigado!

  10. Felipe disse:

    Olá Franciele,
    Em alguns campos como local ou endereço de onde ficar no USA não há a opção does not applay. Estou indo como turista e só definirei o local após o visto o que preencho?
    To be defined é uma boa opção?
    Parabéns!!!
    um abraço

  11. Maria disse:

    Olá, Franciele. Parabéns pelo blog, encontrei muitas respostas aqui. Estou aplicando para um visto F1, para estudar nos EUA. Já tenho os documentos da universidade, mas fiquei em dúvida se devo colocar que meu irmão mora lá (legalmente). Principalmente porque seria dele o endereço que eu tenho lá no momento. O que você acha? Obrigada!

  12. Kris disse:

    Olá Franciele, parabéns pela disposição em esclarecer dúvidas daqueles que ainda estão tentando tirar o visto, pessoas como vc são raras.
    Minha dúvida é a seguinte, sou dona de casa e vou passear em Orlando, pois tenho primos lá, vc já comentou que é melhor não saberem deste detalhe, sendo assim, como devo proceder em relação a parte financeira, uma vez que será meu marido que irá pagar tudo, e o que digo em relação a hospedagem, já que vou p/ ficar na casa de meus primos…
    Se tiver mais alguma dica agradeço desde já…
    Abraços…Kris

  13. Caue Rego disse:

    Franciele entendo tudo que voce esta dizendo, mas acho que voce falou melhor ainda no fina: o principal ponto tem sido a sorte mesmo.

    A questao que levantei, na verdade, foi pensando do ponto de vista americano mesmo, nao como se fosse brasileiro. Eles nao se importam tanto com esse detalhes, eles existem para dificultar o processo todo por que tem muita gente fazendo, entao quanto mais gente se desanimar, melhor.

    O que realmente importa, creio eu, eh o seu comportamento na entrevista. E digo isso por que ja fui “entrevistado” pela policia de la, alem de estar bastante imerso na cultura deles, atravez de irmaos, familiares diversos e a nossa propria falta de identidade nacional.

    Se voce inventar muita moda, mentiras, eles vao detectar facilmente, pelo suor nos olhos. Eh pra isso que sao treinados. Se voce realmente tem intencao de ir pra ficar, e nao pra fazer turismo, recomendo fazer um bom curso de ator antes, e saber suar frio. Se nao, basta falar tudo a verdade que eles vao perceber (ou se enganar) e aprovar o visto.

  14. Daniel disse:

    Oi Franciele, esse post está ótimo mesmo pra quem está tirando o primeiro visto, como eu. Eu tenho uma dúvida, quando é gerado o boleto pro pagamento da taxa do visto? Até agora no site visto-eua.com.br eu paguei a taxa do agendamento, e não tem nenhum link pra eu imprimir e pagar a taxa de 131 dolares. O formulário DS-160 eu ainda não enviei pq tenho q tirar a foto 5×5. Então eu não sei se esse boleto é gerado depois do envio do formulário ou está em alguma parte do site. Outra dúvida, eu vou a turismo, passarei 1 semana em Orlando, mas o pacote que eu comprei só inclui aluguel do carro, passagem e hospedagem, eu devo levar algum itinerário? E por fim, a ultima duvida! Quem está pagando a viagem não sou eu, eu preenchi no formulário os dados de quem está pagando minha viagem, mas eu devo levar também os comprovantes do banco dessa pessoa ou os meus? Lá eu devo me bancar por conta propria com comida e compras, eu devo ganhar algum dinheiro da familia, mas vai ser tudo a partir da minha conta, então eu levo os 3 ultimos extratos da minha conta ou de quem está pagando minha viagem?
    Muito obrigado!
    Abraços,
    Daniel.

  15. Letícia disse:

    Olá Franciele.

    Tenho uma dúvida quanto ao visto. Pretendo ir a Disney agora em Julho com meus pais, tenho 16 anos, porém pretendo levar uma colega que tem a minha idade e que não tem nenhum parentesco comigo. Como fica o processo do visto para ela? É mais complicado e tem chances de ser negado?

    Obrigada desde já.

  16. Jose Luis disse:

    OLa Franciele,me chamo Jose Luis,gostaria de fazer uma pergunta ever se vc consegue me ajudar,tenho uma filha que fez intercambio,nosEstados Unidos,ficamos muito amigos da familia,agora tenho uma sobrinha que foi convidada a ir para a casa da familia que ela ficou,sem custo algum de agencia,so que agora estamos tendo dificuldade na obtençao do DS 2019,pois nao tem intermadiaçao de agencia,como posso consegui-lo,existe alguem que presta este serviço,espero que possa nos ajudar,um grande abraço e parabens pelo seu blog….Jose Luis

  17. Adriana disse:

    Em 2005 eu fui fazer intercâmbio no Canadá, já possuia o visto canadence, passagem de ida e volta, pagamento da escola e da home stay. Como sabia que a escola realizava passeios com os estudantes para NY eu solicitei o viso Americano… e tive o visto negado em 2005. Não houve nenhuma explicação do motivo (como sempre)… só está carimbado Application received B).

    Agora em setembro vou me casar e gostaríamos de passar a Lua de Mel na Disney. Tem algum documento adicional que eu deveria levar na entrevista? O que devo clocar na explicação que eles pedem para quem já teve o visto negado?

    Obrigada,

  18. Clovis disse:

    Oi Franciele! Parabéns pelo BLOG…uma dúvida

    Eu não tenho como bancar a viagem que realizarei por meios próprios, porém quem irá bancar é minha empresa (já sou registrado em carteira há mais de 5 anos), tenho carta da empresa aqui dizendo que tenho de voltar ao trabalho em determinado dia e tenho da sede nos EUA dizendo que tenho de participar de congressos/reuniões nos EUA, caso necessário. No caso, TODOS os custos serão bancados pela empresa, isso facilita em alguma coisa ??? Obrigado!!

  19. Jose Luis disse:

    OLa Franciele,ela esta indo a estudo,fazer high school,gostaria de saber se existe este tipo de serviço,pois as empresas de intercambio,normalmente faz so para quem fecha o intercambio por ela..bom aguardo sua ajuda,um grande abraço

  20. liliane flauzino olegario disse:

    ola Franciele,mim chamo liliane, sou de governador valadares e tenho 23 anos,faço faculdade na minha cidade,nao trabalho,meu pai e aposentado,minha mae esta em portugal e eu estive em portugal no passado passeando permaneci la no tempo certo,mas agora estou querendo tentar o visto pro usa,tenho um primo que mora no usa ,mim disseram que seu eu pedisse ele que mim viesse uma carta mim convidando pra passear no pias seria mas facil ,assim ele iria alegar que estava bancando minha viageme que eu iria ficar na casa dele ,isso e verdade, o que eu poderia fazer
    Obrigada

  21. liliane flauzino olegario disse:

    ah nos temos casa propria,e minha mae nao e regularizada em portugal nao,e tenho conta bancaria

  22. Caue Rego disse:

    Franciele, meu visto foi negado, mas pretendo ter uma resposta decente do verdadeiro motivo. Eles entregam, em portugues, uma cartinha falando que os documentos sao muito importantes. Mas ao mesmo tempo que sei que isso nao eh verdade, tem um link pra uma versao em ingles do site que diz exatamente ao contrario.

    Pra quem mais interessar, postei um pouco sobre isso no meu “blog”, com links bastante relevantes. Eh BASTANTE leitura, mas quem quiser se informar mais, eh bem selecionado.

    Acho que voce devia dar uma olhada la. Tambem vou atualizar conforme tenho novas respostas.

    http://cauecmrego.blogspot.com/2010/04/visto-de-turista-pros-eua-recusado-pela.html

  23. leonardo disse:

    sou empresario (dono de laboratorio de analises clinicas), gostaria de saber pretendo ir para disney pela agencia de turismo . já tive visto em 1986 quando fui para lá. gostaria de saber se esse visto que tirei em 1986 ajuda na entrevista.

  24. Plinio disse:

    Oi!

    Estou preencendo o formulário DS-160 e inseri uma foto digital que foi aceita com sucesso.

    Mas não sei se este arquivo está adequado para imprimir uma foto em papel fotográfico. Tem problema levar no dia da entrevista uma foto diferente?

    Obrigado!

  25. Plinio disse:

    Mais uma dúvida!

    Já tive outros dois vistos. Ambos expiraram. Estie nos EUA umas 4 vezes. O formulário DS-160 pede detalhes das últimas visitas como data e tempo de permanência, mas sinceramente não lembro os dias exatos de ida de todas as viagens.

    É problema grave se eu informar apenas a última viagem pra lá? Prefiro informar o que eu tenho certeza do que chutar datas passadas…

    Me ajudem!!

    Obrigado..

  26. Débora Schumacher disse:

    Bom dia.
    Sou estudante de jornalismo e tenho que fazer uma reportagem traçando o perfil de uma pessoa que estaja envolvida com o consulado americano (pessoas que estejam tentando tirar o visto, pessoas que conseguiram tirar há pouco tempo, pessoas que passaram por muitas dificuldades para conseguir, ou quem trabalha com isso). Gostaria de saber se há alguem que possa me contar sua história, como foi a sua rotina, o que aconteceu. Caso alguém queira, pode enviar um email para schumacher.fabio@yahoo.com.br. Agradeço a colaboração.

  27. carlos disse:

    oi, bom dia
    minha duvida é tenho uma irmã que mora a mais de 10 anos nos eua, tem todos os documentos possiveis (green card, passaporte americano,visto e etc) o que ela poderia fazer por mim para eu obter o visto por enquanto ?

  28. liliane flauzino olegario disse:

    Ola Franciele,eu agradeço vc por ter esclarecido minha duvida.
    sim eu iria como turista,na verdade meus pais que iriam pagar a viagem,mas nao temos condiçoes financeiras nas logicas para tirar o visto de turista,por isso eu iria pedir meu primo esta carta e nela ele iria dizer que estava mim dando esta viagem de presente ,e que ele iria bancar tudo,e que na verdade nao seria ele ne.nao sei se eu poderia falar que minha mae que esta bancando a viagem por ela esta fora do pais so que ela nao e legal ,ela esta em portugal ja ah 2 anos,qual a forma mas correta que eu poderia fazer.
    Obrigada

  29. liliane flauzino olegario disse:

    Ola Franciele,
    Eu agradeço por vc ter esclarecido minhas duvidas,e seu blog e muito legal
    Obrigada

  30. liliane flauzino olegario disse:

    Ola Franciele
    Eu de novo,no caso do meu pai ser aposentado eu teria que levar algum comprovante que comprove isso,e no meu caso como eu tenho conta corrente no meu nome eu tb deveria levar algum comprovante,e qual comprovante da faculdade que eu devo levar.
    Obrigada novamente

  31. Ronaldo disse:

    Olá!
    Dei uma boa lida no Blog… parabéns!
    Mas, como a maioria aqui, recorre a você para sanar algumas dúvidas restantes.
    Estou preenchendo o formulário DS-160. Vou a trabalho para US, mas, vou solicitar B1 e B2.

    A questão é:

    Quando agendei, foi por telefone, dada a emergencia da viagem. Não sei se existe uma diferença em agendamento para B1 e B2 ou se essa diferenciação é apenas no formulário DS-160, onde tem-se o campo próprio para a escolha do tipo de visto. Tinha afirmado para a atendente que era para fins de negócios. Já queria aproveitar e tirar para turismo.

    No campo National Identification number, sei que seria o RG ou o CPF.
    O problema, é que perdi meu RG. Meu CPF é ainda aquele de papel.
    Possuo a carteira de motorista, legalmente válida para fins de identificação, mas sabemos que tem entidades que não aceita a carteira de motorista, pedindo a apresentação do CPF ou RG.

    Você saberia informar se eles solicitam tais documentos? Se sim, a carteira de motorista seria suficiente?

    Só por double check: Passport Book Number não se aplica ao passaporte brasileiro, né?

    E o campo Where was the passport issued, ele pergunta a cidade onde tirei o passaporte. Logo abaixo, tem o campo para estado, mas este, ele diz pra preencher apenas se mostrar no passport. Não mostra no meu, mas enfim, devo preencher como SAO PAULO também?

    Obrigado

  32. PIERO MURARO disse:

    Franciele, você pode me indicar algns locais em Curitiba para eu tirar a foto 5X7 para o formulário DS 160, digitalizada.
    Obrigado, Piero.

  33. PIERO MURARO disse:

    Franciele, mais uma pergunta, existe diferença entre foto 5×5 e 5×7? Existe limite máximo de tamanho de foto p/ ser enviada no formulário? Obrigado

  34. Alessandra M disse:

    Oi, tudo bem?

    Moro em Manaus e agendei minha entrevista no Consulado de São Paulo.
    O problema é que não há agência do Citibank na minha cidade. Você saberia me dizer se há um guichê do Citibank nesse Consulado? Se sim, a que horas ele começa a funcionar? Minha entrevista está marcada para as 8h do dia 02/06. Vou chegar a SP no dia anterior à noite…

    Obrigada.

  35. Jeanne disse:

    ola Franciele
    Parabens pelo blog, ele é uma “mao na roda”!!

    Minha duvida é: no campo National Identification number, o que devo preencher? seria o RG ou o CPF?

    Outra duvida. Sou separada judicialmente do meu primeiro casamento, mas vivo com meu marido atual em uniao estavel desde 2005 e tenho o contrato de uniao estavel registrado em cartorio e tudo mais. Só que no formulario so tem opçao casado, solteiro, viuvo, divorciado ou separado judicialmente. Posso colocar casada e levar o contrato de uniao estavel e/ou minha certidao de casamento com a separaçao judicial? complicado ne? rsss

    Obrigada
    Bjs

  36. Jeanne disse:

    mais uma duvida..rs
    Quem esta pagando minha viagem é meu gerente, mas ele esta pagando como um presente, nada a ver com a Empresa. Estamos indo em grupo de amigos, eu, ele, a esposa e mais algumas pessoas. Eu optei em colocar que estou indo acompanhada, mas nao selecionei groups, pq tinha que colocar o nome da empresa e a ideia nao era essa. Entao coloquei todos como amigos, sera que fiz certo? Minha entrevista é terça feira, dia 27…
    obrigada de novo
    bjs

  37. Bil disse:

    Olá.

    Posso agendar a entrevista no consulado em SP, pagando para mim e para minha noiva (no dia da entrevista ainda não vou estar casado), somente uma taxa de R$ 38,00?

    Sei q a taxa de $131,00 deve ser paga para cada uma pessoa.

  38. cristina disse:

    Olá Franciele!
    Irei em janeiro para Disney e estou na dúvida quanto ao preenchimento do nome da pessoa ou organização nos EUA com telefone, pois irei comprar um pacote turístico mas ainda não sei com qual operadora e nem qual o hotel muito menos o telefone local. O que de vo fazer????

  39. cristina disse:

    Outra questão escaniei uma foto 3×4 que foi aprovada pelo controle de qualidade. será que consigo levar o arquivo em uma loja de revelação e altera-la para 5×5 ou posso tirar outra foto diferente da que está no formulário? Desde já agradeço seu blog é maravilhoso!!!

  40. Natalia luiza disse:

    PREENCHI O NUMERO DO MEU RG ERRADO NO FORMULARIO .TERIA ALGUM PROBLEMA ???

  41. Maria Eduarda disse:

    Olá, eu passarei o mês de julho em toronto (canadá) e para chegar lá eu terei que fazer conexão nos EUA, para isso eu terei que tirar o visto. Na escola que eu estudarei inglês eles organizam viagens à New York. Comecei o processo do visto, mas não sei o que colocar no endereço que eu ficarei nos EUA, já que eu apenas tenho a pretensão de ir à NYC,mas ainda não tenho certeza. O que eu faço? Outra pergunta é se eu posso preencher o formulário DS-160 e imprimir depois,já que minha impressora está quebrada. Tem problema? Obrigada.

  42. Emilia Sena disse:

    Socorro!! Vim fazer preencher essas coisas sozinha e me compliquei toda! Agendei minha entrevista, ja paguei os 38 reais e ainda nao preenchi o DS-160. Vi agora que isso é completamente errado. Estou desesperada e achando que meu visto será negado. O que eu faço agora?

  43. Carlos Alberto disse:

    Agendei uma entrevista para meu filho de 14 anos , ele viajará no período de férias escolares com sua avó(ela já tem visto) , pai e mãe deverá acompahá-lo na entrevista?Neste caso quais os documentos que deveremos apresentar?A viagem dele será custeado pelos pais , independente dos nossos documentos deveremos apresentar algum documento da avó?
    Ainda não preenchemos a ficha DS-160 , a mesma poderá ser entregue 10 dias antes da entrevista?Ele tem um tio que mora nos EUA , no qual tem autorização para morar nos Estados Unidos(ainda não tem o passaporte americano) poderemos informar que ele tem parente nos EUA?
    Meu filho de 14 anos poderá levar algum dinheiro independente da sua avó?
    No aguardo de sua ajuda.
    Carlos Alberto

  44. Larissa disse:

    Oii Franciele!
    Vou ser Au pair nos EUA, ja agendei minha entrevista e em seguida preenchi o formulario DS 160. Porem hoje recebi um pacote da minha agencia com varios documentos, e um deles me explicava como preencher o formulario DS 160. Vi que preenchi errado algumas coisas, por exemplo “Person/entity paying for your trip”, na qual coloquei minha mãe, mas disseram para eu colocar a agencia. E ”U.S point of Contact Information” coloquei a familia na qual vou trabalhar, mas disseram pra eu colocar o nome de uma pessoa que trabalha no escritorio da Au Pair in America em Londres. Sao pequenas coisas, mas que nao sei se faz diferença. Não tem como eu EDITAR o formulario, tem? Posso fazer um outro formulário com as informaçoes do jeito que me falaram? Mas o departamento nao irá ver que tem 2 formularios para a mesma pessoa? Obrigada!

  45. beth disse:

    Como faço para corrigir um detalhe do preenchimento para o visto americano.Eu coloquei a cidade errada onde foi tirado o passaporte.E ja completei o preenchimento.Obrigado Beth

  46. Juliana disse:

    Na hora de preencher o formulario DS 160, na primeira parte do nome (Name Provided), no caso do passaporte brasileiro, eu preencho a parte ”Surnames”, ” Given Names” e ” Full Name in Native Alphabet” ?
    Ou só preencho ”Surnames” e ficaria o nome, por exemplo, ‘Estela Maria Santos, FNU’ ?

    E o National Identification Number eu coloco o RG ?
    Obrigada!

  47. Felipe disse:

    Franciele, estou com algumas duvidas quanto ao preenchimento do DS-160, gostaria de pedir a sua ajuda.
    Existe um trecho que devo preencher onde eles pedem um contato no EUA só que eu não possuo ninguem conhecido la. No formulario pede para colocar endereço bem especifico. Oque devo fazer? Como devo preencher esta parte?
    Obrigado

  48. Maíra Fedatto disse:

    Oii Franciele, tudo bom?
    Pretendo passar 15 dias nos EUA em julho, nas férias. Mas, me disseram, que alguns “itens” poderiam complicar o meu visto: sou formada em Jornalismo, mas não trabalho. Moro em Brasília e faço cursinho preparatório para diplomacia.Um amigo é filho do embaixador em Boston, não sei se isso ajudaria.
    Será que eles podem implicar comigo, mesmo levando as passagens de ida e volta, roteiro de viagem e pré-reserva de hoteis?
    Obrigada;

  49. Sergio Filho disse:

    Oi Franciele, veja se pode me ajudar. Eu fui duas vezes aos EUA, em 1998 para New York e em 2005 fui pra Utah e fiquei além do tempo permitido, ou seja, ilegal, mas não tive nada no meu nome, carro, conta, aluguel, nada disso. Minha permanencia era de 6 meses, fiquei 2 anos rs. Na saída não pegaram o papelzinho que sempre pedem na saída do páis e o meu visto venceu em 2008. O que vc me sugere fazer na entrevista, acha que vou ter problema?

    Obrigado

  50. Souza disse:

    Franciele

    Vou casar e passar lua de mel nos EUA. Jah paguei a taxa de R$ 38,00, e tenho a senha p marcar a entrevista.
    Gostaria de saber se posso fazer a entrevista junto com minha noiva. Pode ser até 5 pessoas da mesma familia. Mas nao sei se posso encaixar minha noiva nessas pessoas da familia.

    Mto abrigado por tua ajuda

  51. Carlos disse:

    Olá Franciele…blog badalado este seu..hehe

    Então. Em 2002 ganhei um curso de 2 meses de inglês para os EUA. Na época tinha 18 anos, já tinha terminado 2 grau, estava trabalhando e pedi demissão para poder ir, não declarava IR, coloquei minha tia como sponsor, mas tb n tinha IR, enfim, todas as características para ter o visto negado 2x.
    Mês passado pedi para a universidade reconsiderar e ofecerer de novo a bolsa (somente o tuition), a qual foi aprovada. Agora estou planejando tudo de novo.
    Trabalho há 3 anos numa embaixada, declaro IR, tenho renda compatível com os gastos (serão somente 2 meses e pagarei passagem, hospedagem no campus, refeições, taxas administrativas, etc), possuo carro financiado, sou graduado também e estou estudando por contra própria para a carreira de diplomata (fiz as últimas provas).
    Essas são minhas dúvidas:
    1) Pelo fato de ter o visto negado 2x há 8 anos, será que influenciará na decisão do funcionário consular?
    2) Tenho saldo razoável para a viagem, mas vou receber uma ajuda da embaixada e isso constará no extrato bancário. O consulado pode suspeitar disso?
    3) Quero fazer tudo em meu nome, como próprio sponsor. Mas meu chefe, que é diplomata, se dispôs a entrar como meu sponsor ou até mesmo colocar a embaixada para patrocinar nos dados do I-20 e demais docs. Isso facilitaria ou complicaria?
    4) Por trabalhar em embaixada, terá algum peso na decisão?
    5) Estou pensando em fazer uma carta para o consulado constando que ficarei por 2 meses afastado (tenho férias acumuladas dos anos 2009 e 2010), contendo data de admissão, salário, cargo, etc, e enviar dias antes da entrevista. Será que resultará em algo positivo isso?
    6) Creio que se eu levar os 3 últimos extratos pode agravar porque no último constará alguns depósitos que diferem dos primeiros, pois haverá mais dinheiro do que o normal uma vez q depositei dinheiro que ganhei da minha mãe e também da venda de dólares que acumulei durante algumas viagens ao exterior feitas a trabalho.
    7) Viajo com frequência, a trabalho, dentro do Brasil e para alguns países da América do Sul. Isso ajudará em algo?

    Sei que são muitas perguntas, mas ajudarão até outros leitores com casos parecidos.

    Obrigado e parabéns pelo blog.

  52. cristina disse:

    Olá franciele!!!!
    Boa Tarde!!!!!
    POR FAVOR ME AJUDE!!!!! ESTOU DOIDA!!!!!!
    Preenchi o formulário mas não imprimi a confirmação , cliquei em imprimir o arquivo que contem o código de barras e o numero ,mas essa página é completamente é difrente da pagina de confirmação . Existe um jeito de retornar para imprimir essa página? O que de vo fazer? POR FAVOR ME AJUDE
    bjs

  53. Fabiana disse:

    Ola Franciele!

    Desde ja gostaria de parabeniza-la pelo trabalho e carinho em responder todas as perguntas que lhe sao feitas. Vejo que se empenha muitissimo em passar a cada um particular esclarecimentos sobre suas assustadoras duvidas sobre como conseguir O VISTO. rsrsr Por isso nao perco a oportunidade entao vamos la.
    Quero tirar visto de turista ja viajei para Alemanha mas constava no passaporte antigo.
    Graduei em direito agora em dezembro de 2009, ainda nao estou atuando na aerea, faco curso tecnico em seguranca do trabalho justamente porque quero me especializar em direito do trabalho. No momento estou desempregada mas vivo as espensas de meu noivo alemao e que no momento esta trabalhando nos Estados Unidos (visto trabalho), quero passar uns 30 dias com ele la, pois agora ele so tera ferias em 2011 dai ficarei mais de 1 ano sem velo. Tenho carro, terreno, casa, o movimento de minha conta bancaria nao e ruim mas nao declaro IR por faltar um pouco para completar o minimo exigido p/ declaracao e por minha renda nao advindar de atividade empregaticia.
    Iremos comecar construir nossa casa agora em agosto por isso gostaria de viajar em julho tambem porque sao as ferias do curso.
    A pergunta e: Voce acha que sera viavel eu dizer a verdade que estou indo visita-lo ou devo dizer que nao conheco ninguem por la e fazer um pacote (plano de viagem)? Ou omitir que ele trabalha la, mas dizer que a viagem e presente dele? Apesar dele trabalhar na america nao tenho a pretencao e nem posso morar la porque quero contruir nossa casa e tambem continuar meus estudos pois quero fazer pos em direito do trabalho, agora so resta saber se o consul ira entender desta forma porque e a minha pura realidade.

    Desde ja agradeco,
    Cordial abraco.
    Fabiana

  54. Emilia Sena disse:

    Olá, na parte no DS-160 que pede pra colocar o contato da pessoa no EUA eu nao sei o que por, já que nao conheço ninguém lá. Minha situação é essa: estou indo pro canadá e minha escola de lá organiza viagens a NYC, eu pretendo ir, por isso estou tirando o visto, mas a agencia que organiza é canadense. O que eu coloco nesse item?

  55. Larissa disse:

    Oi Franciele, tudo bom?

    Estou preenchendo o formulario DS-160 mas tenho uma duvida. No caso do passaporte brasileiro, como preencho a parte do Surnames e Given Names? Porque no nosso passaporte vem escrito nosso nome completo sem virgula.. Se tiver jeito de voce tirar essa duvida pra mim, porque hoje é o ultimo dia pra eu preenchê-lo.
    Como fica: LAURA SANTOS SOARES, FNU ou SANTOS SOARES, LAURA. ?
    Obrigada!!

  56. Larissa disse:

    obs: meu passaporte é o verde, entao fica escrito
    “nome: larissa amaral malta” .. ao contrario daquele nome que vem separado o nome e o sobreme…

  57. Marcia disse:

    ´Boa noite..
    preciso de um auxilio pois tenho uma duvida..
    Já preenchi todos os formularios e ja paguei a taxa de R$ 38,00 para o agendamento do visto. Depois que faço toda essa operaçao tenho que fazer o agendamento em seguida ou posso esperar alguns dias pra isso, pois ainda tenho duvidas sobre os dias que vou ter disponibilidade de ir no consulado .
    Desde ja agradeço a atençao

    Marcia

  58. lucio disse:

    Olá Franciele, mt obrigado pela atenção. Estou tentando o visto pela primeira vez e já tenho entrevista marcada para obtenção. Pretendo ir para Nova York em setembro a turismo por 5 dias e, apesar de no site da embaixada não recomendar, já comprei um pacote com passagens áreas e hospedagem em hotel. Sou formado em direito. Tenho emprego fixo, sou CONTRATADO da administração pública estadual há mais de dois anos, declaro IR, mas acho minha renda pequena: um pouco mais de R$ 20.000,00 anuais. Mas, não tenho bens em meu nome. Você recomendaria que eu levasse alguma declaração ou contrato (fictícios) de empresa de amigos, que possuem CNPJ, declarando que eu trabalho também como autônomo, na condição de advogado, de forma a aumentar minha renda? Acha que a transferência da propriedade de um automóvel influenciaria de modo positivo na concessão do visto? Estar cursando uma pós graduação ajuda? Estou indo com uma amiga que vai bancar o pacote dela, vamos dividir o quarto do hotel e os nossos nomes saíram juntos no voucher. Será que, para o entrevistador, isso pode caracterizar como “casal indo para os EUA para tentar a vida” ?

  59. Renata Costa disse:

    Oi, Franciele! Parabéns pelo artigo!

    Franciele, sobre o seu conselho de não mencionar conhecidos na aplicação do visto eu queria pedir uma sugestãozinha. Meu namorado mora nos EUA (ele é americano) e provavelmtente é no endereço dele que eu vou ficar provisoriamente… Você acha que eu devo deixar de mencioná-lo e procurar um outro endereço para indicar?

    Abraços!
    Obrigada! :)

  60. FERNANDA disse:

    Oi td bem? Gostaria de saber o seguinte meu marido foi 2 vezes para os EUA a trabalho em 2004/2006 com o visto H2B, e eu fui em 2006 com o visto H4, meu marido tem a social security e nós temos drive license, gostaria de levar meus dois filhos ( um de 2 anos e um de 9 anos) para conhecer os lugares que nós passamos. Vc acha que o fato de eu já ter ido pode ajudar ou prejudicar? Nós voltamos para o Brasil dentro do prazo não ficamos nenhum dia ilegal. Será que hj seria possível eu conseguir um visto para mim e minha familia.

  61. Mayara disse:

    Olá Franciele!!

    Tirei meu passaporte quando era solteira. Agora casei e mudei meu sobrenome. Posso requerer o visto com meu passaporte?

  62. Daniel disse:

    Franciele, espero que você possa responder essa minha pergunta a tempo hehe
    O imposto de renda é OBRIGATÓRIO levar? Meu imposto é declarado com o do meu pai, como dependente, mas não moro com ele, e é um contador que faz o imposto de renda dele, e eu acho que não consigo o comprovante do imposto de renda pra levar no dia da entrevista. Eu levarei os documentos do banco, os tres ultimos extratos, mas vc acha que se eu não levar o imposto de renda, eles negarão o visto? Obrigado novamente!

  63. Fernanda Araujo disse:

    Olá Franciele, parabéns pelo Blog, é uma mão na roda pra muita gente :)

    Estou querendo tirar o visto para ir ver meu namorado nos EUA, sendo que moravamos juntos no Brasil há um ano, infelizmente ele está em processo de divorcio e não podemos tirar nenhum documento que possa comprovar que estamos juntos e queremos ir para os EUA ficar um pouco com a família que passa por problemas de saúde.
    Pensei no visto de noiva, mas acho que até o fim do processo de divorcio não dá pra tirar.
    Eu não tenho posses no Brasil, trabalho com eventos mas nada com carteira assinada.No caso ele que iria custear as minhas despesas.
    Como você acha que podemos proceder para tirar o visto pra mim ? já que ele virá ao Brasil só para isso.
    Obrigada!

  64. Emilia Sena disse:

    Olá! Primeiramente eu vim agradecer a Franciele pelo auxílio neste blog, me ajusou bastante e tirou muitas dúvidas que eu tinha, já que eu fiz tudo sozinha.
    Bom, acabei de chegar da minha entrevista. São 9:44h e eu estava agendada para as 8:3h. Primeira dica é que nao adianta chegar muito mais cedo que seu horário, já que vc perde a prefeência. Fui ao consulado de Recife e fui muito bem atendida, muito bem tratada. Não precisa temer nada, é só levar a documentação certinha que não terá problema. Só vi um visto sendo negado pq a pessoa não levou praticamente nenhum documento. Só me perguntaram se eu estudava direito e pediram pra eu mostras algo da matrícula e perguntaram também o que meu pai fazia, já que ele é quem vai pagar minha viagem, mas não pediram imposto de renda, nem extrato bancário… NADA! E também me perguntaram porque eu ficaria em New Jersey, respondi que queria conhecer NY e hotel em NJ era mais em conta. O atendente ainda disse que eu faria uma ótima economia e riu! haha. Pra finalizar, minha gente, eu não tinha nada pago, nem passagem, nem hotel, nem nada. coloquei um hotel qualquer e pronto. Não tenham medo, respondam apenas o que foi perguntado de forma simples e segura. Boa sorte à todos.

  65. Danielly disse:

    Fiz uma tremenda besteira ao preencher o ds 160. Após prencher 4 formularios é que percebi. Tenho entrevista marcada para são paulo. No início para preencher o formulario aparece para vc escolher o posto consular. Só que eu não vi assim, entendi que era para escolher o País e escolhi Brasili, Brasil. Após os 4 preenchidos é que li na página de confirmação Posto consular Brasília. Vou refazer tudo agora como São Paulo.Me disseram pelo telefone que isso só poderá atrasar um pouco na hora da entrevista, nada mais.
    Vc já viu algum caso assim? (caso de tamanha bobeira)
    Obrigado

  66. JAIME disse:

    Franciele

    estou requerendo o visto para mim e mais tres irmãs solteiras, além de minha irmã e meu cunhado cuja filha esta morando na California, fomos convidados pelos patroes dela para visitá-los em julho, voce saberia como devo proceder para preenher o formuláro e agendar a entrevista. O site não tem me ajudado muito… Temos ate cartas desta familia de americanos nos convidando, é um bom documento para ser apresentado na entrevista. Obrigado desde já…
    Jaime

  67. Rayana disse:

    Boa noite,
    Gostaria de um esclarecimento sobre questão do Visto, sou estudante de administração hospitalar no 7 semestre no momento não estou trabalhando, e surgiu a oportunidade de viajar para E.U.A pq minha mãe resolveu me dá de presente (conhecer a Disney) no caso eu iria com minha irmã mais velha que foi a turismo em 2009 levando meus dois sobrinhos Estefany de 8 e Felipe de 17, minha outra irmã vai também 32 anos e uma colega nossa e seu filho de 14, no caso as três são funcionarias publicas restando eu meus sobrinhos e o filho da nossa colega como estudantes então vai a pergunta será que tenho chances?
    Muito obrigada a atenção

  68. Elaine disse:

    Passeando aqui pelo seu Blog tirei muitas duvidas, pretendo ir para USA em agosto com meu Companheiro, pois sou separada judicialmente, tenho visto até outubro e o meu marido irá tirar i visto agora. Ele é advogado, portanto profissional liberal, sem comprovação de vinculo empregatício, e em seu IR ele não declara exatamente o que ganha, porem tem carros em seu nome, movimentação bancária, faremos um DECORE para comprovar seus rendimentos mensais, além dele exercer a função (não remunerada) junto a OAB RJ como Delegado de Prerrogativas, sendo também inventariante no processo de seu pai, onde o mesmo é herdeiro de vários bens junto com sua mãe e irmãos. Portanto, nossa viagem é uma viagem de férias. Será que além de todas essas informações será necessários mais alguns documentos. Como com sua ajuda. Abç.

  69. Marcelo disse:

    Franciele, estou com uma dúvida: eu preciso preencher o formulário DS-160 antes de marcar o agendamento? Queria agendar logo a entrevista e, depois, com calma, prencher o formulário, porém, na hora de agendar, eles pedem o número do formulário DS-160 preenchido. Obrigado.

  70. Ana Paula disse:

    Oi Franciele,
    Estou na maior dúvida: preenchi o formulário DS-160 sem a foto! A página de confirmação foi impressa com o código de barras, ressaltando que a foto não se enquadrava nos padrões de qualidade. Pensei que não tivesse problema, então marquei a entrevista.
    Minha pergunta é: O tal código de barras que foi impresso está vinculado ao dia da minha entrevista? Ou seja, se eu tiver que refazer o formulário, não poderei utilizar o meu dia agendado, pois no sistema deles constará o meu 1º formulário errado e não o meu corrigido? Terei que marcar outro dia para mostrar o meu novo formulário?
    Obrigada pela atenção.
    Ana Paula

  71. Daniel disse:

    Oi Franciele, muito obrigado pelas dicas! Só avisando o pessoal que é MUITO TRANQUILO tirar o visto, aqui em Brasília uma dica pro pessoal, tentem chegar um pouco mais cedo que o seu horário, a fila é meio grande e eu esperei duas horas pra tirar meu visto, sendo que meu horário era o primeiro, das 7h20 e só fui sair da embaixada as 9h20. Os documentos que eles me pediram foi somente o IR e os extratos bancários, na entrevista só foi perguntando com quem eu iria viajar, se meus acompanhantes já tinham visto americano, se eu estudava e quem pagaria minha viagem. Não se apavorem e não esqueçam os documentos, que com certeza não será todo entrevistador que não pedirá mais documentos. Ah, e a taxa de entrega do visto é de R$16,00 aqui em Brasília, então levem o dinheiro.
    E uma pergunta Franciele, pois eu não vi um artigo aqui no site sobre isso. No dia da viagem, é necessário levar o cartão de vacinas, você sabe quais vacinas são necessárias tomar pra embarcar?
    Obrigado de novo!

  72. Clara Pereira disse:

    Boa tarde Franciele!
    Seu blog é muito esclarecedor, parabéns!
    Estou preenchendo o formulário DS-160, estou na parte que pede alguém ou alguma loja/ empresa/organização lá nos EUA que caso seja necessário, possam dar informações sobre mim, porém, não conheço ninguém lá, ainda não vi passagem e nem hotel, e não é possível marcar o DO NOT APPLY, como eu faço então? Outra dúvida, pretendo tirar o visto B1 e B2, porque vou ganhar de presente de formatura uma viagem pra Disney esse ano e o B1 porque pretendo ir à congressos na minha área profissional sempre que possível… Vou me formar na faculdade no meio do ano, faço estágio(remuneração baixa), faço um curso de atualização na minha área que termina só no final do ano, tenho imóvel no meu nome, meu pai ganha bem para a média nacional, trabalha na mesma empresa pública há mais de 25 anos, tem automóveis no nome dele, já viajou para os EUA pelo menos umas 3 vezes nos últimos 4 anos respeitando a permanência máxima(não passou mais de 20 dias cada vez que foi) ele que me sustenta e irá custear minha viagem, você acha que terei dificuldade de ter meu visto aprovado? Muito obrigada!

  73. Elaine disse:

    Olá Franciele, estou com uma dúvida, vou viajar em agosto para EUA, meu visto tem validade até outubro, é obrigado que eu renove agora, pois não queria ter este gasto, pretendia renovar somente quando retornar, tem algum problema…

  74. marina disse:

    o formulario ds-160 pode ser cancelado? caso voce tenha preenchido algo incorretamente?

  75. Patricia disse:

    Olá Franciele, vc será muito útil pra minha amiga e eu, que pretendemos ir em novembro passar 30 dias nos EUA. Estou apreensiva pois em 1998 tive um visto negado por falta de vínculos e dinheiro, era estudante e nao tinha tanta inf. como hoje.
    Sou casada, tenho empresa, meu marido nao vai pois um tem que ficar pra cuidar da empresa, tenho casa própria, carro, tenho dinheiro em conta, minha amiga tb tem tudo que precisa, tenho 33 anos e meu sonho é conhecer a disney rs… vamos tb pra NY, Orlando e Miami, se der mais algum lugar. Meu IR está em dia, enfim, com sua experiencia vc acha que pode dar alguma coisa errado??? Vamos ficar em albergue e hotel, tenho cartoes internacionais, enfim o que acha do meu histórico??? Tenho chance de obter o visto???
    Obrigada.

  76. Elaine disse:

    Franciele, estou aqui para mais uma duvida, vou começar preencher o DS160 do meu marido, moramos juntos ha 3 anos, ele é separado judicialmente, o que eu coloco no seu estado civil, “separado judicialmente ou outros”, quanto aos companheiros de viagem qual minha qualificação, tenho que colocar meu nome, data de nascimento e grau de parentesco, o que colocar como grau de parentesco? Obrigado mais uma vez.

  77. Carlos Alberto disse:

    Franciele, parabéns pelo blog , é demais!
    Bom! Pretendemos dar uma viagem para meu filho de 14 anos para o EUA a entrevista já foi agendada, a viagem será patrocinada por mim e minha esposa , acontece que estou com dúvida em relação ao preenchimento do patrocinador da viagem , pois queria preencher com meu nome e da minha esposa´, isto é possível?Na ficha DS-160 oferece este campo para indicar as duas pessoas?Isto seria interessante ,pois somaria os dois salários(pai e mãe).
    Outra dúvida! Será necessário o pai ou a mãe acompanhá-lo para a entrevistá?
    Os documentos poderão ser cópias autenticadas?
    Ele viajará com sua avó que já tem o visto.

  78. Marcela disse:

    Oi Franciele,
    estou com uma dúvida,
    meu irmão é americano e mora nos EUA e servia a marinha de lá.
    Você acha que devo dar essa irnformação na minha entrevista?
    Obrigada

  79. cintia disse:

    Olá Franciele,
    Tenho 36 anos, eu e mais 3 amigos pretendemos ir aos Estados Unidos em Agosto para Turismo (Disney, NY)… Agendamos nossa entrevista para o mesmo dia quem sabe conseguiremos ser entrevistados juntos…
    Mas minha dúvida maior é a seguinte… Atualmente não tenho carteira assinada (desde Set/2009), abri um “Studio” home office e atualmente estou trabalhando autonoma como Designer de Interiores ( estou cursando e me formo este ano), Mas como não tenho firma aberta, nem pro labore e como estou atuando a pouco tempo os ganhos não são regulares… Isso pode me prejudicar mesmo eu levando os documentos abaixo, que acredito comprove vinculos no Brasil e uma boa condição financeira?
    - 3 Ultimos extratos bancários ( com movimentaçõs entre R$2.000 a R$ 3.000/ mês)
    - Comprovante de bens em meu nome: Casa, Sitio, Terreno, carro (novo)
    - Declaração de curso superior de Prop e MKT.
    - Declaração da Faculdade de que estou cursando Designer de Interiores (meu segundo curso)
    - Meu Passaporte constam varias viagens internacionais nos ultimos 6 anos: Canadá, Europa, Chile, Argentina
    - Minha Declaração do Imposto de Renda de 2009 e 2008, onde comprova que no meu antigo emprego onde trabalhei qse 5 anos, com um bom cargo (gerente), ganhava bem ( media R$7.000/mes). mas decidi largar tudo e investir em uma nova area (que é a que estou cursando atualmente). Nesse caso é interessante eu levar meu holerite do antigo emprego?
    - Proposta da agencia de Turismo com roteiro e hoteis (ainda não pago, porque não sei se meu visto será aprovado)
    Além disso, como minha mãe vai pagar minha viagem, também vou levar os documentos dela que tem uma boa situação financeira:
    - Carta de custeio da viagem
    - Imposto de Renda; extratos bancários, investimentos, etc
    - Comprovante de bens ( apto, 2 carros )
    ENFIM ´MESMO COM TODOS ESTES COMPROVANTES CORRO O RISCO DE TER MEU VISTO NEGADO POR ATUAMENTE NÃO COMPRAVAR VINCULO EMPREGATÍCIO ??
    Obrigada e parabéns pelo Blog

  80. Heloisa Helena da SIlva disse:

    Olá Franciele
    Recebi meu visto essa semana e quando fui abrir para verificar se estava tudo certo, o meu segundo nome estava errado.
    O que devo fazer?
    Meu voo esta marcado para domingo, será que dará tempo para arrumar?
    Se eu for com ele assim, quais os problemas lá Nos EUA?

  81. Daniel disse:

    Franciele, minha irmã vai na próxima semana à entrevista, porém lendo aqui os comentários fiquei com uma dúvida. Eu agendei a visita dela, e depois fomos preencher o formulário, e deixamos aquele campo que pede o código do DS-160 em branco. Na hora de imprimir a página de confirmação deu problema no pc e não pudemos ver o código nem imprimir nada. Repreenchemos todo o formulário, pegamos o codigo desse novo formulário, voltamos ao site de agendamento, e colocamos o código na pagina de dados pessoais. Terá algum problema isso? Por ela ter enviado um formulário antes e ter preenchido outro?

  82. Vagner Paula disse:

    Oi Franciele. Muito interessante seu blog.
    A pergunta q eu tenho pra vc eh a seguinte.
    Eu terminei o segundo grau em dezembro passado. Eu ganhei uma viagem para a Disney do meu padrinho. O formulario sera preenchido como se ele esta custeando a minha viagem. Mas o que ta pegando eh que eu nao tenho muitos vinculos no brasil. Eu tenho 17 anos de idade, estou estudando em casa me preparando para o vestibular. Somente em Agosto eu vou estar no cursinho. Nao to trabalhando porque quero me dedicar aos estudos, ainda tenho que me apresentar pro lance do alistamento. Fica dificil ter vinculo nessa idade neh?
    Voce acha que isso eh motivo pra eles nao concederem o visto a mim?
    Obrigado!

  83. ana disse:

    Estou querendo passar uma semana em Nova York em julho. Seria minha 1ª vez nos EUA e, como tudo depende do visto, ainda não comprei passagens ou reservei hotel. Tenho entrevista marcada na embaixada dia 02/06. O problema é que as passagens estão ficando mais caras com a proximidade da data da viagem. Devo realmente esperar a resposta do visto para fechar a viagem?
    Sou professora, trabalho há 10 anos na mesma escola e, há 3 anos tenho também um emprego público. Tenho casa e carro próprios. Sou eu mesma quem vai custear toda a viagem e eu iria sozinha.
    No formulário DS 160 marquei a opção “solteira”, embora seja legalmente casada mas não more mais com o meu marido. Devo corrigir o erro, ou esta informação seria indiferente?

    Parabéns pelo trabalho de esclarecimento.
    Agadeceria muito se pudesse me dar a sua opinião.

  84. Clara Pereira disse:

    Oi Franciele! Li em um site que era necessário levar uma carta de custeio registrada em cartório, mostrando que meu pai vai bancar minha viagem, isso é realmente necessário? Obrigada!

  85. Ana Paula disse:

    Me Orienti Por Favor…Oi Franciele!Gostaria de tira uma duvida. estou com minha entrevista marcada pr o mes deJUNHO,estou indo pr Disney com os meus 3 filhos.14 anos,7 anos e um bb de 1 ano..poren morei la no ano de 2006a2007 tinha telefone em meu nome carro, e passei em hospital.nunca tirei visto.Terei chances/sou casada a11 anos mas nao no papel. obrigada

  86. Rodrigo disse:

    Olá Franciele,

    Já preenchi e enviei o formulário DS-160, porém no campo “Briefly Describe your Duties” eu preenchi em PORTUGUÊS. Preciso corrigir isso ? Como posso fazer ?
    É só preencher outro em INGLÊS e enviar novamente ?

    Obrigado,
    Rodrigo

  87. alexandre disse:

    Estou com tudo pronto para a entrevista, mas surgiu algumas duvidas em relação a renovação do meu visto. Como trabalho em uma empresa americana e tenho possibilidade de ir aos EUA para reunião no escritorio corporativo.Em função disto, eu pretendo renovar meu visto de turismo e pedir o de negocios a qual eu não tenho. Gostaria de saber :
    1- quais documentos ou informações deverei ter para entregar na entrevista no caso do visto de negocios?
    2- em relação as taxas eu somente pago a de US131? .Se obter o visto de turismo eu peço na entrevista o de negocio?
    3- Existe a possibilidade da documentação atender as exigências do visto turismo e não o de negocios? . Neste caso eu consigo o de turismo somente ?
    4- Eu tenho uma carta da empresa dizendo que minha função atual permite ida aos Estados Unidos no corporativo da empresa. Isto ajuda ?

  88. Kris disse:

    Olá Franciele, voltei por dois motivos…primeiro agradecer seus esclarecimentos que foram de importante valia na hora da entrevista, e deu td certo, consegui visto de 5 anos.
    Agora quero tirar visto para os meus dois filhos, 4 e 8 anos e minha dúvida é se eles precisam ir comigo no dia da entrevista, se o pai tb deverá estar presente, embora ele nem tenha passaporte e se posso agendá-los no mesmo horário…
    Desde já agradeço…
    Abçs
    Kris

  89. ricardo disse:

    vou bancar a viagem de minha noiva a NY, o que preciso fazer para que ela seja minha dependente??ela ganha 2 salarios minimos na carteira, e melhor ela tentar por conta propria ou colocar que seja minha dependente?

  90. Marina disse:

    Bom dia, Franciele.

    Estava preenchendo o formulário DS-160 quando me deparei com o seguinte quesito: “passaport book number”. Vi que, em uma de suas respostas, vc disse que não se aplicava ao nosso passaporte. Fui informada por um atendente da PF que o “passaport number” é apenas o número e o “passport book number” são as letrinhas que antecedem o número. Vc poderia me dar maiores informações sobre isso?

    Se alguém que já preencheu o formulário e teve o visto aceito puder me dizer como foi preenchido, ficarei agradecida.

    Muito obrigada!!

  91. Quelle disse:

    Oi Franciele,
    Eu tinha justamente uma pergunta a fazer sobre ter “conhecidos” nos US quando eu vi sua resposta que isso possa dificultar as coisas.

    No meu caso, eu vivi nos US por 11 meses, cheguei dia 2 de Abril de 2010. Vivi com uma familia americana e mesmo tendo direito a 2 anos no Pais nao consegui suportar. Namoro um americano tem 2 anos e estamos vivendo juntos no Libano e depois vamos para Dubai. Antes disso, ele quer ir nos US por 2 semanas porque avo dele esta em estado terminal. Ele queria me levar com ele para conhecer avo dele que e a unica pessoa da familia que eu nao conheco. O que devo fazer nesse caso?

    Devo pedir o visto de turista? Nao tenho vinculos nenhum com o meu pais ate porque nao estou vivendo nele e tem apenas 3 semanas que estou no Libano.

    Uma pessoa que teve o visto concedio e que ja viveu nos US nao tem direito a voltar para visitar o pais? Mesmo que eu esteja custeando a minha viajem e estaria indo para fazer compras em NY seria um pouco estranho dizer para eles que depois de 11 meses vivendo como aupair eu nao tenha conhecidos americanos. Entao no caso daqui por diante tenho grandes chances de ter o visto negado mesmo ter cumprido as ordens e ter retornado ao meu pais antes do tempo?

    O meu namorado que e americano estara custeando a minha viajem, devo dizer isso para eles?

    Por favor me ajude nessas duvidas.

    Agradeco pela atencao!

  92. Daniel disse:

    Queria deixar aqui o agradecimento pois consultei o ótimo blog antes de ir fazer a entrevista hoje (20/05/10). Não tive maiores problemas, levei toda a documentação sugerida, porém não me pediram nada, tirei o B1/B2 e o único “documento” que pediram foi a carta da empresa explicando o motivo da viagem. Não pediram extrato bancário, declaração do IR, nenhum tipo de comprovação de vínculos com o Brasil.

    A entrevista também foi super tranquila, o que me perguntaram (em português) foi:

    - Vai para onde e porque?
    - Ja viajou para os EUA? Ja viajou para fora do Brasil?
    - Há quanto tempo trabalha na empresa?
    - Qual seu cargo na empresa?
    - Há quantos anos está nesse cargo?

    Demorei la cerca de 2 horas, até menos do que eu esperava.

    Uma dica que eu acho legal é levar uma caneta! Pois eu tive que sair pedindo emprestado 3 vezes, creio que se levar pode ajudar la na hora.

    Parabéns pelo blog!

  93. cassia disse:

    Gostaria de saber se poderá haver algum problema com o visto para minha filha de 14 anos que viajará para Disnney, meu marido que irá custear sua viagem de turismo, moramos de aluguel ele trabalha em um orgão publico e seu salário é em torno de 3mil e quinhentos reais. Só que também tem ou trabalho informal que não é comprovado, poderá ser mencionado isso na hora da entrevista? E não é o pai que vai a entrevista e sim a mãe.

  94. Maria Luiza disse:

    Franciele, estou tentando pagar a taxa de R$38 para agendar minha entrevista. Entretanto, qualquer que seja o modo de pagamento o sistema pede o número de confirmação do formulário ds-160. Eu preciso preencher o formulário antes de pagar a taxa de agendamento?

  95. Lorene disse:

    Olá!
    Parabéns pelo trabalho que vc está desenvolvendo!
    Se for possível, gostaria que vc me esclarecesse as seguintes dúvidas: 1) a minha viagem é de lua de mel. Como ainda nao estou casada fiquei na duvida na hora de marcar o item que indaga qual parentesco eu tenho com a pessoa que vai viajar comigo?! 2) eu trabalho para o governo, o nome da secretaria a qual estou vinculada tem que ser em ingles, e o endereço?
    Desde já agradeço!
    Minha entrevista será dia 27!

  96. Elana disse:

    Franciele, quero tirar o visto da minha que tem 15 anos, nao sou casada com o pai dela e nem sei onde ele se encontra….no dia da entrevista posso ir sozinha com ela? ou preciso de uma autorização judicial?

    obrigada!!

  97. Marcio disse:

    Ola, estou querendo passar minha lua de mel na california e las vegas, e gostaria de saber se é melhor comprar as passagens e fazer a reserva do hotel para levar para a entrevista. Ajuda para comprovar o retorno ou soa como arrogância? Tenho comprovação de vínculo de trabalho concursado e de bens. Muito bom seu trabalho, abraço.

  98. Jorge disse:

    Franciele,
    Em primeiro lugar, parabéns pelo blog. Muito útil e coerente!
    Bom, estou indo aos EUA visitar minha namorada, que é americana.
    Já estive várias vezes no país com vistos diferentes (Estudante, turista, Trabalho)
    Nunca tive problema em relação a visto mas me preocupo com o fato de ter uma namorada americana e, se eu comentar tal fato, poder ter meu visto negado.
    Minha única intenção da viagem é ir visitá-la.
    O que vc acha, omito tal informação e falo que vou visitar amigos americanos (tenho vários)??
    Muito obrigado!

  99. Lucio disse:

    Oi Franciele, tenho entrevista marcada e ja separei um catatau de documentos. Minha dúvida é, os documentos que comprovam renda e bens são entregues na entrada do consulado ou embaixada ou são apresentados só se o entrevistador solicitar?

  100. Lucio disse:

    E só mais uma coisa: as cópias dos documentos ficam retidas?

  101. Beatriz disse:

    Olá, boa tarde!!!
    Planejo viajar para os Estados Unidos no dia 30/05/2010 e retornar no dia 06/05/2010. Minha dúvida é saber se há possibilidade de entrar no Estados Unidos com o visto a vencer (Vence dia 05/06/2010) e retornar ao Brasil com o mesmo vencido (Dia 06/06/2010.

    Agradeço a Anteção.

  102. livia disse:

    gostaria de saber se para tirar o J-1 visa eu posso estar no ultimo semestre da minha universidade ??
    ouvi dizer q sim e q umas pessas ja fizeram isso

  103. Mayara disse:

    o que é o Número de Confirmação do DS-160 que tem no agendamento? Como posso saber desse numero se tenho que fazer o agnedamento antes de preencher o formulário?

  104. Juli disse:

    OI…
    Meu caso já sei que é complicado, mas mesmo assim gostaria de ter alguma esperança a respeito. Tive visto de estudante e acabei permanencendo ilegal nos EUA por um tempo. Agora pretendia ir passear lá em janeiro/11, será q tenho alguma chance de conseguir o visto? no consulado eles sabem a minha data de saída? Tenho condições financeiras para custear a viagem e tenho vínculos com o Brasil um deles é a minha formatura na universidade em agosto de 2011. Você sabe de algum caso parecido?

    Agradeço desde já a atenção.

  105. Marcia disse:

    Franciele,
    Após as mudanças de 28/05/2010, pelo que entendi, se eu escolher (solicitar) o visto de turismo no formulário DS160, se for concedido, automaticamente receberei o B1/B2. É isso mesmo?
    Outra coisa: o de turismo supre o de trânsito?
    Obrigada.

  106. Menny disse:

    agendei uma hora para as minhas cunhadas e nao consegi imprimir o papel na hora e nao tinha como salvar agora eu nao tenho o comprovante de agendamento, tem como recupera-lo?

  107. Renata disse:

    Oi Franciele!

    Gostaria de tirar uma dúvida.
    Ao preencher o formulário DS-160 na seção “Personal Information 1″, é solicitado o preenchimento dos campos “Surnames”, “Given Names” e “Full Name in Native Alphabet”, de acordo como aparecem meu passaporte. Porém, meu passaporte é do modelo antigo, onde não há a separação do nome e sobrenomes em campos distintos, há apenas o campo “Name”. Como devo proceder o preenchimento desta seção do formulário DS-160?

  108. Lucio disse:

    Oi Franciele, só passei pra agradecer as dicas que foram fundamentais pra que eu conseguisse o visto. Só queria compartilhar a experiência que talvez ajude outras pessoas. Fiz a entrevista em Brasília e quanto ao fato de chegar um pouco mais cedo que o horário marcado, como alguma pessoa já recomendou, penso que seja relativo. Fui com uma amiga que tinha horário agendado pras 9 horas, horário que chegamos, e fui entrevistado antes dela apesar de meu horário ser as 10. A única prioridade que vi foi para idosos, pois uma senhora que estava comigo na fila, também agendada para as 10, foi entrevistada logo. Ao chegar na embaixada, uma pessoa confere se o agendamento está correto, te da um adesivo de visitante e te encaminha pro detector de metais. Depois disso, antes de entrar no local, passa-se por um aparelho de raios-x, pelo menos suponho que seja, pois o segurança pediu que minha amiga cruzasse um dos braços sobre os seios e não retirasse até passar por esse detector. Chegando no local da entrevista, entra-se em outra fila para entregar o comprovante de entrega do DS-160, o comprovante da taxa paga no Citibank (que pode ser paga no local pois tem um caixa dentro da embaixada, mas, por via das dúvidas, melhor levar a taxa paga antes), o passaporte e os comprovantes de renda (contracheques, IR, no meu caso mostrei os extratos bancários e a atendente disse que não seriam necessários) ela te passa uma senha pra aguardar a coleta das impressões digitais. O sistema de chamada de senhas pareceu aleatório, pelo menos pra mim. A coleta das impressões e a entrevista são feitas através de um vidro, como se fosse numa penitenciária. Fui bem tratado tanto pela pessoa que coletou minhas digitais quanto a outra que me entrevistou, até com um sorriso no rosto, sendo ambos americanos. Me senti mais intimidado pelos brasileiros que trabalham lá. Fui entrevistado (as perguntas foram: o que eu fazia, com quem eu morava, a profissão dos meus pais, pra onde pretendia viajar, se ja havia viajado pra fora do país, com quem eu ia, se era minha namorada ou só amiga) e o entrevistador, devolveu meus documentos através do vidro e pediu que eu me dirigisse ao guichê de pagamento da taxa de envio do passaporte. Nesse momento aconteceu um incidente com uma pessoa da segurança. Acontece que sentei perto da minha amiga e passei as informações da entrevista. A segurança brasileira chegou junto, perguntou se o meu visto tinha sido aprovado, que eu deveria me dirigir ao caixa, perguntei se não poderia esperar minha amiga, ela falou que não. Enfim, provavelmente deve ter sido orientada pra que um entrevistado não prepare outro pras possíveis perguntas. Só que ja era tarde e eu ja tinha repassado tudo pra minha amiga que também conseguiu o visto. Tempo gasto: 3 horas e meia. Abraço!

  109. Mayara disse:

    Oi, minha entrevista já está agendada, Então, eu gostaria de tirar algumas dúvidas antes, eu irei sozinha, eles podem estranhar esse fato e não conceder o visto por isso?
    Quanto ao comprovante de renda, além do IR, o que seria bom levar? No caso de extratos bancários, aquele que sai do caixa eletrônico serve?

  110. Mayara disse:

    Oi, o que é essa Declaração de Supore Financeiro dos pais? Como eu faço para ter essa declaração? Tem que ser autenticada em cartório?

    Obrigada.

  111. Patricia disse:

    Olá Franciele,
    Não sei se pode me ajudar, já paguei a taxa de agendamento, e agora estou tentando entrar no ds160 para preencher o problema é que coloco o local, minha foto e depois nao consigo prosseguir vc acha que o site está com problema pois está assim desde ontem, estou desesperada rs… me ajude… obrigada

  112. Anit disse:

    Franciele,

    Quero muito tirar o visto, e quero saber se na sua opnião é válido falar que tenho parente morando nos EUA, neste caso minha mãe. Ela foi para lá há alguns anos, e durante um período ficou ilegal, entrou em um trabalho que requereu a ela um visto permanente de trabalho ( que demorou bastante para sair e até hj rola o processo) , e nesse entermeio ela se casou com um cidadao americano tirou o green card e está se preparando para fazer a cidadania dela. Gostaria de saber se você acha que o fato de ela ter ido e ficado ielgal por lá durante esse período pode me prejudicar na hora de tirar o visto, já que ela preencheu o formulário 94 (que eles entregam no aviao) com a data da volta e nunca retornou.
    Obrigada pela ajuda.

  113. Patrícia disse:

    Oi Franciele,

    tenho q ir para os EUA agora em junho em missão oficial da minha empresa, tenho uma carta da minha empresa q é púplica dizendo o motivo da viagem e o período. Preenchi o formulário DS-160 e no endereço residencial coloquei o endereço de minha empresa, pois foi assim q foi feito na minha empresa para solicitação do passaporte. Você acha q foi errado? Pode ter algum problema? Sou casada e no endereço do meu marido coloquei o nosso endereço real.
    Muito obrigada pela sua ajuda!

  114. Sinara disse:

    Olá!
    Estou com uma dúvida:estava preenchendo o DS 160 e na hora de colocar monthly salary (salario mensal) quando coloquei meu salario ,que é R$2000,00 sistema alterou para 2,000 (será que quer dizer dois mil?) ou 2 dólares?
    Na hora de digitar coloquei simplesmente 2000 e o sistema alterou para 2,000.
    Tentei outras maneiras,com dois zeros e virgula..mas tudo fica diferente…alguém pode me ajudar?
    Obrigada e parabéns pelo Blog
    Sinara

  115. Jones disse:

    Olá Franciele, estou com algumas dúvidas ao preencher o DS-160.

    1. No campo “PASSPORT BOOK NUMBER”, deixo em branco e marco “does not apply”?

    2. Não entendi o que devo colocar em “Are you the principal applicant?”

    3. Onde me recomenda fazer o mesmo, São Paulo ou Rio de Janeiro?
    Quero um equilíbrio entre o mais rápido, mais econômico e melhor. Sou de Porto Alegre, não sei as distâncias dos aeroportos e custos de táxi para os mesmos. Se souber, pode me ajudar?

    4. Vou dar início ao processo de Cidadania Italiana, creio que de 2 a 3 anos já estou com a mesma em mãos. É recomendável falar isso no dia da entrevista? Gostaria do visto de 10 anos, mas acho que este é meio difícil. O interessante seria o visto até a cidadania ficar pronta. Ah, estou fazendo visto de turista. Minha idéia é viajar para lá no fim do ano e em outras ocasiões a passeio.
    Eu gostaria do visto com maior tempo pra não ter que ir pra SP/RJ toda vez que quiser viajar para lá. É de se apresentar vínculos com a faculdade e coisas assim? Estou me formando ao fim do ano.

    5. A entrevista é com americanos, certo? Eles entendem bem o português?

    6. Estou estagiando em uma empresa, apresento isso também?

    Muito obrigado!

  116. Silvia disse:

    Olá Franciele,
    Você sabe me dizer se há algum empeçilho na concessão do visto se eu escolher uma embaixada mais distante de onde moro? Pra mim seria mais próximo São Paulo ou Brasília, mas estou com medo de ter algum problema no dia da entrevista e não dar tempo de remarcar, pois a espera pra essas embaixadas é muito grande. Estava pensando em agendar no Rio ou Recife. Vc acha q posso ter algum problema com isso?

  117. renee disse:

    Boa noite Franciele,

    Eu pretendo viajar para o exterior no final do ano,mais não tenho muitos vinculos que posso comprovar.Bom,eles são: Tenho um apartamento no meu nome,estou no último ano da faculdade,moro com minha mae,ganho em torno de 1,200,00…Não sei se tenho alguma chançe,pois não declaro IR?
    Gratooo!!!

  118. Mayara disse:

    Oi,
    no formulário eu tenho necessariamente que colocar o hotel? qual seria um bom hotel?

    -quanto a roupa, com devo ir vestida?

  119. Lourival disse:

    Cara Franciele,

    1o. lugar parabens por sua iniciativa e su espaco,

    2o. Vc pode me ajudar com o preenciento do DS160, o que significa isto no formulario :

    .* Monthly Salary in Local Currency

    .* Briefly describe your duties:

    e, posso imprimir a confirmacao em uma impressora jato de tinta, ou tem que ser laser normal (nao colorida) ?

    Grato pela atencao

    Obrigado

    Lourival

  120. Ricardo disse:

    Olá Franciele.

    Como todos acima queria primeiramente parabenizá-la pelo site. Muito útil e explicativo. Parabéns!

    Gostaria também de esclarecer algumas dúvidas e para isso vou explicar o meu caso:

    Sou casado, trabalho em uma grande operadora de telecom brasileira e não possuo bens em meu nome. Já perdi algumas oportunidades de treinamento e reuniões nos EUA por não possuir o visto, assim decidi procurar a obtenção do mesmo. A idéia seria tentar um visto do tipo B1/B2 porém algumas dúvidas surgiram que destaco a seguir:
    - Meu pai biológico a muitos anos atrás morou ilegalmente nos EUA. Apesar de hoje ele estar no Brasil, isso poderia se tornar um empencilio para eu conseguir o visto?
    - O Fato de não ter uma data e lugar especifico pra ir tb pode prejudicar?

    Obrigado e um abraço

  121. Mayara disse:

    Eles ficam com os dumentos?

  122. André disse:

    Tenho uma dúvida, eu e minha esposa vamos viajar em Setembro para Orlando, e o passaporte dela é válido porém ainda está com o nome de solteira ? Será que vai ter algum problema ? É claro que vou levar a certidão de casamento.

    Outra dúvida: Estou preenchendo o formulário DS-160 e pede o visto anterior de 8 dígitos.

    Meu último visto foi emitido em 1992 e tem só 6 digitos ?

    Devo colocar as iniciais b1 na frente ?

    Me ajudem !!!

  123. Rafael disse:

    olá Franciele.
    primeiramente parabéns por este blog. É bom ter uma pessoa que entende
    do assunto e que principalmente está disposta a ajudar.
    Vou viajar para os EUA em agosto para passar um semestre estudando em
    um college.
    estou com alguns problemas.
    Me chamo Rafael Correa de Meireles.
    no meu passaporte meu nome está:
    Surname: Correia de Meireles
    Given names: Rafael

    ao receber o meu I-20, veio o seguinte:
    Family name (surname): Meireles
    First (given) name: Rafael

    ao preencher aquele formulário para marcar entrevista estava:
    último nome: Meireles
    primeiro e nome do meio: Rafael Correia de

    agora tenho que preencher o DS 160 e estou em dúvida
    a) como devo colocar meu nome ;a?
    b) vc acha que o fato de nao ter Correia de no meu I20 vai dar algum problema?
    c) aliás, o “de” deve seguir o last name?
    d) o Correia é middle ou first last name?

    muito obrigado!!

  124. claudia disse:

    estou adorando seu blog!!! bem vou pegar meu 1º passaporte dia 30/06/2010, quero um visto para os estados unidos, ja tenho passagem dada pela minha empresa e vou conseguir que a empresa diga que esta me bancando, eu ja trabalho a 10 anos lá!!!. vou para casa de uma amiga de infancia que é brasileira e tem o green card a varios anos. devo dizer que vou para sua casa dela ou fazer como vc indica: fazer uma pre reserva num hotel em orlando e traçar um plano de viagem ou falar a verdade. como disse ja tenho passagens para ida em 25/03/2011 e volta para 01/04/2011 (sete dias) rio- orlando-rio, não é pacote, chegando lá ainda viajareim duas horas de carro até tampa onde ela mora. sera que tenho chances?? grata

  125. Cleber disse:

    Ola
    Tenho uma duvida sobre o preenchimento do formulário DS160 e se você puder me ajudar ficarei muito grato
    Estou indo viajar junto com minha esposa, nosso visto vai ser o B2 – Turismo, nos agendamos a entrevista juntos e ela ficou como candidato principal e eu como cônjuge. Quando foi preencher o DS160, em “Travel Information”, tem a pergunta se sou o candidato principal ou não,”Are you the principal applicant?” se marco “não”, abre os campos de nome e a finalidade da viajem do candidato principal, mas na finalidade so tem as opções de estudante e outros, se marco “outros”, pede para especificar, mas não tem a opção de turismo. Como devo preencher esta parte do formulário?

    Agradeço desde já a atenção e aguardo resposta,

  126. Esther disse:

    Olá, fiquei muito feliz em provavelmente ter encontrado alguém que possa ajudar. Eu já preenchi e enviei o formuláriods-160. A princípio, eu e meu marido vamos viajar para fazer um curso de um mês- visto de estudante – mas como ele já tem o visto de negócios e viaja realativamente frequente pra lá, ele me sugeriu já pedir o de turista tb, para que quando surgisse uma nova viagem de negórios dele, eu pudesse acompanhá-lo. Existia até no formulário de adicionar outros vistos pelos quais eu estaria pedindo. Mas hoje, ao ir no citibank pagar as taxas, acharam estranho eu querer pagar duas taxas para mim… e acabei pagando só a do visto de estudante. Pois bem, diga-me: vc já viu de outras pessoas querendo aproveitar o mesmo processo para tirar mais de um tipo de visto ? Não tenho viagem de turismo marcada, mas a possibilidade não é pequena, por cusa do meu marido (ele tem o visto de negócios com tempo máximo – 5 anos). Tb não encontrei outra opção de visto para o meu caso, pois eu iria pra fazer turismo mesmo, mas tb como acompanhante. Alguma sugestão ?? Preciso decidir amanhã o que fazer, pois a entrevista é na sexta

  127. Bartira Demarchi disse:

    Ola Franciele, como vai? Sera que poderia me orientar quanto ao preenchimento do DS 160 – no campo do salario mensal(moeda corrente?). Deve-se colocar o salario completo com pontos e virgulas?
    Obrigada

  128. Rafael disse:

    primeiramente parabéns pelo blog…tirei muitas dúvidas aqui!
    então, estou indo para os EUA em agosto e em julho eu irei tirar meu visto..
    irei com bolsa fornecida pela universidade..
    você acha que mesmo assim eu devo comprovar que tenho condições de me bancar? e o que provaria isso?
    outra dúvida é em relaçao aos vinculos com o Brasil.
    no caso de levar uma escritura de uma casa, eu devo levar o original ou uma cópia autenticada?
    obrigado!

  129. rodrigo disse:

    olá, tenho uma duvida, após a entrevista, se o visto e negado devolvem seu passapot na hora, ou enviam por correio tbem!

  130. DANIEL disse:

    Bom Dia Franciele!

    Primeiramente, gostaria de parabenizá-la pelas informações aqui prestadas.

    Aproveitando a oportunidade, gostaria de esclarecer algumas dúvidas, com relação a obtenção de visto.

    Tentei obter o visto na modalidade Turista, por 2 vezes, os quais foram negados, época a qual ainda era universitário. Atualmente sou advogado, e pretende advogar na área de Direito Comercial Internacional, motivo o qual me levou a matricular em uma Escola de Idiomas nos EUA. Ainda estou aguardando o recebimento do I-20. Contudo, já estou preparando os documentos para estar levando, e gostaria da sua opinião quanto aos mesmo. Como sou Profissional Liberal Autônomo, não tenho carteira assinada, entao eu levando um DECORE elaborado pelo meu contador, relativo aos meses de maio, junho e julho, constando o que recebo mensalmente que varia de 7.000,00 a 10.000,00, e ainda meu estrado bancário que tem a mesma movimentação mensal ( estou levando dos utimos 6 meses). Assim, gostaria de saber se eles aceitam esse DECORE e ainda o banco emitiu meus extrados bancários, mas nao tem assinatura e nem carimbo de gerente nao, até mesmo pq eles imprimem e lhe dão. Ainda tenho veículo e imóvel, mas ainda não foram transferidos para meu nome, tendo em vista que ainda nao “quitei” na integralidade, possuindo apenas os contratos de compra e venda, com firmas autenticadas em cartório. Abraços. Aguardo sua manisfestação.

  131. Pat disse:

    Oi Franciele. Tenho uma entrevista agendada em SP, com poucos dias antes da minha viagem. Como nenhum despachante garante a antecipação da data, fui informada de que, para não cancelar a entrevista já agendada, poderia fazer novo agendamento com algum dado errado, uma letra ou um número a mais no nome/passaporte/nascimento, por exemplo. Os despachantes dizem que não há problema nenhum pois os dados para o agendamento nada tem a ver com o formulário e o visto em si. Vc tem conhecimento dessa prática? Sabe de algum caso de visto negado por erro no preenchimento dos dados para agendamento?? Não temo ter o visto negado por outros motivos pois sou funcionária pública federal, nunca tive visto negado, nem tenho parentes lá e preenchi o formulário direitinho.Obrigada.

  132. Ana disse:

    Olá Franciele!

    Estou preenchendo dois formulários DS-160, o meu e o do meu namorado. Ambos estamos solicitando o visto B1-B2.

    No do meu namorado aparecem opções diferentes das que foram solicitadas no meu. Por exemplo, no meu não perguntou informações do meu trabalho anterior, apenas do atual. Não teve perguntas sobre informações escolares. Porém essas informações são solicitadas no formulário do meu namorado. Isso é normal? Em alguns formulários algumas informações serem solicitadas e em outros não?

  133. Laerte disse:

    Oi Franciele!

    Parabéns por sua dedicação. É bom ver algúem como você, sempre pronta a ajudar!

    Vou para a Flórida e queria saber o seguinte:

    Acabei minha graduação de jornalismo em junho e recebi o convite para estudar inglês nos estados unidos. Minha avó tem um primo, que é muito próximo da família, que tem uma vida estável no país. Ele mora lá, legalmente, há mais de 40 anos, tem filhos e netos americanos e vou ficar morar na casa dele a convite dele e da esposa. No caso, meu pai irá somente bancar a viagem, já que a hospedagem é gratuita. Só o fato deles custearem minha estadia e eu ter o documento I-20 de matricula no curso ESL (inglês para estrangeiros) é suficiente? Ou tenho de ter vínculos mais fortes além da minha família aqui?

    Outra coisa: eles precisam me mandar algum documento, além do comprovante da matrícula no curso? Quais?

    Um amigo disse que fazer matricula em disciplinas isoladas de Pos graduação e depois trancar para a viagem seria um forte vinculo. Isso é verdade?

    Quando preenchi o formulário do passaporte coloquei que sou jonalista. Na hora da entrevista, quero dizer que vou ao país para aprender a língua inglesa, já que é imprescindível para o exercício da profissão e pretendo me estabelecer profissionalmente aqui, ainda mais com a realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas. E nada melhor que ir ao país para aprender. Isso é bom?

    (OBS: não tenho quase nada de inglês, porque não tive condições de fazer um curso por causa da faculdade. Isso influi na avaliação e na entrevista?)

    Moro de aluguel em uma cidade da Grande BH com minha mãe (meus pais são separados) e meu pai mora em casa própria em uma cidade do interior daqui de Minas com a esposa (a casa está no nome dela e eles são casados legalmente). Posso dar como vínculo de moradia a casa do meu pai, mesmo não morando com ele? Ahh, ele é autônomo.

    Uma tia, irmã do meu pai, já morou nos Estado Unidos quando minha irmã nem tinha nascido, ou seja, mais de 30 anos atrás (eu tenho 22 anos). Ela tinha o visto válido por 10 anos, mas ficou lá por um tempo ininterrupto de 2 anos, o que é proibido. Outra vez, há cerca de sete anos atrás, ela tentou tirar um visto para morar no estados unidos com a família e, devido a sua estada ilegal, teve seu visto negado. Ela morou com esses familiares que pretendo ficar, mas quando eles moravam em Nova Iorque – hoje eles residem na Flórida. Isso influi em alguma coisa quando for tirar o visto. Tenho que falar algo a respeito disso?

    Tenho o nome inserido nos cadastros do SPC e Serasa. Isso influi na hora de tirar o visto? Vou pagar as minhas dívidas antes de ir para os Estados Unidos, mas não sei vai dar tempo de pagar a tempo de ir na entrevista do visto.

    Desculpe pelo tamanho do texto e da quantidade de perguntas. É porque quero fazer de tudo para dar certo.

    Desde já, agradeço!

    Laerte

  134. Laerte disse:

    Ahh, vou estudar por eplo menos seis meses.

    Obrigado!

  135. Lisandro disse:

    Ola Franciele. Tirei o visto a uns 4 anos atras. Naquela ocasião, tive que preparar toda a documentação as pressas pois minha empresa me informou um dia antes que eu tinha entrevista no consulado marcada. Essa pressa toda resultou em um erro no preenchimento da cidade de nascimento no formulário DS-156 (peguei um modelo com um colega e coloquei a cidade de nascimento dele, ao inves da minha, dã). Entretanto, só fui descobrir o erro muito tempo depois, quando inclusive o visto já tinha sido aprovado e o passaporte já estava em minhas mãos. Como a viagem pela minha empresa que estava programada não saiu e essa informação não aparece no visto, deixei assim mesmo. Agora estou prestes a fazer uma vigem particular e gostaria de saber se há algum risco de ser barrado na entrada por conta disso. Meu visto é B1/B2.
    Grato.

  136. Ana disse:

    Oi Franciele!

    Estou preenchendo 2 formulários DS-160, o meu e o do meu namorado. Porém, algumas perguntas que apareceram para ele não aparecem para mim. Por exemplo, no meu pediu apenas informações do meu trabalho atual. Na do meu namorado, além das informações do trabalho atual, solicitou informações do trabalho anterior. Além disso, no meu não solicitou informações sobre escolaridade enquanto no dele isso é solicitado.

    É normal isso? Ambos estamos solicitando o mesmo tipo de visto B1-B2.

    Obrigada!

  137. Cristina Terra disse:

    Ol’a tenho algumas d’uvidas, tenho visto pros EUA vencido, fui pra la em 1983 em visita a Disney com meu marido, fiz tudo corretamente, hoje sou divorciada tenho filhos e netos que moram aqui no Brasil, sou baba e trabalho e moro na casa dos meus patroes, mas nao tenho registro em carteira a nao ser uma declaracao do meu patrao de que trabalho com eles e recibos comuns de pagamento pois recebo em especime, este meu patrao esta me pagando uma viagem a disney com passagens e hospedagens e alguns dolares para eu gastar la, fora os que eu fui comprando e meus filhos me deram de presente, acha que a renovacao do meu visto vai ser negado??esqueci de dizer que ja tenho 54 anos.

  138. Cristina Terra disse:

    Esqueci de dizer que o meu primeiro visto e o B1-B2.

  139. Flavio disse:

    Olá Franciele,

    Primeiramente, parabéns pelo Blog, nada melhor do que encontrar boas informações num lugar só.

    Bom, meu caso é bastante específico, então aí vai:

    Sou músico, toco numa banda com mais 2 pessoas, e todos nós faremos uma turnê nos EUA. Já entramos lá para tocar em festivais, porém entramos com visto de turismo e ninguém criou caso. No meu caso, como tenho cidadania italiana, entrei com meu passaporte europeu.

    Porém existe uma empresa que talvez nos contrate para fazermos shows rotineiramente, e esses caras precisam de visto de trabalho.

    Você diz: “Para aqueles que vão para os Estudos Unidos a trabalho, é preciso apresentação da petição do visto de trabalho aprovada pelo Departamento de Segurança Nacional e os documentos que levaram à aprovação da petição de trabalho.”

    Sendo que não somos uma empresa, como/por quem é feita essa petição? Você tem mais informações sobre como fazer isso? No site da embaixada não tem nada, e já ouvi falar que o caso de artistas é meio diferente dos casos normais…

    Obrigadíssimo!
    Flavio

  140. Andreia disse:

    Oi Franciele, que bom encontrar esse seu blog!! Já tava ficando desesperada!
    Já paguei a taxa de 38 reais, tirei a foto e já comecei a preencher o formulário DSC 160. Porém, tenho uma dúvida que não me deixa prosseguir no preenchimento! Quando cheguei na aba “U.S. Point of contact information” eu não entendi o que eles perguntam lá! Eles querem que eu indique alguém que eu conheça nos EUA ou alguém que seja meu contato aqui no Brasil pra que se algo acontecer comigo nos EUA eles entrem em contato com essa pessoa? Por favoooor me ajudaaaa! rsss obrigada!

  141. Andreia disse:

    Ah, tenho outra dúvida também! Na aba onde é perguntado quando pretendo viajar, eu posso colocar uma estimativa da data da viagem. Só que mesmo assim eu preciso preencher o nome do lugar que eu vou ficar, endereço, código postal… não é incoerente eu preencher isso se eu nem planejei a minha viagem ainda? Quero simplesmente tentar o visto pra, se eu conseguir, aí sim planejar com calma pra onde irei e onde irei ficar! O que vc me diz sobre isso? Obrigada novamente!

  142. Andreia disse:

    Ai Franciele, tenho tantas dúvidas que é capaz de vc me expulsar do seu blog! rss
    1) Sou funcionária pública municipal mas ganho pouco nesse cargo. Minha renda mesmo vem da empresa que eu tenho. O que devo preencher como atividade principal, o emprego público ou atividade autônoma? E quanto ao salário: devo preencher o que realmente ganho ou o que declaro no imposto? Devo preencher o bruto ou o líquido?
    2)Fiz o requerimento da entrevista pra mim e pro meu marido. Ainda estou penando pra preencher o meu formulário, mas já tenho uma dúvida quando tiver que preencher o dele. Ele também é um requerente principal ou somente eu sou requerente principal?
    3)Na aba “US Point Of Contact Information”, mesmo que eu assinale que não conheço ninguém nos EUA, aparecem campos obrigatórios de preenchimento pra eu colocar nome, endereço e até número de telefone!! Como posso preencher isso se não conheço ninguém lá?! Não tem jeito de continuar a fazer o formulário se eu não preencher isso! Acho estranho pq tem até a opção de marcar qual o grau de relacionamento com o conhecido! Mesmo que eu escreva, por exemplo, “disney world” no campo da empresa que eu estarei indicando como ponto de contato, como citar um grau de relacionamento com a Disney World?!! Aff, me ajuda!

  143. Silva disse:

    Olá meu nome é Silva, resido no Japão atualmente; Minha esposa e eu possuimos o visto americano de turismo, contudo meu filho nasceu recentemente, e estamos pensando em visitar a terra do “tio Sam”, como posso obter o visto para meu pequenino? Devo fazer o mesmo procedimento que realizei para obter o meu visa? Via net? Devo levá-lo para entrevista? Muito grato pela cooperação

  144. Wells disse:

    Franciele…Espero que possa me ajudar…desde já parabéns pelo blog…
    1-é necessário colocar o número da Identidade e CPF no formulario DS160 ou posso colocar direto “does not apply”, visto que não há campo suficiente para o número do CPF?
    2-Já comprei as passagens e já reservei o hotel em Orlando e New York, é necessário passar essa informação, visto que me antecipei na compra sem ainda ter o visto?
    3-O lugar que ficarei nos EUA serão 2, porém, no formulário só tem campo para um local…Haverá algum problema com isso? Preencho o formulário com que local…o que ficarei mais dias?
    4-Pessoa ou organização de contato…o que colocar?
    5-Nome da organização de contato no EUA o que colocar?
    6-Relação entre você e o contato o que colocar?
    7-Estava empregado anteriormente…Coloco o último emprego antes do que estou…mesmo sendo de uns 10 anos atrás?
    8-Enquanto trabalha como oficial do governo é o inicio da pergunta 90…nunca fui oficial do governo…o que colocar sim ou não…
    9-Minha esposa não trabalha e nunca trabalhou acha que essa situção pode complicar o visto dela?

  145. Daniel m disse:

    oi franciele,

    eu preenchi o ds-160 e enviei, porém eu o mandei 2 vezes.
    e com isso eu tenho 2 paginas de confirmaçao com 2 numeros diferentes
    gostaria de saber qual que esta valendo ?
    o ultimo ou o primeiro ?

  146. Bruno disse:

    Boa tarde, Franciele! Aproveito a oportunidade para parabenizá-la por tantas informações, devidamente fundamentadas, nesse local organizado e que em muito nos tem ajudado.
    A minha situação é a seguinte:
    Tenho 22 anos, sou servidor público desde de os 18 anos (começei cedo nos concursos), sendo aprovado em 1º lugar em tres concursos. O meu emprego atual, é na esfera estadual, e estou nele há dois anos e meio, praticamente, além de ser estudante universitário (último período de Dirieito – faculdade particular). Embora acreditar que tenha vínculos mais que suficientes, pois efetivamente pretendo ir a passeio, sempre rola aquele medo de ter sido negado, por critérios estritamente subjetivos.
    Minhas d´vudias sao as seguintes:
    01) Os extratos bancários, eu levo aqueles emitidos pelo banco, certo? que comprovam o depósito do meu salário, movimentação bancária, no entanto, o comprovante de condições para custear a minha viagem, se daria pelo extrato da poupança, que há tempo eu tenho com certo dinheiro depositado, porém sem movimentação. o que eu faço nesse caso?
    02) o comprovante de IR, sao os recibos emitidos ao enviarmos? talvez essa pergunta seja estúpida, porém nunca os utilizei anteriormente pra nada, e nao tenho conhecimento de utilização.
    03) no campo dos cursos que fazemos, além da high school, ouvi pessoas dizerem, que, quando se está cursando, nao é possível colocar data posterior à do preenchimento do formulário. Como proceder nesse caso, para informarmos que estamos fazendo faculdade?
    04) Pretendo ir para NY e ficar em um hostel, que sao bem mais baratos que os hotéis, pretendo economizar na hospedagem, que pouco utilizarei, para sobrar pras compras, será que seria recomendável colocar um endereço de hotel, mesmo nao ficando, ou nao tem problemas colocar hostel mesmo?
    Desde já agradecido pela atenção despendida.
    Bruno

  147. Ronnye disse:

    oi tenho 2 duvidas !

    1° As pessoa que faz a entrevista se ela é brasileira ou americana ?

    2° caso seja americana se eu posso levar uma pessoas que domine a língua na hora da entrevista mehor do que eu ?

  148. Eduardo disse:

    Boa noite.

    Bem, pelo jeito vai ser complicado eu conseguir um visto para ir aos EUA, pois sou autônomo, não tenho comprovação de renda, conta bancária, contra cheque, etc… Está tudo em nome da minha companheira ( Não somos casados, somos amasiados a 3 anos), será que existe alguma possibilidade de eu conseguir o visto de turista?

  149. renata rodrigues disse:

    Boa Noite

    Estou tirando o visto americano e estou com algumas dúvidas. O meu visto anterior é de 1993 e só tem 06 dígitos. Quando vou responder o número do mesmo, o formulário somente aceita 08 dígitos. É possível completar o número com zeros no início? No tópico “full name in native alphabet” é para colocar o nome completo ou “does not apply”? Em relação ao salário, se uma pessoa recebe, por exemplo, R$ 5.000,00, é para colocar 5,000 ou 5000? Em relação aos filhos menores, que não têm carteira de identidade, qual o número que se coloca?

    muito obrigada

  150. Franciele disse:

    Pessoal, semana passada fiz um post com as 10 dúvidas mais recorrentes aqui do blog: http://www.malapronta.com.br/blog/2010/07/15/top-10-perguntas-sobre-o-visto-americano/

    Acredito que isso vai ajudar aqueles que têm dúvidas mais genéricas, sem precisar ficar garimpando nos diversos comentários desse post :)

    Se vocês puderem fazer comentários e deixar suas perguntas naquela página, também será melhor na hora que for preciso procurar mais respostas!

  151. Rafael Machado disse:

    Olá! Eu to querendo passear em New York,so que nunca viajei antes e nem tenho vinculo aqui no Brasil,Oque vc me aconselha a fazer?
    A entrevista é feita em inglês ou na nossa lingua de origem?

    Grato pela atençãp

  152. Fernando disse:

    Franciele,

    achei tão fantástica sua disposição para ajudar os aflitos e aproveitei tantas dicas que me sinto no dever de vir dar o DEPOIMENTO do caso de um amigo meu que foi hoje ao consulado e conseguiu o visto dele.

    Quem sabe isso tranquilize um pouco algumas pessoas.

    PERFIL:
    24 anos
    Trabalha mas não é registrado
    Tem renda mas não declara IR
    1 ano de formado
    Mora sozinho
    Não tem bens em seu nome

    DOCUMENTOS QUE ELE LEVOU:
    Contrato de Prestação de Serviço (sem firma reconhecida)
    Contrato de aluguel (sem firma reconhecida)
    Conta de Gás como comprovante de residência
    Documento do carro (leasing)
    Documentos da viagem (reservas de hotéis e passagens)
    Levou também muitos contratos que estão em andamento nas empresas onde trabalha.

    SOBRE O FORMULÁRIO:
    Ele precisou preencher o formulário 3 vezes.
    Da primeira vez tinha acabado a tinta da impressora.
    Da segunda vez identificamos uma informação que deveria ser corrigira (li no seu blog onde o RG deveria ser inserido)
    Na terceira vez deu pau no PC, precisamos abrir o formulário num outro PC para imprimir.
    No consulado só pediram o comprovante.

    A ENTREVISTA:
    A entrevista dele estava marcada para 8:30 hoje, ele chegou em torno de 7:00.
    Já tinha muita gente esperando. Ele saiu do consulado às 10:00.
    Disse que na entrada recolheram o comprovante do formulário e o passaporte, depois colheram as digitais e o resto foi só muita espera.

    Foi entrevistado por uma americana simpática, com sorriso no rosto que perguntou:
    -O que ele ia fazer nos EUA, (detalhe, vamos para Miami, Orlando, NY, Washington, Denver e Sao Francisco, quando ele falou a lista de cidades ela arregalou o olho e sorriu)
    -Quanto tempo ficaria
    -Perguntou se morava com os pais
    -Se já era formado e onde tinha se formado
    -Também perguntou se ele já tinha iso para os EUA

    Foi muito rápido, não precisou mostar documento nenhum.
    O único documento que verificaram foi o passaporte dele pq ele disse que nunca tinha ido pros EUA mas já tinha ido para outros países.

    FOI SÓ ISSO, ELA PEDIU PARA ELE IR NA FILA DO SEDEX E ELE FOI EMBORA.

  153. Rafael Machado disse:

    Como faço para provar que meus pais tem condições de me dar essa viagem?
    eu trabalho sim mas ñ tenho carteira assinada e ñ estudo mas…vc axa interessante que eu faça reserva em um hotel antes da viagem?
    ficaria muito agradecido se vc podesse me da algumas dicas melhores..Me ajudaria bastante.

    Muito Grato

  154. DANIEL disse:

    Boa Noite, Franciele!

    Estou com dúvidas quanto ao preenchiento do DS-160.Inclusive os endereços meus aqui no Brasil, bem como endereços de contatos, escolas, faculdades.

    Obrigado

  155. Junqueira disse:

    Franciele,
    Parabéns pelo site!
    Viajo frequentemente com minha esposa principalmente para Europa. Estivemos duas vezes nos EUA e a última foi em 1996. Nossos vistos estão vencidos e, considerando que, atualmente, não tenho emprego fixo, atuo como perito na Justiça Federal, entretanto, tenho reserva, patrimônio e os meus passaportes demonstram os mais de 20 países que já estivemos. A minha esposa é funcionária pública federal com ótima renda. Considerando que tenho 48 anos e pretendo apenas viajar a turismo, Você entende que terei alguma dificuldade para obter o visto?

  156. Hércules disse:

    Antes de mais nada gostaria de parabenizar o blog pois ele me tirou muitas dúvidas.
    Agora a pergunta: Eu e minha irmã somos menores de idade e apenas nossa mãe vai viajar com a gente,queria saber se meu pai tem que fazer uma autorização para que possamos ter o visto ou se essa autorização é só pra hora do embarque mesmo.

    Obrigado

  157. Merilane disse:

    Olá, Franciele
    Parabéns pelo seu blog! Estou há alguns dias lendo as perguntas e respostas e tirando minhas dúvidas. Minha filha tem quatorze anos e vai à Disney em janeiro. Já paguei os 38,00, já peguei a senha e agendei a entrevista, porém ainda não abri o formulário de preenchimento por causa da foto. A guia da viagem disse que posso escanear a foto do passaporte, mas ela não é 5×5. Você sabe alguma coisa sobre isso? Outra pergunta: posso ir só eu com ela à entrevista ou a presença do pai é obrigatória? Há necessidade de algum documento de autorização validado em cartório uma vez que ela vai desacompanhada em excursão? Quem vai custear a viagem dela sou eu; levo só os meus comprovantes de renda e os meus contracheques?
    Um abraço

  158. Rafael Machado disse:

    A Respeito desta taxa de 140 dolares quando eu efetuo o pagamento?

  159. marcio disse:

    oi franciele, tudo bem?
    estou tendo problemas na escolha das respostas na página de agendamento. eu fui aos estados unidos há 18 anos atrás, quando criança e não tenho mais o passaporte antigo com o numero do visto anterior.
    como eu faço? ele me dá algumas opções: está tirando o primeiro visto, renovação de visto ou mudança de tipo de visto?
    mais uma coisa, coloquei o numero do meu cpf como identificação nacional. tem problema?
    obrigado!
    márcio

  160. Fabiana disse:

    Olá. Gostei muito do Blog, parabéns.
    Estamos com entrevista marcada para 09/08/2010. Mesmo sendo o meu esposo( tem Clinica a 20 anos – Contrato social tudo certo, temos 3 imoveis, ) que vai custear a nossa viagem, acho que preciso comprovar vinculos no Brasil para ter mais chances, assim gostaria de saber:
    A minha duvida é em relação a apresentação do contracheque(Holerite), pois no site visto eua esta marcado com um X(não aceitam) aquele Holerite verde em duas vias, é justamente esse modelo que o Contador da clinica onde trabalho manda pra os funcionarios assinarem, pois sou registrados pelo no CPF e não CNPJ , já que trabalho pra um médico. Levo o Holeirte mesmo assim? ou só Carteira de Trabalho e declaração do Empregador com firma reconhecida.

    Grata
    Fabiana

  161. DANIEL disse:

    Olá Franciele!

    Estou com dúvida quanto ao preenchimento do DS-160. Onde está o endereço para colocar o nome do empregador, o que eu coloco, no caso de advogado autônomo?
    aBRAÇOS

  162. Victória Alves disse:

    Olá Franciele, tenho 14 anos e planejo ir pra Disney ano que vem com minhas amigas em um grupo de uma agencia de turismo por 15 dias, ja esta tudo pago, vamos todos juntos no consulado retirar o visto e já fui pro Canadá ( isso ajuda? ), o que devo levar e voce acha que meu visto vai ser aceito?

  163. Marli disse:

    Boa noite! À propósito, excelente seu blog! Muito esclarecedor! Parabéns!

    A minha pergunta é: conheci uma pessoa, através da internet, que mora em Atlanta, na Georgia. Ele é professor universitário, reside em casa própria. Nós estamos ainda no início do relacionamento, porém nos gostamos demais. E ele gostaria muito que eu fosse pra lá. Eu e ele gostaríamos muito de nos casarmos. Vc acha que eu conseguiria o meu visto, levando-se em conta que sou comerciária, trabalho como operadora de caixa (há mais de um ano) numa mesma empresa e que sou devidamente registrada?

    Obrigada!

    Abraços,

    Marli

  164. João Neto disse:

    Olá!
    Vou para uma feira técnica em Munique (Alemanha) e meu vôo faz uma troca de aeronave nos EUA, não saio do aeroporto, mas vi no site da Embaixada que mesmo assim tenho que tirar visto. paguei a taxa, já tenho passagem, entrada para feira, contrato com a empresa onde trabalho. Agendei entrevista para o dia 02 de agosto de 2010 em Recife, aí surgiram algumas dúvidas:
    1. Não vou poder ir no dia do agendamento. Estarei ausente do Recife. Como remarco a entrevista e se isso é grave?
    2. Me pergutaram se já tinha tirado alguma vez visto para os EUA; disse que sim. embora quando tenha tirado esse visto fui por uma excursão de uma agência de turismo e faz mais de 35 anos. Era de menor e não tenho nem como sabar a data exata em que isso aconteceu. Devia ter dito que nunca tinha tirado visto? Se sim como faço? Se não, como vou precisar a data que aconteceu?
    3. Estou viajando a trabalho pela empresa, é bom anexar alguma declaração da empresa que é ela que está financiando minha viagem?

    Espero que esse e mail te alcance antes do dia do meu agendamento, aliás, li em outras respostas tuas que o DS 160 pode ser preenchido até 2 dias antes da entrevista. Coisa que nem fiz ainda.

    Aguardo tuas respostas.

    Parabéns pelo trabalho, depois de passar pela minha entrevista reporto aqui o que aconteceu comigo para que possa colaborar com tua iniciativa.

    Abçs.

    João

  165. Marcio disse:

    Franciele,
    Parabéns pelo site!
    Eu li quase todas as duvidas e vi que tem algumas parecida com a que tenho, mas não me ajudou a tira-la.
    Estou indo para o Canadá pela empresa America Airlines, esta faz conexão em Dallas e para isto preciso tirar o visto Americano, no preenchimento do visto não sei o que colocar nos endereços que estão no formulário, não tem a opção DO NOT APPLY e tem uma janela que pede a opção do Estado Americano que ficará, caso não indique um, você não consegue dar fluxo, o que faço?
    Já liguei para o serviço de duvidas e me informaram que eles não tem acesso ao formulário, então não é possível tirar minha duvida. Mandei e-mail e não tive resposta, minha entrevista está próxima e ainda não consegui terminar de preencher o formulário.
    Me ajude.
    Obrigado.

  166. Dim disse:

    Oi, Franciele
    Estou com uma duvida fiquei nos EUA por quase 7 anos ilegal, na saida dos EUA nao entreguei o I94, ja faz quase 10 anos que voltei, agora estou querendo voltar para passear, ai que gera a duvida tento renovar o meu antigo visto vencido. O que devo fazer ? obrigado.

  167. karla disse:

    Gostaria de saber se é necessário levar cópias dos cocumentos para a entrvista no consulado americano ou bastam os originais?

  168. Juliana Milagres disse:

    Boa noite.

    Já preenchi e enviei meu formulário, mas agora estou na dúvida sobre o número do visto antigo.
    Meu visto anterior é de 1994, e nele tem um número de 6 dígitos e um outro com 10 dígitos e uma letra.
    Acho que preenchi o número errado no formulário, mas não sei qual seria o certo.
    O que devo fazer? Espero a data da entrevista? Ou preencho um novo formulário?

  169. Ana disse:

    Olá! Estarei indo com a família para Disney em2011. Irei com meu marido e meu filho de 1 ano. Com minha irma, meu cunhado e seus 3 filhos. Dois destes sobrinhos ja foram a disney e tem vistos validos. Tenho uma microempresa e meu marido também. Só que nao iremos com agencia. Compraremos a passagem e reservaremos o hotel em avulso. Vc acha que teria algum problema? Tenho poucas ou boas chances de conseguir? Vc tem alguma dica para nos ajudar? Ah lembrando que podem ser agendados apenas 5 mebros da familia por vez, entao nao terei como passar pela entrevista com minha irma.

  170. Raquel Pereira disse:

    Franciele, estou providenciando documentação para ir à Disney em dezembro com minha filha de 11 anos. Meu marido não irá conosco. Devo preencher um formulário para mim e outro para ela? Mesmo não nos acompanhando na viagem, posso somar a renda do meu marido à minha, já que as despesas com a viagem sairão do orçamento familiar? Se positivo, levarei o meu IR e o dele também. Obrigada!

  171. Christiane disse:

    Ouvi dizer que só posso tirar o visto em Brasilia, uma vez que sou de Manaus. Procede essa informação???

  172. Beatriz disse:

    O que preencher em ''Briefly describe your duties'' no formulário do visto?

  173. Carlos disse:

    Gostaria de saber no caso de uma viagem para o canadá, apenas ter de fazer conexão nos EUA como preencher os campos: "Have you made specific travel plans? " ," Address Where You Will Stay in the U.S." ??? obrigado

  174. franciele_malapronta disse:

    Oi Carlos!

    No seu caso, coloque apenas "does not apply".

  175. kelly disse:

    Já passei pela entrevista e vim contar minha experiência:

    Cheguei por volta das 10 da manhã no consulado, a fila da entrada não estava grande e fui rapidamente para o raio-x. Todos os funcionários foram extremamente educados e tinha esquecido de tirar um controle de portão da minha bolsa (havia feito uma limpa no dia anterior, havia tirado até o do carro…mas esqueci um) enfim, o mocinho do raio-x, muito educado, pediu que eu retirasse. Ele viu que não tinha nada mais e me pediu para sair e colocá-lo no guarda-volumes do lado de fora do consulado.

    Optei por me desfazer do controle, já que meu irmão já havia entrado e não queria sair novamente. Ao entrar no consulado, peguei uma pequena fila para retirar a senha e fiz uma pré-entrevista…posteriormente aguardei a coleta de impressões digitais…essa parte demorou muitooo, mais ou menos umas 3 horas…depois disso fui para a entrevista.

    Eu havia levado tudo quanto é documento para comprovar minha reais intenções, estava até com as passagens caso fosse necessário. Fui entrevistada por uma americana extremamente gentil que somente me perguntou qual faculdade eu havia cursado (detalhe: me formei há 4 anos), para meu irmão não perguntou nada e somente pediu para coletar novamente as impressões e disse que o visto havia sido concedido.

    Uma moça que estava mais na frente realmente teve alguns problemas pq o entrevistador perguntou para ela sobre alguns processos, pelo que entendi ela estava com o nome sujo pq invadiram a conta dela do banco e gastaram horrores…ele ouviu toda a história com atenção, mas não concedeu o visto.

    Pelo que sei da minha operadora de viagens, o consulado tem sim como consultar TODAS as informações que eles julgarem necessárias, bem como conta bancária, processos, ficha criminal e até o imposto de renda. Documentos que eles pedem para levar é caso tenham alguma dúvida.
    Portanto, eles não concedem o visto quando a pessoa já tenha algum problema por aqui que coloque em dúvida a sua volta.

    Uma dica que me deram sobre a entrevista, não sei até que pto é sorte ou realmente é verdade é a seguinte: O site da PF para emissão de passaportes, a parte de agendamento é atualizada por volta das 15h00 todos os dias, portanto eu entrava por volta das 14h50 e ficava atualizando a página…consegui para o dia seguinte o agendamento no posto que eu queria…aliás, tinha horário em todos os postos.

  176. João Edmilson disse:

    Olá Franciele.

    Posso levar a pagina de confirmação DS-160 impressa em preto e branco?

  177. vera disse:

    sou autonoma, pago o inss,tenho casa propria e meu filho tem herança deixada pelo pai.Quais as chances de obter o visto para os etados unidos.

  178. Nina disse:

    Não declarei IR este ano, somente ano passado, será que declaração de isento é "queima filme"?

  179. Rodrigo disse:

    Olá Franciele,
    Pretendo ir aos EUA em julho do ano que vem com minha noiva (esposa em julho), um irmão, uma irmã e um amigo. Receberei meu passaporte dia 03/11.
    Neste caso de viagem em grupo, como é feita a solicitação do visto? cada um faz independente ou vai todos de uma vez? Caso exista as duas possibilidades, é mais fácil conseguir o visto em grupo ou sozinho? Existe alguma quantia mínima satisfatória que se deve ter em conta bancaria pra que seja plausível o patrocínio da viagem?
    Abraços e agradeço desde já!

  180. Deby disse:

    Olá! Trabalho em uma agencia de turismo e ganho por pacote vendido, ou seja, só comissao. Como comprovar renda?

  181. Deby disse:

    Outra pergunta, vc acha q por eu estar trabalhando na área de turismo é ponto positivo? Vendo muito disney e EUA.

  182. joão disse:

    tive o visto negado, é possível recorrer? se for, qual o meio?

  183. Rosa disse:

    Oi Franciele, estou com entrevista marcada para o dia 7/12 em Brasília e tenho dúvida a respeito da foto. Li nas instruções que a foto deveria ser 5×7 ou 5×5. O fotógrafo tirou uma 5×7 mas tenho observado que as pessoas se referem a fotos 5×5.Qual é a certa? No formulário DS-160 tem lugar para colar a foto? Ah, tenho uma tia em Orlando onde ficarei, sou estudante de direito, devo citar esse parentesco? Obrigada pelas dicas, seu blog é ótimo!

  184. Fabio disse:

    Oi Franciele, será que você pode me ajudar?
    Acabei de ter o visto negado pela segunda vez hoje e estou muito decepcionado pois realmente eu queria viajar com minha noiva agora em Janeiro para la.
    Da primeira vez que fomos ela conseguiu o dela e eu tive negado. Nós cometemos um erro muito grave(até por falta de informação também) de não termos feito a entrevista juntos sendo que isso era permitido.
    Ela tem uma empresa e eu trabalho como CLT na area de TI. A renda dela é maior portanto coloquei que ela iria pagar. Porém na primeira vez, no pré atendimento do consulado me pediram junto com os documentos obrigatorios o comprovante de renda e entreguei só os meus. Na entrevista disse ao consul que tinha os comprovantes dela ele nao quis ver. Perguntou do meu IR e falei que vou declarar somente a partir desse ano. Perguntou onde trabalho, onde estudo etc. Resultado: Negado. Mais tarde minha noiva foi entrevistada, não pediram nada, ele perguntou somente sobre a viagem e aprovaram o dela.
    Eu percebi que tinha cometido algumas falhas e decidi tentar de novo, na certeza que se fizesse tudo certinho nao teria como me negarem de novo…

  185. Fabio disse:

    La fui eu de novo hoje, dessa vez no pre atendimento ao me pedirem o comprovante de renda falei pra ela que era minha noiva que iria pagar e ai ela pediu os comprovantes dela. Ainda perguntei se precisava dos meus tb, ela disse que não.
    Fui confiante para a entrevista, e quando chego vejo que era a mesma consul que havia me entrevistado da outra vez. Tudo bem, ainda sim me mantive tranquilo. Ela começou perguntando as mesmas coisas sobre o meu trabalho. Respondi e ela interrompeu a entrevista e disse que eu teria que ir ao guiche do lado(nao sei se o fato de ela ja ter me entrevistado influenciou nisso) mas tudo bem, fui ao lado e estava um homem. Ele perguntou o que eu fazia, eu disse que trabalho e estudo, perguntou onde, respondi e disse que tinha o comprovante. Ele disse que não precisava. Perguntou onde eu ia respondi Nova Iorque, se alguem iria comigo, respondi que minha noiva. Perguntou o que ela faz, se ela ja tem o visto, mais uma vez respondi e mostrei pra ele que tinha uma copia do visto dela, ele disse de novo que nao precisava. Se eu tinha IR e falei q sou isento. Se moro com meus pais, falei que moro com meu irmão. Não necessariamente nessa ordem…

  186. Fabio disse:

    …Enfim, depois de tudo me devolveu os documentos e quando achei que ia ser aprovado ele me vem com a bendita da carta falando que tava negado de novo. Perguntei se mesmo com todos os comprovantes apresentados e ele disse que eu tinha que provar com meus proprios recursos.
    Aí eu te pergunto: O que fiz de errado dessa vez?
    Insisti demais em querer mostrar documentos que ele não pediu?
    O IR q nao tenho influenciou?
    Li uma resposta sua aqui que me deu esperança de ir tentar de novo. Você disse que caso tenha declaração de união estável pode colocar como casado no DS-160. Nós temos esse documento desde 2009, para coloca-la como minha dependente no plano de saude. Uma outra informação é que sou sócio dela na empresa(somente no contrato).
    Acabei alongando demais, mas queria explicar o máximo pois queria uma orientação sua a respeito. Não queria perder essa oportunidade. Afinal, nem sei quando poderei tirar ferias de novo.
    Espero por qualquer dica, se devo ir de novo, o que fazer diferente, se devo esperar(e por quê).

    Obrigado!

  187. franciele_malapronta disse:

    Oi, Carlos!

    Acredito que no seu caso, o ideal é preencher esses campos com "does not aply" :)

  188. [...] Update 19/12/2010: O blog do site malapronta.com.br também tem dicas sobre o visto americano. Confiram os posts Top 10 perguntas sobre o visto americano e Saiba como tirar o visto para os EUA. [...]

  189. [...] Para quem deseja viver um sonho americano, mas está com problemas na hora de tirar o visto, este post irá solucionar todos os seus problemas. Explicamos passo a passo como você deve proceder para tirar o visto e ainda damos dicas para ele não ser negado. Veja o post completo. [...]

  190. [...] o visto americano Tweet Há alguns meses fiz um post aqui no blog falando sobre o processo de tirar visto para os Estados Unidos. O assunto rendeu bastante e tivemos em torno de 150 comentários perguntando sobre todo tipo de [...]

  191. Tamires de Moura disse:

    Boa Noite! Gostaria de tirar o visto para realizar intercâmbio nos Estados Unidos. Tenho receio de não ser aceita por causa do Imposto de Renda que não declaro por ser isenta. Esse fato, afetaria a liberação do visto?

  192. Fernanda disse:

    Já enviei meu formulário, porém verifiquei que a descrição das atividades está em português. Terei problemas? Tem como refazer e reenviar?

    Grata.

  193. Priscilla disse:

    Precisio muito tirar umas dúvidas..
    Eu tentei tirar o visto tem alguns anos e nas duas vezes foi negado.
    Agora estou noiva de um americano, mas não queremos tirar o k-1 porque senão teremos que casar em até 90 dias. Vou tentar o visto de turista. Eu estudo, faço faculdade, trabalho e faço curso de inglês, vou levar minha mãe pra tirar o visto comigo(ela nunca tentou), ela é aposentada da marinha…será que podem me negar novamente? O que eu faço? Você tem algumas dicas?

  194. Samir disse:

    Olá, pretendo ir para os EUA até o fim do ano, é possivel tirar o visto para ficar 3 ou 4 meses estudando ingles, porém sem agenciamento de escolar especializadas (intercambio) daqui do Brasil?
    No caso ficaria na casa de um colega.
    Acabei de terminar a faculdade (Engenharia) mas não estou trabalhando.
    Quais as chances?

    Obrigado!!!

  195. silvana disse:

    Gostaria de saber se posso agendar cmo família para tirar o visto, tenho uma uniao estavel e pretendo ir para a Disney com meu companheiro e minha filha do casamento anterior.
    Podemos agendar o visto juntos?

  196. gisela disse:

    Sou casada, dona de casa, tenho 2 filhas menores que estudam, meu marido trabalha e possuimos casa, carro e ir declarado, terei dificuldades para entrar em orlando?

  197. Thiago disse:

    Olá Francile!!
    Vou me casar em novembro e comprei um pacote para Cancun, mas o vôo passa pelo aeroporto de Hoston. Então terei que obter o visto americano.
    Eu militar de carreira (funcionário público), mas minha noiva não.Eu tenho uma renda de aproximadamente R$ 3000. Ela trabalha em uma empresa privada e a renda comprovada dela é aproximadamente R$1000. Nós temos declaração de união estável e marcamos a entrevista juntos. Por ser militar de carreira, tenho mais chances de conseguir esse visto?

  198. Daniele disse:

    Oi Silvia,
    Você acredita que nome sujo no SPC/Serasa, quantia de 700 reais pode ser impedimento a retirada do visto?

    Obrigada

    Dani

  199. Rebeca disse:

    Quando vocês fizeram o agendamento, na pagina de confirmação onde tem tipo de agendamento tem o que?
    Por que no meu tem estudante e eu fiquei pensando que isso é relativo ao que eu vou fazer lá, é?
    Obrigada

  200. Camila disse:

    Oi Franciele to com umas duvidas
    eu não tenho a mínima intenção de ficar nos EUA
    o problema são meus laços
    eu tenho carro proprio e plano de saude cujo meu irmão é dependente. Ah tb meu seguro do automovel esta no meu nome.
    Sou autonoma, não tenho IR (a não ser da minha mãe na qual sou dependente), moro numa casa com nome da minha mãe e ja concluí meus estudos. Minha mãe tambem q pagará a viagem, muito embora ela deposite no meu cartão e eu usarei la fora.
    To querendo fazer uma pós tambem, mas não sei se só o comprovante de inscrição na pós ajudaria. Aliás to perdidinha :)
    E tabem estou confusa qnto a taxa do visto
    ainda não preenchi meu DS160 e nem faço idéia do q pergunte la pq ainda preciso resolver algumas documentações. Mas enfim, depois q eu preencho com fotinha, tudo bonitinho eu recebo o boleto pra pagar no citybank? da onde sai o papel pra eu ir lá pagar?
    Ou é esse documento com a foto 5×5 q tenho q levar?

  201. Nayara disse:

    Boa Noite Franciele,
    Fiz o agendamento da entrevista para retiada do visto americano, agora para dia 05/01, porém não tenho interesse nenhum de fazer turismo nos EUA. Na realidade estou retirando o visto, pois como vou para China meu voo possui escala nos EUA, mas ainda nao tenho a passagem emitida para levar no consulado. E então na parte do questionario, coloquei um hotel qualquer em Miami e de contato coloquei uma loja…
    Mas isso me fez ficar na duvida, se na hora da entrevista comento com o consul que o meu visto eh de extremo interesse apenas para a escala do voo…ou invento uma historia de que realmente vou fazer turismo em Miami.
    Oq seria menos complicado para ele me liberar o visto? Sendo que meus pais irão fazer a entrevista junto comigo.
    Espero que podes me dar umas dicas infalíveis…hahaha

  202. Franciele disse:

    Olá, Rosa Cristina!

    O passaporte brasileiro não tem o passport book number. Nesse caso você deve marcar a opção “does not apply”.

  203. Franciele disse:

    Olá, Laura!

    O número correto é aquele com 8 dígitos, grafado em vermelho.

  204. Franciele disse:

    Olá, Adelia!

    No site da Embaixada diz que exceto pelos idosos acima de 80 anos, os únicos casos em que não é obrigatória a presença são aqueles especiais, como você pode ver nos links abaixo.
    Caso sua filha não se encaixe nesses casos, sua presença no dia do visto é obrigatória.

    http://www.embaixada-americana.org.br/index.php?action=materia&id=8179&submenu=consular.php&itemmenu=86
    http://www.embaixada-americana.org.br/index.php?action=materia&id=2152&submenu=107&itemmenu=86

  205. Franciele disse:

    Olá, Caue!

    A aceitação ou negação do pedido de visto não tem uma fórmula pronta. O processo é bastante subjetivo e ninguém pode afirmar que você terá seu visto aprovado ou rejeitado. No entanto, as chances de você ter seu visto negado caso já tenha sido rejeitado uma vez são maiores, mesmo que não tenha havido motivo na primeira vez. Isso porque o consulado leva em conta todas as informações contidas em seu passaporte. Quanto aos conhecidos ou parentes, é algo que pode facilitar que você fique nos Estados Unidos por mais tempo do que afirma, mesmo que você diga que não pretende fazer isso e prove que tem laços fortes com o Brasil. Se você conhece pessoas que estão no país vivendo ilegalmente, não creio que seja interessante trazer isso ao conhecimento do consulado, primeiro porque seria um fator de agravamento, e também porque pode prejudicar essas pessoas que estão lá sem o visto legal. Todas essas afirmações que fiz baseiam-se na experiência adquirida ao longo desses últimos anos, quando tive contato com pessoas que pretendiam tirar o visto e até mesmo algumas recomendações que recebi quando fui tirar o meu. Claro que há regras e exceções, e nada impede que você tire seu visto por já ter tido um negado, mas sempre é bom cercar-se de garantias para assegurar seu visto. O que as pessoas mais relatam sobre esse processo é que o consulado rejeita ou libera um visto sem muitos motivos aparentes, deixando a responsabilidade maior com sua sorte ;)

  206. Franciele disse:

    Olá, Barbara!

    O endereço é o mesmo, tanto em português quanto em inglês. Portanto você pode escrever em português mesmo :)

  207. Franciele disse:

    Ainda sobre o preenchimento do formulário, o endereço não precisa ser traduzido, mas atentem para o fato de que o formulário não aceita caracteres como cedilha (ç). No exemplo cito a cidade de Palhoça, em SC, que deve ser escrita Palhoca. Ou acentos, como o til (~), que no caso dos estados como Paraná e Pará, devem ser escritos sem o acento, ficando Parana e Para.

  208. Franciele disse:

    Olá, Lazaro!

    Não sei em qual cidade você está, mas aqui em Curitiba há alguns locais que fazem esse serviço. Geralmente são lojas que revelam fotos e tiram aquelas 3×4 ou em outros formatos exigidos.
    Sugiro que você ligue para alguma agência de intercâmbio da sua cidade e informe-se sobre os locais. Foi assim que me indicaram o lugar em que tirei minha foto para o visto.
    No dia você vai precisar levar a foto, mas é preciso que essa foto seja também digitalizada (se você tiver um scanner, pode fazer isso por conta própria) para ser inserida no formulário online do DS-160.
    Esse formulário deve ser preenchido e enviado pela internet e você vai precisar imprimir a página de confirmação de preenchimento, que será recebida após o envio do DS-160, para apresentá-la no dia da entrevista.

  209. Franciele disse:

    Olá, Davi!

    Antes de tudo, obrigada!

    Primeiro é preciso saber quem vai bancar sua viagem. Se for algum responsável seu, o que importa são as informações dele, como saldo bancário, bens, etc. Quando viajei, meu pai foi quem me bancou, então peguei tudo que mostrava que ele tinha condições de pagar a viagem. No meu caso foi um pouquinho mais fácil porque eu sou estudante e o visto era o J-1, para intercambistas.
    Mas se você vai bancar sua viagem por conta própria, pode ver com os donos do local em que toca, se é possível que eles façam uma carta atestando seus vínculos, ou algo do tipo.
    Para poder te ajudar mais seria importante saber alguns detalhes, como por exemplo, se você toca sempre nos mesmos lugares, etc., porque assim é possível provar que você tem ligações no Brasil. Se você tiver algum bem, leve os documentos que provem.
    Mas a princípio acredito que você pode colocar que é músico, ou autônomo. O importante é passar ao consulado a certeza de que você não vai tentar burlar o sistema e ficar ilegalmente no país ;)

  210. Franciele disse:

    Oi, Felipe!

    Acho que você poderia fazer uma pesquisa de hotéis na cidade que pretende visitar e entrar em contato com aqueles que te agradarem para fazer uma “pré-reserva”.
    Aí você imprime a conversação e leva para o consulado no dia da entrevista. As pessoas que vão a turismo geralmente levam uma programação dos lugares que vão visitar, como um plano de viagem, para mostrar seus planos de passeio no país, caso o consulado peça.

  211. Franciele disse:

    Oi, Maria!

    Vc vai morar na casa do seu irmão? Acredito que falar a verdade nesse caso seja o mais acertado, ainda mais se ele está lá há bastante tempo e tem uma boa conduta.
    Mas mais do que tudo, é importante que você prove a eles que tem condições de se manter lá e que seu irmão também esteja estabilizado financeiramente. Outra coisa levada em conta sempre é o caso do vínculo com o Brasil. Algo positivo é ter toda sua família morando no Brasil, fazer algum tipo de curso, se tiver bens, etc. Como você disse que faz faculdade, isso também pode ser algo favorável. E se te perguntarem o motivo de estar indo para lá, diga que quer aperfeiçoar seu inglês e que essa experiência será muito útil na sua vida profissional aqui no Brasil. Deixe claro que você pretende voltar ao país, mas sem ficar se justificando demais, entende?

  212. Franciele disse:

    Olá, Kris!
    Obrigada :)

    O caso de não trazer à tona conhecidos nos Estados Unidos se aplica em outros casos, mas creio que no seu não. Porque o que mais é levado em conta são seus vínculos com o Brasil e condições de bancar a viagem. Se você é dona de casa, já é um item favorável. Se você tiver filhos e bens materiais, acredito que será fácil ter o visto concedido. Se você estiver ido para lá sozinha é mais favorável ainda, porque estará deixando seu marido aqui e vai voltar pro país com toda certeza. Nesse caso você deve apresentar ao consulado todos os documentos do seu marido que comprovem que ele tem condições de pagar a viagem. É bom levar cópias de documentos de carro, imóveis, etc. Além disso, leve também uma declaração de renda e os três últimos contra-cheques dele, além de extratos do banco.

  213. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Para pagar a taxa de visto de US$131,00 você só precisa apresentar o passaporte em qualquer agência do Citibank. Não existe boleto: eles cadastram o número do passaporte e emitem o comprovante do pagamento, que deve ser apresentado no dia da entrevista.

    Acredito que como você comprou um pacote, as chances de ter o visto negado são mínimas. No entanto você pode dar uma pesquisada na internet pra ver quais locais pretende visitar e fazer um planejamento, só para garantir :)
    Chegando lá você decide se vai manter o plano ou fazer outro itinerário.

    Quanto aos extratos, é importante que você apresente os de quem vai pagar a sua viagem. Mas como informação nunca é demais, você pode levar os seus também, caso peçam mais “provas” de que você tem dinheiro suficiente.

  214. Franciele disse:

    Oi Letícia!

    Acredito que não tenha problema algum. O fato de ela ir sozinha não é agravante, além disso vocês estudam no Brasil e ela tem família aqui. Basta que ela leve os documentos de quem vai pagar a passagem e vai bancá-la por lá (não sei se você ou a familia dela). Aí na entrevista é só dizer que está indo para a Disney com você e seus pais, para aproveitar o período de férias escolares, etc.

  215. Franciele disse:

    Olá Jose Luis!

    Primeiro é necessário saber se sua sobrinha está indo para os Estados Unidos a estudo ou turismo. Se for a estudo, ela precisa mesmo do DS-2019. Caso a viagem seja apenas a turismo, não é necessário o DS-2019.
    Se você puder nos dizer isso, podemos lhe passar as informações mais detalhadamente.

  216. Franciele disse:

    Oi Adriana!

    Você pode colocar que teve seu visto negado porque o consulado achou que você não tinha vínculos suficientes com o Brasil, para provar que você não tinha intenção de ser uma imigrante ilegal.

    O que você pode fazer para essa nova entrevista é levar o máximo de documentos que comprovem seus laços com o Brasil, e também documentos do seu marido, que mostrem isso.

  217. Franciele disse:

    Oi Jose Luis!

    Nesse caso, vocês precisam pedir o DS-2019 à instituição de ensino em que ela pretende estudar.

  218. Franciele disse:

    Oi Clovis!

    Nesse caso você vai tirar o visto B1 ou B1-B2, certo?

    Acredito que isso seja algo que ajude sim. Como você está indo pela empresa e ela vai bancar seus gastos, isso não será motivo para que eles neguem seu visto. No entanto, nunca podemos garantir nada, porque você precisa também contar com a sorte ou o bom humor do pessoal do consulado. Mas mesmo levando a carta e os documentos relativos à empresa, leve seus documentos de bens materiais – se tiver – e seus três últimos extratos do banco, assim como sua última declaração do Imposto de Renda.
    Pensando racionalmente, eles não têm motivos para recusarem seu visto :)

  219. Franciele disse:

    Oi Leonardo!

    Com certeza ajuda! Ainda mais se você cumpriu o tempo que determinou para sua viagem.
    Outra coisa que deve ser levada em conta é que você tem uma empresa, portanto tem bons vínculos com o Brasil :)

  220. Franciele disse:

    Oi Plinio!

    Eu sugiro que você use a mesma foto para os dois processos. Qual é o motivo pelo qual a foto não está adequada para ser impressa?

    Acho que o melhor a fazer, caso você não possa imprimir essa foto, é tirar outra e scannear, para poder apresentar a mesma foto no consulado.

  221. Franciele disse:

    Oi Liliane!

    Você vai tentar o visto para turismo?

    Na verdade não há garantias ou uma fórmula para conseguir o visto com toda certeza, mas pode ser que essa carta do seu primo ajude. Depende também do ponto de vista de quem te atender no consulado. Para alguns isso é um fator positivo e para outros não. Mas se você não tem mesmo intenção de morar lá ilegalmente e transparecer sinceridade, tem mais chances de obter o visto. Quem vai pagar sua viagem? Se for mesmo seu primo, você pode dizer isso, mas sugiro que conte a verdade caso o dinheiro venha por outros meios.

  222. Franciele disse:

    Oi Carlos!

    Olha, não acredito que ela possa te ajudar em muita coisa. O fato de ela estar lá legalmente serve caso você precise de um endereço de estadia, ou então para justificar sua ida para os Estados Unidos, como por exemplo, se você está indo lá para visitá-la por um tempo curto. Mas vai depender muito do tipo de visto que você quer tirar.

  223. Franciele disse:

    Plinio, quanto a essa dúvida, acredito que o mais indicado era você tentar se lembrar mesmo quando esteve no país. Pelo que me lembro, tem um carimbo no passaporte indicando sua data de entrada no país. A partir disso é mais fácil deduzir quando você retornou. Se eles pedem para que você informe todas as vezes que esteve lá, é indicado que não deixe de fazer isso. Eles podem entender errado e achar que você omitiu informações para esconder algo.
    Mas se eles pedem as datas das últimas visitas, acredito que as últimas duas – porque você foi quatro vezes – bastem. Mas tente se lembrar de todas, para não correr riscos.

  224. Franciele disse:

    Liliane,

    O aconselhável é sempre falar a verdade. Você não precisa falar que sua mãe está ilegal. Diga que ela mora em Portugal há dois anos, que você já viajou para lá como turista, etc. Se ele perguntar algum detalhe, aí você conta, mas não precisa falar mais que o indispensável.

    Como você irá pagar a viagem? Há casos em que agências de viagem parcelam os custos, você poderia tentar ver por esse meio. Em todo caso, você tem casa própria e seu pai é aposentado, ou seja, tem uma renda garantida. É possível que por você ser estudante, tenha mais pontos positivos a favor. Além disso, se você vai ficar hospedada na casa do seu primo, significa que a parte da hospedagem já está garantida.
    Mas como já disse, infelizmente não posso te dar certeza de que você irá conseguir. O jeito é ser sincero, se munir de tudo que comprove que você só quer mesmo fazer turismo e contar com a sorte! :)

  225. Franciele disse:

    Liliane, acredito que seja melhor levar, no caso de pedirem. A gente nunca sabe o que o consulado vai pedir, então é melhor já estar preparado para qualquer coisa.
    Você pode também não só levar seu extrato bancário como levar o do seu pai também, para dar uma reforçada, caso seja necessário.
    No caso da faculdade, você deve levar o comprovante de matrícula e seu histórico.

  226. Franciele disse:

    Oi Ronaldo!

    Vc tem a opção de tirar o B1, o B2 ou os dois juntos.

    No caso do RG, acredito que qualquer documento de identificação com foto seja válido. Nos Estados Unidos é bastante comum as pessoas apresentarem suas carteiras de motorista ao invés de outro documento. Dei uma olhada na internet e não vi nada que falasse sobre esse documento não ser aceito no consulado.

    Por fim, há alguns dias preenchi o DS-160 para ver como funcionava e embora não tenha feito meu cadastro, coloquei o estado (São Paulo). Acho que esse campo é irrelevante. Se não consta no passaporte, creio que não é necessário colocar.

  227. Franciele disse:

    Oi Alessandra!

    Antigamente havia um guichê no Consulado em São Paulo, mas esse ano ele deixou de existir e é necessário que a taxa seja paga antes da entrevista.

  228. Franciele disse:

    Oi Piero,

    Acredito que todos os lugares que tiram essa foto podem providenciar a versão digitalizada. A minha eu tirei em um local próximo à Rua Osório, mas na época não era preciso a foto digitalizada.

    Quanto ao formato, o consulado aceita fotos 5×5 e 5×7, e recomenda que esteja com uma boa resolução, mas no site da embaixada não tem nenhum limite máximo de tamanho.

  229. Franciele disse:

    OI Jeanne!

    O campo do National Identification Number deve ser preenchido com o número do seu RG e eu não tenho certeza quanto aos documentos que o consulado aceita como certificado de casamento, mas como você tem uma união estável, acredito que a melhor coisa seja dizer que está separada judicialmente, caso não haja um campo com a opção de “outros” ou algo que se encaixe ao seu relacionamento atual.
    No caso da sua viagem, não há motivos para dizer que está indo pela empresa se você está indo para lá apenas a passeio. Colocar que está indo com amigos é a opção mais acertada mesmo.

    Boa sorte!

  230. Franciele disse:

    Oi Bill!

    A possibilidade de agendar a entrevista para mais de uma pessoa pagando apenas uma taxa de 38 reais restringe-se à família. No seu caso será preciso o pagamento individual.

  231. Franciele disse:

    Oi Emilia!

    Você seguiu os passos corretamente! O DS-160 só é preenchido após você pagar a taxa de 38 reais e agendar sua entrevista no consulado.

  232. Franciele disse:

    Olá Natália!

    O consulado não aceita nenhum erro no formulário. Acredito que a melhor coisa a ser feita é preencher novamente o DS-160.

  233. Franciele disse:

    Olá Maria Eduarda!

    Se você não tem certeza, coloque que não sabe. Se houver algum campo de explicação nessa pergunta, explique exatamente o que você disse aqui: que vai para o Canadá mas pretende passar em New York.
    E se não houver uma impressora disponível no momento em que seu DS-160 for preenchido, você pode escolher a opção de receber a confirmação por e-mail, podendo imprimi-la depois.

  234. Franciele disse:

    Oi Cristina!

    Se você tem pretensão de definir logo a operadora com que vai para os Estados Unidos, te aconselho a esperar e só então preencher o formulário, já tendo essas informações em mãos.

    Em relação à foto, não sei se há algum lugar que faça esse serviço, mas você pode tentar. Só atente para a resolução, que deve ser a melhor possível. E se você puder evitar levar fotos diferentes, é melhor.

  235. cristina disse:

    Obrigada Franciele!!
    Meu caso é complicado porque meu marido é autonomo e as operadoras que consultei recomendaram obter o visto antes de comprar o pacote. Pensei em colocar a Disney e o telefone de lá. Assim não estaria mentindo e caso o consul perguntasse explicaria que ainda não fechei o pacote por recomendação da própria operadora, o que vc acha? Será que o tele atendimento do consulado pode orientar? Obrigada mais uma vez, seu Blog é d+!

  236. Franciele disse:

    Oi Cristina!

    Nesse caso, acho melhor você ligar sim para o tele-atendimento e se certificar de qual é a melhor resposta a ser dada.

  237. Franciele disse:

    Oi Larissa!

    Não tenho muito conhecimento sobre vistos para Au-Pair, mas não é possível editar esse formulário uma vez que você já o enviou. Acho que você deve falar com sua agência e ver se pode manter o preenchimento do jeito que você fez ou se é melhor deixar da forma como foi pedido pela agência.

  238. Franciele disse:

    Oi Felipe!

    Você deve colocar o endereço do local em que pretende se hospedar, estudar ou trabalhar. Não precisa ser uma pessoa conhecida, basta que informe ao consulado para onde você irá, onde estará, etc.

  239. Franciele disse:

    Oi Beth!

    O preenchimento incorreto de alguma informação pode resultar em atrasos ou até mesmo reagendamento da entrevista. Acho que para garantir, a melhor saída é preencher novamente o formulário.

  240. Franciele disse:

    Oi Juliana!

    No campo “full name in native alphabet” você pode colocar does not apply.
    Quanto ao Identification Number, ele deve ser preenchido com o número do seu RG.

  241. Franciele disse:

    Oi Carlos Alberto!

    O menor de idade entre 14 e 17 anos deve comparecer ao consulado acompanhado dos pais ou guardião legal. Como eu disse há alguns dias, quanto mais documentos vocês levarem comprovando que tem vínculos no Brasil e condições de custear a viagem, melhor! Acho que vocês podem pegar algum documento da avó sim, e tirar cópia do passaporte e visto dela. Creio que o fato de você e sua esposa permanecerem no Brasil aumentam as chances de seu filho conseguir o visto.
    Se filho ficará ou visitará o tio? Se sim, é imprescindível que essa informação conste no formulário. Como ele não vive nos Estados Unidos ilegalmente, não há problemas com essa informação.
    Quanto ao dinheiro, não tenho conhecimento de nenhuma restrição. Ele pode levar em espécie ou cartão de crédito, não há fiscalização para isso.
    E não esqueçam também de pegar uma autorização juducial para que seu filho possa viajar com a avó.

  242. Franciele disse:

    Oi Maíra!

    Não acho que esses “itens” possam te atrapalhar. Basta você estar munida de informações que comprovem seus laços com o Brasil, ainda mais que você está estudando. Você vai se hospedar na casa do seu amigo? Se sim, essa informação deve ser colocada no formulário. Caso contrário, fica a seu critério. Acredito que não seja motivo para negarem, uma vez que trata-se de um embaixador.

  243. Franciele disse:

    Oi Sergio!

    Estive procurando informações sobre esse caso no site do consulado e encontrei o seguinte texto:
    “Se você esqueceu de entregar o seu formulário de saída dos EUA, o I-94 (branco) ou o I-94 W (verde) que, em geral, é grampeado em seu passaporte, pode ser que sua partida não tenha sido registrada.
    Se você saiu dos EUA em vôo de companhia aérea comercial ou em navio de cruzeiro, sua partida pode ser verificada e não é necessário tentar devolver o I-94. Mas, é importante guardar tanto o formulário quanto o canhoto do seu cartão de embarque para mostrar ao agente da imigração em uma próxima viagem aos EUA.
    Se você saiu dos EUA por terra, barco ou avião particular, você precisa informar à imigração sobre a sua partida. Se não comprovar em tempo hábil, da próxima vez em que tentar entrar nos EUA ou solicitar visto, o CBP (U.S. Customs and Border Protection) poderá concluir que você nunca deixou o país e que ultrapassou o período de estada legal.”

    Levando em conta que você ficou nos Estados Unidos além do tempo permitido, creio que apresentar o I-94 provavelmente vai diminuir suas chances de obter o visto, mas se você não apresentá-lo, pode ter maiores complicações.
    Creio que fica mais a seu critério mesmo. Se você acha que tanto de uma forma quanto de outra suas chances serão as mesmas, então pode ser que valha a pena não apresentar o I-94 e tentar a sorte. ;)

  244. Franciele disse:

    Oi Souza!

    Como eu disse há alguns dias, a possibilidade de agendar a entrevista para mais de uma pessoa pagando apenas uma taxa de 38 reais restringe-se à família. No seu caso será preciso o pagamento individual mesmo.

  245. Franciele disse:

    Oi Carlos!

    Acredito que esses dois vistos que você teve negado não terão muita influência, levando em conta sua condição nos dias de hoje. Não vejo motivo para o consulado achar ruim você trabalhar na embaixada, aliás, acho que se você tiver como sponsor a embaixada, as chances de conseguir seu visto podem ser maiores, uma vez que esses órgãos contam com uma grande credibilidade.
    Quanto à carta, não sei se há como você enviá-la antes. O indicado é levar esses documentos no dia da entrevista, assim como uma carta do local em que você trabalha.
    Leve todos os documentos que comprovem seus vínculos com o Brasil e seus três últimos extratos e caso seja interrogado, explique a eles a situação. Você não está fazendo nada errado, não há por que temer falar a verdade.
    Sinceramente, com os fatos que você me passou, não consigo imaginar um motivo para que seu visto fosse negado. Infelizmente não é possível te dar certeza da obtenção do visto, mas acredito que suas chances são grandes!

  246. Franciele disse:

    Oi Cristina!

    Na página de confirmação consta o código de barras. Se você não optou por receber a confirmação por e-mail, creio que não tem como imprimi-la novamente. Mas veja bem se essa página a que você se refere não é a certa mesmo, uma vez que você disse que tem um código de barras nela.

  247. Franciele disse:

    Oi Emilia!

    Se você não tem ideia do local em que se hospedará em New York, pode colocar “I don’t know” ou “does not apply”, caso tenha essa opção. Tente ver com a escola se eles têm convênio com algum hotel ou se ficam sempre no mesmo local. Então você pode usar esse endereço para responder à pergunta. No entanto, se você não souber mesmo onde vai ficar, não tem outra coisa para responder.

  248. Franciele disse:

    Oi Fabiana!

    Um dos fatores mais levados em conta para conseguir o visto é comprovar seus vínculos com o Brasil. Como você tem bens consideráveis, creio que o fator IR fica em segundo plano.
    Lembre-se de levar todos os documentos que comprovem seus vínculos, assim como seus extratos bancários.
    Por fim, diga sim a verdade. Ainda mais porque você realmente não está indo para os Estados Unidos com a intenção de ficar lá mais tempo do que o solicitado. Leve também algum comprovante do curso que você está fazendo e se ele perguntar o que você pretende fazer no futuro, conte sobre sua pós.
    No mais, é só ter calma e ser sincera ;)

  249. Franciele disse:

    Oi Larissa!

    Infelizmente não posso te responder com certeza. Busquei informações na internet e não consta nada relativo ao passaporte verde. Aconselho que você preencha o surname com seu(s) sobrenome(s) e o given name com seu primeiro nome. No dia da entrevista, no momento de pegar as senhas, você pode confirmar a informação com a moça que entrega as senhas. Caso esteja errado, ela pode arrumar para você.

  250. cristina disse:

    Oi Franciele!!!!
    Mais uma vez gostaria de parabeniza-la e agradecer pelo carinho e dedicação com que conduz seu Blog. Quando imprimi a minha confirmação cliquei em “arquivo completo” e não em “imprimir confirmação”. Quando imprimi a do meu filho cliquei em “imprimir confimação” e a página é diferente e trás uma mensagem de que aquela confimação deverá obrigatoriamente ser levada no dia da entrevista. Por isso sei que a minha está errada. Você acha que devo transmitir td novamente? Obrigada mais uma vez!

  251. Franciele disse:

    Oi Cristina!

    Nesso caso acho que o melhor é mesmo transmitir tudo novamente, para não ter surpresas na hora da entrevista :)

  252. Franciele disse:

    Oi Marcia!

    Esse pagamento de 38 reais serve como uma senha para você ter acesso a outras áreas do site, como por exemplo o agendamento, mas isso não quer dizer que é necessário marcar uma data no momento em que a taxa é paga, então você pode esperar alguns dias e então marcar sua entrevista.

  253. Franciele disse:

    Oi Lucio!

    Essa questão da renda é um pouco subjetiva. Para alguns funcionários do consulado pode ser suficiente, enquanto outros podem não aceitar. Acredito que todas as formas possíveis de provar que você tem vínculos com o Brasil são válidas, mas é preciso levar em conta que se o consulado suspeitar que você não está falando a verdade, pode ser pior. Cursar uma pós, ou qualquer outra coisa ligada a estudos é com certeza levado em conta por eles, assim como bens em seu nome. Por fim, não acredito que eles possam pensar que você e sua amiga tem pretensões de levar uma vida ilegal por lá apenas porque se hospedarão juntos em New York.

  254. Franciele disse:

    Oi Renata!

    Esse cuidado em não mencionar conhecidos é mais para o caso de a pessoa estar morando lá ilegalmente. Nesse caso, se você fala sobre eles, pode ser que o consulado queira detalhes e então você vai precisar dizer que as pessoas moram lá ilegalmente, dando ao consulado a ideia de que você tem chances de ficar lá mesmo depois de ter o visto expirado e trazer também problemas às pessoas.
    Se o seu namorado é americano e você pretende usar a casa dele durante o tempo em que permanecer no país, não vejo motivo para esconder isso. Ainda mais se você realmente não pretende ficar mais tempo do que o solicitado e tiver bons vínculos com o Brasil.

  255. Souza disse:

    Franciele, obrigado por tua ajuda

    Gostaria de saber se seria uma boa eu casar no cartório antes, dai marcaria a entrevista como casado. Eu e minha noiva [esposa] seriamos entrevistados juntos.
    Casaria no civil mais de 1 mês antes do religioso. Tenho como provar que haverá o casamento religioso [contrato de igreja, buffet, convites ... ]
    Vc acha uma boa ideia?

  256. Franciele disse:

    Oi Fernanda!

    Quanto tempo você pretende ficar nos Estados Unidos? Se você e seu marido tiverem bastante vínculos com o Brasil, acredito que o visto concedido anteriormente a vocês é um ponto positivo e pode sim ajudar na obtenção do visto de turismo para sua família.

  257. Franciele disse:

    Oi Souza!

    Não vejo problemas em vocês casarem apenas no cartório antes da entrevista. Mas nesse caso você precisa agendar uma data após o casamento, para poder comprovar a união. Acho que o fato de vocês terem casamento religioso marcado no Brasil pode ajudar também na obtenção do visto.

  258. Franciele disse:

    Oi Mayara!

    Você precisa fazer outro passaporte com seu nome de casada.

  259. Franciele disse:

    Oi Daniel!
    Não posso dizer com certeza se você terá seu visto negado caso não leve o comprovante, mas o IR é um dos documentos mais importantes pedidos pelo consulado. Acho que você pode tentar entrar em contato com seu pai ou o contador e ver se não há uma forma de te mandar o comprovante via -email ou Sedex.

  260. Franciele disse:

    Oi Emília! Ficamos felizes por ter ajudado você a conseguir o visto! :)

    Só é preciso ressaltar que em alguns casos os documentos realmente não são solicitados, mas no seu caso, você precisou pelo menos mostrar comprovante de matrícula. Acredito que se a pessoa que teve o visto negado (como descrito por você), tivesse levado todos os documentos que pedem no consulado, poderia ter conseguido o visto também.

  261. Franciele disse:

    Oi Fernanda!

    Já que ele virá ao Brasil para te ajudar no processo do visto, creio que você pode dizer que é ele quem pagará sua viagem. Se ele te acompanhar na entrevista, vocês podem explicar tudo ao consulado e ele pode provar que vocês não pretendem fazer nada ilegal. Mas como você não tem muitos vínculos com o Brasil, pode ser que pese na hora de liberarem o visto.

  262. Franciele disse:

    Oi Danielly!

    Procurei aqui pela internet e não achei nada falando sobre o seu caso, mas como disseram por telefone a você, acredito não ter maiores problemas. Não sei como fica a questão do cadastro, mas contanto que você cancele sua entrevista em Brasília, o máximo que vai ter que fazer é explicar no consulado que você se enganou.
    Qualquer coisa você fala com a moça que distribui as senhas no dia da entrevista e ela te explica certinho como proceder :)

  263. Franciele disse:

    Oi Jaime!

    Você deve antes de tudo pagar o valor de 38 reais, como descrito nesse post. Você pode pagar essa taxa e utilizá-la para agendar a entrevista para você e suas três irmãs solteiras, assim como sua irmã casada pode pagar a taxa para uso dela e do marido.
    Depois do pagamento da taxa será fornecida uma senha, que você vai usar para acessar a área de agendamento do site. O próximo passo é preencher o DS-160 e no caso de vocês, é indispensável colocar o contato dos patrões de sua filha, que estão fazendo o convite. Não se esqueça de imprimir a confirmação de preencimento do formulário, que será gerado assim que você confirme o preenchimento ou por e-mail, caso você escolha essa opção. A seguir é preciso pagar a taxa de 131 reais, em uma agência do Citibank, bastando apenas chegar lá e apresentar seu passaporte para que o boleto seja gerado. É importante ressaltar que essa taxa, diferente daquela de 38 reais, deve ser paga individualmente.
    As cartas da família só serão úteis no dia da entrevista, para apresentar como comprovante de que vocês estão sendo convidados.
    Além disso é importante levar os documentos que mostrem que vocês podem bancar a viagem e que confirmem seus vínculos com o Brasil.

  264. Franciele disse:

    Oi Rayana!

    Não vejo problemas maiores para você conseguir seu visto. Só certifique-se de levar todos os documentos da sua mãe, como extrato bancário, IR, documentos com declaração de bens, etc. Leve também documentos que atestem seus vínculos com o Brasil, como um comprovante de matrícula.
    A meu ver o fato de vocês estarem em um grupo grande só aumenta as chances do visto ;)

  265. Franciele disse:

    Oi Elaine!

    Acredito que esses documentos sejam suficiente. O IR deve ser levado mesmo que a quantia seja menor, para o caso de pedirem. Vocês podem pedir alguma carta da OAB RJ que comprove os serviços que ele presta.

  266. Maíra Fedatto disse:

    Oi Franciele. Não, ficarei na casa do meu amigo, ele retornou ao Brasil. Minha entrevista é semana que vem e cada vez fico mais nervosa. Então elaborei item por item, e peço tua opinião:
    - Me formei em Jornalismo em Agosto do ano passado.
    - Me mudei para Brasília para estudar para o concurso do Itamaraty para Diplomacia. Faço o Clio, curso referência e caríssimo.
    - Curso, também, uma matéria como aluna especial no Mestrado da UNB, porém as aulas irão até Julho.
    - Não trabalho, e nunca trabalhei. Meus pais são aposentados e possuem renda anual de 115 mil cada, e serão eles que bancarão minha viagem.
    - Não moro com eles. Eles moram em Campo Grande e eu em Brasília, em um apartamento alugado.
    - A minha família toda possui o visto, exceto eu que não pude ir junto no dia.
    - Meu pai já esteve nos EUA e recentemente renovou o visto, sem nenhum problema, nem sequer um documento apresentado
    - Minha irmã em janeiro deste ano esteve em Baltimore, estagiando no Hospital da Universidade de John Hopkins. Também conseguiu o visto sem nenhuma dificuldade, mas ela fez junto com meus pais.
    - Não tenho a MENOR pretensão em ficar por lá. Minha viagem é de exatamente 15 dias, para conhecer Miami e NYC.
    Os documentos que separei para levar são: Os 3 últimos Impostos de Renda (não tenho os extratos bancários, pois meus pais estão na Europa e não podem me enviar), meu contrato de aluguel + seguro fiança preso com a imobiliária devido a ausência de fiador, contratos do cursinho + boletos de pagamento do mesmo, contrato de celular, diploma de inglês, diplomas da Universidade de Cambridge que prestei provas e diploma de conclusão de curso.
    Já tenho as passagens compradas, mas me aconselharam a não levá-las. Faltaria alguma coisa?
    Obrigada
    Maíra

  267. Franciele disse:

    Olá Marcelo!

    Eu ainda não fiz um agendamento com esse novo formulário, mas a informação que é passada no site oficial da embaixada é que você deve fazer seu agendamento e só então preencher o DS-160. Até porque esse formulário pode ser feito até 2 dias antes de sua entrevista.
    Verifique se o número pode ser encontrado antes de seu preenchimento.

  268. Franciele disse:

    Oi Ana Paula!

    Esse código de barras está sim vinculado à sua entrevista. Você inclusive deve apresentá-lo no dia. O que te aconselho é tentar cancelar esse agendamento e tentar refazer o DS-160, dessa vez com a foto. Não sei como funciona exatamente o processo de cancelamento, mas você pode ligar na embaixada e se informar bem certinho sobre isso.

  269. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Que bom que você conseguiu o visto!!

    Quando viajei para os Estados Unidos não foi pedido nada relacionado a vacinas, mas com essa epidemia de H1N1 é possível que eles estejam exigindo essa vacina. Se você já tomou, apenas leve o comprovante da vacina, caso alguém peça.

  270. Franciele disse:

    Oi Maíra!

    Além dos documentos citados por você, se puder leve cópias dos vistos dos seus familiares, o consulado sempre aconselha as pessoas a fazerem isso.
    No mais, acredito que suas chances são enormes!

    Boa sorte!

  271. Franciele disse:

    Oi Clara!

    Não vejo motivos para que seu visto seja negado. Só se certifique de que está levando todos os documentos que comprovem não só seus vínculos com o Brasil mas também os documentos do seu pai, já que ele vai custear sua viagem.
    No campo em que é pedido loja/empresa/organização, você pode colocar “I don’t know” e explicar que ainda não comprou as passagens e o hotel e está esperando a obtenção do visto para tomar as providências.
    No entanto se você quiser colocar algo, pode pesquisar na internet o hotel em que pretende ficar e colocá-lo nesse campo. Depois você decide se vai para esse mesmo ou vai procurar outro. Mas não coloque qualquer um, porque se perguntarem o motivo pelo qual você escolheu esse hotel, você precisa responder passando a eles confiança.

  272. Franciele disse:

    Oi Elaine!
    Você pode entrar nos Estados Unidos até um dia antes da data de vencimento do seu visto. Sendo assim, não tem problema você ir para lá em agosto utilizando esse visto.

  273. Franciele disse:

    Oi Marina!
    Você pode sim cancelar seu formulário. Nesse caso você deverá preencher outro DS-160, obter outra página de confirmação e agendar novamente sua entrevista.

  274. cintia disse:

    Olá, talvez eu consiga ajudar…. eu fiz o agendamento antes ( tem que pagar aquela taxa de R$38,00, paguei no cartão de credito)… pelo que me informei por telefone o formulário pode ser preenchido depois sim.
    Abç

  275. Franciele disse:

    OI Patrícia!

    O fato de ter um visto negado, no seu caso, creio que não será levado muito em conta, já que negaram por sua falta de vínculos e dinheiro. Com empresa própria, bens e vínculos não vejo motivos para negarem seu visto dessa vez :)

  276. Franciele disse:

    Oi Elaine!

    Acredito que você pode colocar tanto separado judicialmente como outros. No caso do parentesco, se você puder colocar algo como “companheiro”, é suficiente. Aí no dia da entrevista é só explicar, caso o agente consular peça alguma explicação. Se você não puder colocar “companheiro”, coloca “outros” ou então a opção que chegue mais perto da relação de vocês. Tudo pode ser explicado no dia, caso exista dúvidas da parte do consulado.

  277. Franciele disse:

    Oi Carlos Alberto!

    Eu realmente não me lembro se é possível colocar mais de uma pessoa, mas se o campo de preenchimento for livre, sem opções pré-estabelecidas, não vejo problema em colocar você e sua mulher como patrocinadores da viagem.
    Quanto à outra dúvida, menores entre 14 e 17 anos devem comparecer ao consulado acompanhados dos pais ou responsáveis. Aconselho que os documentos, se possível, sejam apresentados na sua forma original, porque o consulado não retém nenhum deles. Se você puder levar uma cópia ou o visto da avó de seu filho, também será útil.

  278. Franciele disse:

    Oi Marcela!

    Se você for ficar na casa dele ou visitá-lo, essa informação é imprescindível. Caso sua viagem não tenha ligação com ele, a informação deve ser dada apenas se você for questionada sobre o assunto.
    No entanto, no preenchimento do DS-160 há uma pergunta relacionada a conhecidos nos Estados Unidos. Nesse caso você deve colocar que tem seu irmão lá.
    Como sempre digo, o mais importante são seus vínculos no Brasil e não sua falta de vínculos nos Estados Unidos ;)

  279. Franciele disse:

    Oi Cintia!

    Você pode dizer no formulário que é autônoma e se munir desses documentos citados caso peçam. Se não for pedido, não se preocupe em dar explicações sobre sua ocupação. Seus bens e sua condição financeira são pontos bastante positivos para a obtenção do visto. No mais é ter calma e passar a eles transparência e confiança :)

  280. Patricia disse:

    Obrigada Franciele, te conto quando voltar de lá rs… bjs

  281. Franciele disse:

    Oi Heloísa!

    Quando o visto vem com algum erro, a embaixada diz que é preciso levá-lo ao posto consular em que ele foi emitido. Como sua viagem é domingo, acredito que você pode ligar no consulado e ver qual o melhor procedimento no seu caso ;)

  282. Franciele disse:

    Oi Vagner!

    Se você puder fazer sua matrícula no cursinho antes do visto (conversa com o pessoal e explica tudo, acho que eles podem achar uma forma de fazer a matrícula antes), ou então arrumar algum documento relacionado ao alistamento, acho que pode ser útil.
    Como toda sua família está no Brasil, é um vínculo com o país. Você pode também fazer um roteiro de viagem, para o caso de o agente consular te perguntar quais são seus planos para a Disney.
    Você não tem muitos vínculos, mas muitos adolescentes na sua idade vão para a Disney, então tenta não ficar nervoso durante a entrevista e falar apenas o que for perguntado, passando a eles sinceridade e confiança ;)

  283. Franciele disse:

    Oi Daniel!
    Infelizmente não tenho certeza quanto ao seu caso. Procurei na internet e não achei nada falando sobre o assunto. Mas se vocês fizeram outro preenchimento, e é dele o número que consta na página de dados pessoais, acho que o outro é automaticamente anulado.
    Mas para se certificar da informação, sugiro que você ligue no consulado e se informe certinho sobre o que fazer, para que sua irmã não corra o risco de ter a entrevista cancelada por um detalhe. Depois que fizer isso, você pode vir aqui e contar pra gente como resolveu a questão :)

  284. Franciele disse:

    Oi Ana!

    Se você ainda é legalmente casada, acredito que deve marcar a opção referente a isso. Não sei se o consulado costuma procurar por essas informações, mas caso façam isso, encontrarão nos registros que você ainda está casada. Se perguntarem sobre isso, você explica que se separou, mas não legalmente, e por isso marcou essa opção.

    Quanto à passagem, veja se você pode mudar a data de embarque ou então reaver o dinheiro, caso algo dê errado. Mas com as informações que você me passou, acredito que as chances de conseguir o visto são grandes ;)

  285. Franciele disse:

    Oi Ana Paula!

    Quando você esteve nos Estados Unidos foi de forma ilegal?
    Se esteve, mesmo sem visto, as chances de terem algum registro seu por lá são grandes. Nesse caso eles podem negar seu visto, a menos que você comprove fortes vínculos com o Brasil e passe a eles a ideia de que realmente está indo lá apenas a turismo.

  286. Franciele disse:

    Oi Clara!

    Quando viajei, preenchi um formulário (passado a mim pela agência de intercâmbio) com os dados do meu pai. Além disso ele assinou uma carta que foi autenticada em cartório, mas realmente não lembro o conteúdo dela, só lembro que era relativo ao custeio da viagem. Você pode ligar em alguma agência e ver certinho o que é preciso colocar nessa carta, mas ela é realmente necessária.

  287. Daniel disse:

    Eu simplesmente não consigo falar com a embaixada :S Só ouço mensagens automáticas, e não tem nenhuma opção de falar com alguém, então acho que vou tentar a sorte e ir direto na entrevista mesmo. E qualquer coisa eu aviso aqui…

  288. Franciele disse:

    Oi Rodrigo!

    Dei uma procurada na internet a respeito da sua dúvida. Se ocorrer algum erro no DS-160, você pode preencher outro, porque o enviado não pode ser editado. Nesse caso você deve levar apenas a confirmação com o código de barras do DS-160 correto.

  289. Franciele disse:

    Oi Alexandre!

    Para começar, se você quer renovar o visto de turista e obter também o de negócios, precisa pedir o visto B1/B2, que serve para os dois casos.
    Tendo seu visto aprovado, deve pagar no consulado mesmo uma taxa de 60 reais, referente ao visto de negócios.
    Para quem vai solicitar visto de negócios, além dos documentos necessários para todos, é preciso levar a petição de visto de trabalho aprovada pelo Departamento de Segurança Nacional (DHS, antigo Serviço de Imigração e Naturalização INS), além dos documentos que levaram à aprovação da petição de trabalho.
    Como o visto que você vai solicitar inclui turismo e negócios, acho que não há possibilidade de apenas uma das categorias serem aceitas, em todo caso, acredito que um visto de negócios sempre é mais fácil de conseguir do que o de turismo. No seu caso, acho que será concedido sem maiores problemas! :)

  290. Franciele disse:

    Oi Quelle!

    Não entendi direito se você pretende pedir visto no Brasil ou no Líbano.
    O problema não é ter conhecidos nos Estados Unidos, mesmo porque através do seu visto eles vão ver que você foi au-pair. O problema maior que eu digo é quando a pessoa conhece ilegais e vai envolvê-los no processo.
    Você pode preencher o DS-160 dizendo que conhece pessoas lá, mas não precisa entrar em detalhes na entrevista caso isso não seja perguntado.
    No campo de custeio da viagem você precisará dizer quem vai bancar a sua, então é bom dizer que será seu namorado.
    Seu problema maior é a falta de vínculos com o Brasil, mas se você tem vínculos no Líbano, acredito que possa substituir os vínculos com o Brasil.

  291. Franciele disse:

    Oi Marina!

    Em todos os lugares que passam informações a respeito do visto, consta que o “passport book number” não se aplica ao nosso caso. No entanto, se algum leitor que já preencheu o DS-160 e tirou o visto puder confirmar a informação, eu agradeço :)

  292. Franciele disse:

    Oi Ricardo!

    Acredito que basta ela dizer no formulário que o noivo bancará a viagem. E acho melhor sim que ela coloque você como patrocinador da viagem, porque não sei se dois salários mínimos são suficientes pro pessoal do consulado.

  293. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Que bom que você conseguiu o visto!

    Essa preocupação em levar os documentos é mais por precaução, caso peçam algo mais específico. Nesse caso, se você não tiver o documento, é motivo para ter o visto negado. Mas muitas vezes eles realmente não pedem tudo que preparamos para levar.

    Obrigada por passar aqui para nos dizer como foi sua entrevista e, assim, passar para o pessoal um relato mais aproximado de como é o processo da entrevista :)

  294. Franciele disse:

    Oi Cassia!

    Desde que mencionar esse trabalho informal não comprometa a declaração do IR, não vejo problemas em ser mencionado. Inclusive é bom informar, se possível, no DS-160 ou na carta de custeio da sua filha.
    Quanto a quem vai acompanhá-la na entrevista, não há necessidade de ser a pessoa que vai pagar a viagem. Basta que seja um dos pais ou outro responsável legal.

  295. Franciele disse:

    Oi Maria Luiza!

    O primeiro passo no processo do visto é o pagamento da taxa de 38 reais, para obter a senha de acesso ao site. Enquanto que o DS-160 pode ser respondido até dois dias antes da sua entrevista.
    Sendo assim, não sei o motivo pelo qual é pedido o número de confirmação do DS-160 e não achei nada relativo a isso na internet. Já tivemos uma dúvida assim há alguns dias e uma leitora, a Cíntia, nos ajudou dizendo que pagou a taxa sem maiores problemas. Infelizmente não posso ajudar muito, mas sugiro que você tente entrar em contato com a embaixada, pelo telefone ou contato no site, para se certificar da informação.

  296. Franciele disse:

    Oi Elana!

    No dia da entrevista você pode acompanhá-la sem o pai sim. O consulado pede que menores de idade entre 14 e 17 anos compareçam na entrevista pelo menos com um dos pais ou responsável legal.

  297. Franciele disse:

    Oi Lorene!

    No dia da entrevista você estará casada? Se não, você pode colocar que está solteira e falar que vai se casar e irá passar sua lua-de-mel nos Estados Unidos. Vale ressaltar que suas passagens devem estar também com seu nome de solteira, para evitar problemas no check-in :)

  298. Franciele disse:

    Oi Marcio!
    Obrigada :D

    Então, o consulado aconselha que as pessoas não comprem passagens antes de tirar o visto, para não perderem dinheiro caso ele seja negado. Mas o que grande parte das pessoas faz é comprar as passagens com antecedência, para aproveitar as promoções. Fato é que para eles isso não é levado em conta na teoria.
    Quanto ao hotel, é bom pelo menos ter em mente em qual você irá se hospedar, assim como uma pequeno planejamento do que você pretende fazer por lá, para não ser pego desprevinido caso façam perguntas referentes a isso ;)

  299. Franciele disse:

    Oi Jorge!

    Como você já teve vários vistos, acredito que não terá grandes problemas, mesmo que sua namorada seja americana.
    Mas só diga que tem uma namorada lá caso perguntem. A princípio diga que vai viajar a turismo e para rever as pessoas que você conhece por lá ;)
    Se ele perguntar quem você conhece ou se você tem namorada, aí você diz sobre ela. Mas não precisa entrar em maiores detalhes caso a pergunta não seja direcionada.
    Mas se você vai ficar na casa dela e ele perguntar onde você vai ficar, acredito que seja melhor dizer que vai se hospedar na casa da sua namorada.

  300. Franciele disse:

    Oi Lucio!

    Na entrada do consulado eles apenas conferem se os formulários e taxas estão corretos.
    Esses documentos de comprovação de renda e bens só vão ser pedidos pelos agentes consulares, no momento da sua entrevista.
    Quanto aos documentos, eles não ficam com nada. O que você vai deixar no consulado é apenas seu passaporte.
    Os documentos servem mesmo apenas como verificação, e sempre que possível, leve os originais ao invés das cópias :)

  301. Franciele disse:

    Oi Beatriz!
    Infelizmente não é possível sair dos Estados Unidos depois do vencimento do seu visto, mesmo que seja apenas um dia depois da data :/

  302. Marcia disse:

    Bom dia, Franciele,
    Lembrei que antes da implantação do DS160, assisti a uma entrevista de David Meron (Consulado SP) no UOL. Nesta entrevista ele explicava essa questão de expiração do visto e validade condedida pela Imigração nos EUA (entrada).
    Vc poderia confirmar?
    Parabéns pelo Blog e pela seriedade.
    Marcia
    Links:
    *** http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2010/04/05/mudancas-no-atendimento-para-vistos-de-entrada-nos-eua-devem-reduzir-filas.jhtm, item ‘QUANDO ENTRA EM VIGOR O VISTO DE 10 ANOS?”
    *** Tb encontrei a resposta para a questão “My visa will expire while I am in the United States. Is there a problem with that?” em http://travel.state.gov/visa/questions/questions_1253.html

  303. Franciele disse:

    Oi Livia!

    É possível sim, mas sempre rola aquele medo de acharem que o último ano significa poucos vínculos com o Brasil.
    Em todo caso, também conheço pessoas com essa situação que conseguiram o visto.
    Acho que se você provar outros tipos de vínculos e que tem condições de pagar a viagem, não terá problemas na obtenção do visto :)

  304. Franciele disse:

    Oi Mayara!

    Essa é uma das maiores dúvidas do pessoal. Eu não posso afirmar com total certeza, porque quando tirei meu visto não existia o DS-160, mas muita gente já preencheu o Ds-160 após ter marcado a entrevista e pelo que sei, não houve problema algum. Creio que é um campo que pode ser deixado em branco. Se você quiser ter certeza da informação, pode entrar em contato com a embaixada :)

  305. Franciele disse:

    Oi Juli!

    Infelizmente as suas chances de conseguir o visto são mínimas. Se você entregou o I-94 quando saiu dos Estados Unidos, provavelmente terá seu visto negado. Se você não entregou, pode até conseguir o visto, mas corre o risco de chegar nos Estados Unidos e ser barrada, por eles não terem a informação da data em que você deixou o país.

  306. Franciele disse:

    Oi Menny!

    Eu realmente não sei te responder, mas tente procurar no site em que você fez o agendamento, para ver se não há alguma opção como “reimprimir o comprovante do agendamento”, ou algo similar.

  307. Franciele disse:

    Oi Renata!

    Como respondi há algum tempo para outra leitora do blog, não tenho muitas informações sobre a forma de preenchimento no caso do passaporte antigo, mas aconselho que você preencha o surname com seu(s) sobrenome(s) e o given name com seu primeiro nome. No dia da entrevista, no momento de pegar as senhas, você pode confirmar a informação com a moça que entrega as senhas. Caso esteja errado, ela pode arrumar para você.

  308. Franciele disse:

    Oi Lucio!

    Fico feliz que você tenha conseguido o visto com a ajuda do blog :)
    E agradeço por voltar aqui e compartilhar sua experiência com todos nós. Acho que relatos como o seu são fundamentais para passar tranquilidade às pessoas e provar que tirar o visto não é um bicho de sete cabeças, embora seja necessário tomar as devidas precauções para não correr o risco de ter o visto negado ;)

  309. Franciele disse:

    Oi Mayara!

    Não vejo motivos para desconfiarem de você apenas porque está indo sozinha. Muitas pessoas fazem isso.
    Quanto aos documentos, acredito que qualquer coisa que comprove seus vínculos com o Brasil sejam úteis, como matrícula de faculdade ou coisa similar, comprovantes de pagamento, além de documentos de bens, caso seja seu caso.
    O extrato bancário pode ser sim aquele obtido nos caixas eletrônicos.
    A declaração de suporte financeiro que eu preenchi quando viajei foi uma fornecida pela minha agência e continha dados do meu pai como salário, bens no nome dele, CPF, RG, entre outras coisas. Além disso, ela estava assinada e constava lá a informação de que ele pagaria a viagem. Ela precisa sim ser autenticada.

  310. Franciele disse:

    Oi Marcia!
    Obrigada :)

    Pelo que entendi das informações da entrevista, fica a critério dos funcionários do governo, no momento em que você chega aos Estados Unidos, determinar seu tempo de estadia no país. Nesse caso, se o visto for vencer em uma data próxima à da sua chegada, provavelmente eles não vão te dar o visto para além dessa data.

    Em relação ao visto B1-B2, eles serão sim concedidos em conjunto. Assim, se você solicitar o B1 ou o B2 e seu visto for aprovado, automaticamente terá o outro visto concedido também.
    Acredito que com visto de turista você não precisa de um referente a trânsito.

  311. Franciele disse:

    Oi Patrícia!

    Procurei na internet, nos sites de busca e em comunidades do Orkut, e não achei nenhum comentário a respeito de uma pane geral no site.
    Talvez se você tentar hoje novamente, ele esteja normal :)

  312. Franciele disse:

    Oi Anita!

    Mesmo que sua mãe tenha ficado lá ilegalmente por algum tempo, acho que o mais importante mesmo é provar os seus vínculos com o Brasil. Se eles forem bons, não vejo motivos para negarem seu visto.
    É importante ter em mente seus planos para a viagem, para explicar certinho no dia da entrevista e não deixar dúvidas quanto aos seus objetivos reais no país. Se você trabalha, estuda, tem bens no Brasil, leve tudo que comprove isso.

    Se por acasoperguntarem algosobre sua mãe, apenas diga que ela vive lá de forma legal. Se perguntarem com quem ela vive, etc, diga que ela é casada com um americano, mas não vejo motivos para você destrinchar toda a vida dela nos Estados Unidos se isso não for pedido. Só responda o que te perguntarem :)

  313. Patricia disse:

    ok mas já tentei hoje tb, ele nao prossegue será que é porque estou usando UBUNTU é da Linux e não Windows…

  314. Franciele disse:

    Patrícia, entrei no site pelo Ubuntu e consegui passar da etapa de upload de foto, então acho que não há problemas com o Linux.
    Você consegue enviar a foto ou o sistema trava antes disso?

  315. Franciele disse:

    Oi Patrícia!
    Não sei muito bem como funciona o cadastro do passaporte e visto, mas acho que por via das dúvidas, você deve manter o mesmo endereço para ambos. Uma alternativa é chegar no consulado, no dia da entrevista, e tirar essa dúvida com as atendentes que conferem seus formulários. Em caso de erro, elas podem fazer uma correção no dia :)

  316. Franciele disse:

    Oi Sinara!

    Nos Estados Unidos a casa dos milhares é separada por vírgulas, sendo 2 mil reais modificado para 2,000 :)

  317. Franciele disse:

    Oi Silvia!

    Não há problema algum em escolher um consulado mais distante de onde você mora. É recomendado optar por aquele que fica mais próximo apenas para facilitar o deslocamento dos solicitantes e distribuir bem o número de pessoas no dia da entrevista.

  318. Franciele disse:

    Oi Jones!

    No campo do passport book number você deixa em branco e coloca “does not apply”. No caso do “are you the principal applicant”, é para quando mais de uma pessoa vai pedir visto, no caso pais e filhos, sendo um dos pais o principal requerente. No seu caso, o principal requerente é você mesmo.

    Quanto ao seu processo de cidadania, não sei até que ponto isso pode ser levado em conta, uma vez que você ainda não tem. Todos os vínculos com o Brasil são úteis, então se você levar sua matrícula da faculdade e uma carta falando do seu estágio, pode ajudar sim :)

    A entrevista é feita com americanos, mas eles falam com você tanto em português quanto inglês. Acredito que no caso de vistos de turistas, eles falem em português, mas para vistos de intercâmbio geralmente as entrevistas são feitas em inglês, mesmo porque partem do pressuposto que essas pessoas entendem o idioma.

    Não sei dizer com certeza quais os preços de taxis nas cidades, mas em São Paulo o aeroporto mais próximo da embaixada é o de Congonhas. Não posso falar o tempo exato que demora de lá até a embaixada, mas creio que sem muito trânsito dá algo em torno de 20 a 30 minutos. Já no Rio de Janeiro, o Aeroporto de Santos Dumont fica bem próximo ao consulado, você deve chegar lá em menos de 10 minutos, de carro.

  319. Franciele disse:

    Oi Renee!

    Acredito que o apartamento em seu nome e a matrícula na faculdade sejam suficientes para provar seu vínculo. Além disso, é bom que você leve alguma carta da empresa em que você trabalha, confirmando não só seu vínculo com o emprego mas também seu salário.

  320. Franciele disse:

    Oi Mayara!

    Não é obrigatório o preenchimento desse campo relativo ao hotel, mas é sempre bom você já fazer uma pesquisa e colocar o que te agradou mais e que provavelmente será sua escolha real de hospedagem, para não deixar dúvidas quanto ao objetivo da sua viagem. Se você puder já preparar um roteiro simples, com prováveis locais que irá visitar, melhor ainda. Não que seja algo que eles vão exigir sempre, mas serve como precaução.
    Para qual cidade você pretende ir?

    Em relação a vestuário, você não precisa ir vestida com roupa social, mas precisa passar uma boa impressão. Para isso, evite blusas muito decotadas e calças vulgares. Opte por um sapato elegante, mas discreto. Aliás, creio que discrição nesse caso é a palavra chave ;)

  321. Franciele disse:

    Oi Lourival!

    No campo “Monthly Salary in Local Currency” você deve colocar seu salário mensal em reais, enquanto que “Briefly describe your duties” pede que você coloque sua ocupação na empresa.

    Acredito que não há diferença entre imprimir em uma jato de tinta ou laser :)

  322. Franciele disse:

    Oi Mayara!

    Eles não ficam com nenhum documento, exceto seu passaporte ;)

  323. Franciele disse:

    Oi Ricardo!

    Para aumentar suas chances de conseguir o visto, você deve pedir uma carta da sua empresa confirmando que seu cargo possibilita ou requer a ida para os Estados Unidos a negócios ou treinamento. Para suprir a falta de bens em seu nome, creio que seria bom pegar com a empresa também uma carta afirmando seu vínculo com eles, ainda mais se você estiver lá há algum tempo.

    Quanto ao seu pai, você não precisa dizer que ele esteve lá ilegalmente se não te perguntarem nada. Se de alguma forma eles tiverem essa informação e perguntarem a respeito disso, diga que seu pai morou lá sim, mas que você não tem maiores detalhes sobre os meios por ele utilizados. No entanto, não acredito que esse fato vá te atrapalhar, ainda mais porque seu objetivo maior é ir para lá apenas a negócios :)

  324. Franciele disse:

    Oi André!

    Vi um caso de uma pessoa que pediu o visto com passaporte constando o nome de solteira e devido a isso, ela teve que fazer uma tradução da certidão de nascimento juramentada, que custou algo em torno de 120 reais, para poder apresentar na viagem.
    Acho que nesse caso, vale mais a pena fazer outro passaporte com o nome de casada, que vai sair praticamente o mesmo preço.
    Mas para se certificar da informação, sugiro que você entre em contato com a embaixada ou pelo menos com uma agência de viagens, que eles podem te passar informações mais específicas :)

    Quanto ao visto anterior, acho que o aconselhável é colocar o B1 na frente sim. De qualquer forma, eles vão saber do que se trata ;)

  325. Ana Paula disse:

    Oi Francele,
    Esse negócio de ligar pra embaixada… Ninguém merece, né? Confesso que até o dia da entrevista, essa minha dúvida da foto persistiu.
    O passaporte era do meu filho de 4 anos. Então, no dia da entrevista, resolvi ir com os dois códigos de barra: um sem foto, e outro com a foto.
    Depois de alguns minutos na fila, a moça atras do balcão pediu o formulário. Resolvi mostrar o com a foto. Então me perguntou se eu e meu marido tínhamos o passaporte com o visto. Respondemos que sim, só faltava a criança. Então ela me disse que assim ficava mais fácil. Pegou os 3 passaportes e depois a embaixada nos entregou em 5 dias úteis.
    Graças a Deus deu tudo certo.
    Obrigada pela sua ajuda e parabéns pelo site.

  326. Franciele disse:

    Oi Esther!

    Dei uma olhada na internet e pelo que vi, não é possível fazer requerimento para dois tipos de visto. Se você optou por pedir o de turista, pode chegar lá e mudar para o de estudante, contanto que comprove que irá estudar, mas o contrário – chegar com visto de estudante e mudar para turismo – não é possível. Mas acho que se você muda para visto de estudante, seu visto não terá mais a validade do tempo equivalente ao turismo.
    No seu caso, creio que o melhor é pedir apenas o de estudante agora e quando retornar ao Brasil, tentar o visto de turista :)

  327. Franciele disse:

    Oi Claudia!

    Não entendi bem a finalidade da sua viagem. Porque se sua empresa está pagando seus custos, seria uma viagem a negócios?
    É importante deixar bem claro o motivo pelo qual você vai ser bancada pela empresa. Acho que não há problemas em dizer que vai ficar na casa da sua amiga, porque mesmo que você esteja indo para trabalhar, se ela mora no local, você pode dizer que está aproveitando para visitá-la.

  328. Franciele disse:

    Oi Ana Paula!!

    Fico feliz por ter podido ajudar e que você tenha conseguido o visto para seu filho :)

    Realmente, na dúvida, é bom levar tudo, pois assim é mais difícil de ter o visto negado por algum engano ou falta de documentos.

    Obrigada por voltar aqui e nos contar sua experiência!

  329. Franciele disse:

    Oi Cleber!

    No DS-160 da sua esposa aparece a opção de visto de turismo?
    Quais são as opções que aparecem para você no espaço “outros”?

  330. Franciele disse:

    Oi Rafael!

    Coloque seu nome exatamente como está no passaporte. Não há problema por algum dos documentos estar com nome diferente, porque se for preciso, a mudança é feita com o agente consular no dia da entrevista ;)

  331. Franciele disse:

    Oi Bartira!

    O valor deve ser colocado nos padrões americanos. Por exemplo, se você ganha 5 mil reais por mês, coloque 5, 000. Não precisa colocar os valores referentes aos centavos, que aqui no Brasil colocamos antecedidos por vírgulas :)

  332. Bartira Demarchi disse:

    Ok, Franciele, muito obrigada pela resposta. Muito gentil da sua parte emprestar seus conhecimentos para quem tem duvidas.
    Um abraço!

  333. claudia disse:

    bem ganhei as passagens por bons serviços prestados, não seria uma viagem a trabalho…. a empresa ja se propos a me dar carta de referencia, carta dizendo que tenho prazo para ir e voltar da viagem, posso levar os extratos da empresa ou de quem comprou as passagens, no caso a dona da empresa que tem declaração de imposto de renda e extratos bancarios dela e meus contra cheques mais humildes onde nem chego a pagar IRRF, meus extrato bancario. grata

  334. Franciele disse:

    Oi Bartira!

    Eu agradeço a vocês por confiarem em mim :)

    Sei como é complicado e o quanto esse processo causa dúvidas e insegurança e tento ajudar o pessoal sempre que posso, para facilitar o máximo possível.

  335. Franciele disse:

    Oi Rafael!

    Se a universidade vai pagar tanto sua viagem quanto suas despesas gerais no tempo em que você for ficar nos Estados Unidos, acredito que fica em segundo plano a necessidade de você ter condições de se bancar. Mas os vínculos com o Brasil são um caso à parte, já que você pode, se quiser, ficar lá nos Estados Unidos ilegalmente após o período de validade da sua bolsa. Acho importante também você levar uma carta da universidade dizendo que será responsável pelas suas despesas.

    Quanto à escritura da casa, é sempre bom levar a original, a menos que você tenha medo de perder ou algo do tipo, porque o consulado não retém nenhum documento além do seu passaporte ;)

  336. Franciele disse:

    Oi Cláudia!

    Nesse caso, não vejo dúvidas em colocar o endereço de sua amiga como referência ;)

    Boa sorte!

  337. claudia disse:

    o valor que tenho que pagar no citybank vc pode me dizer quanto é?? tenho que pagar em reais ou dolar??? e a taxa de 38,00 para preencher o forumlario ainda existe?? grata

  338. Franciele disse:

    Oi Rodrigo!

    Caso o visto seja negado, o passaporte é devolvido na hora, junto com seus documentos ;)

  339. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Obrigada :)

    Acredito que basta levar esses documentos que você disse ter. O extrato é esse bem simples mesmo. A grande maioria das pessoas tira eles nos caixas eletrônicos.
    Quanto ao DECORE, não vejo problemas. Basta que prove, de forma legítima, seus ganhos.
    Acho válido também levar esses documentos de compra e venda, que de qualquer forma, mostra que você está pagando pelos bens.

    Pelo seu salário, não vejo motivos para o visto ser negado, mesmo que você já tenha tentado duas vezes :)

    Boa sorte!

  340. Franciele disse:

    Oi Pat!

    Desculpe, mas não entendi direito. Você quer marcar outra data para entrevista, antes da já marcada? Ou então esse “erro” no preenchimento do agendamento é para outro objetivo?

    Eu procurei na internet e não encontrei muita coisa sobre o assunto. O que sei é que você pode alterar quase todos os dados do agendamento na página. Não sei se isso resolve seu caso.
    Acredito também que você pode notificar seu erro no momento em que chegar ao consulado para a entrevista.
    Mas se você puder me explicar mais detalhadamente o que vai fazer, posso ver se encontro alguém com esse caso :)

  341. pati disse:

    Franciele, é isso mesmo, eu gostaria de tentar antecipar a data, mas, por garantia, não queria desmarcar a outra… a questão é: como proceder quando há erro no preenchimento dos dados para o agendamento da entrevista?? Como, por exemplo, uma letra a mais no seu nome. Esse tipo de dado não dá pra mudar pelo site. Vc acha que teria alguma possibilidade do visto ser negado por conta disso? Será que eu já aviso no começo da entrevista?? Friso que não há qualquer erro no formulário e todos os meus documentos estão ok. Enfim, só queria saber se isso pode me acarretar algum problema…
    Obrigada mais uma vez!

  342. Franciele disse:

    Olha Pati, eu acho que todos esses erros de preenchimento podem ser ajustados no dia da sua entrevista. Basta que notifique a quem vai olhar seus documentos no dia e eles te dirão o que fazer. Mas todos os casos de erros, as pessoas sugerem que você deixe para resolver no dia da entrevista mesmo.
    Eu te falei que talvez pudesse ser arrumado no site porque vi alguém falando dessa possibilidade, mas se você já tentou, só resta a primeira opção mesmo.

  343. Franciele disse:

    Oi Claudia!

    O valor a ser pago no Citibank é de 140 dólares e você pode fazer sim o pagamento em reais. No caso dos 38 reais, essa taxa ainda existe sim, e é a primeira coisa que você deve fazer para conseguir ter acesso à parte do site relativa ao agendamento da sua entrevista :)

  344. Franciele disse:

    Oi Ana!

    Pelo que tenho visto na internet, os formulários para homem e mulher são diferentes. Talvez por isso o seu não tenha algumas das perguntas que o formulário do seu namorado tem.

  345. Franciele disse:

    Olá Lisandro!

    Não deve atrapalhar, porque esse erro é, de alguma forma, insignificante. No entanto, você pode notificar o posto consular (se puder comparecer ao local, melhor!) desse erro e eles te dirão se é necessário fazer alguma modificação. Nesse caso, cada consulado tem um procedimento e eles te passarão todos os direcionamentos para a correção :)

  346. Franciele disse:

    Oi Laerte!

    Começando pelos vínculos, tudo que você puder fazer para comprovar que não tem intenção de ficar nos Estados Unidos é válido. Pode ser que no dia da entrevista não te peçam nada, mas se pedirem, você já está preparado. Portanto creio que mesmo você não precisando gastar com hospedagem, seria bom fazer essa matrícula na pós-graduação. Além disso, se você puder apresentar alguma carta dizendo que qualquer gasto que você tiver será bancada pelo seu pai, ajuda. Eles precisam se certificar de que caso algo dê errado, você terá de onde tirar dinheiro.
    Creio que o i-20 seja suficiente no caso do seu curso de inglês e falar na entrevista que seu objetivo é aprender inglês para sua profissão e para a Copa do Mundo sejam argumentos suficientes. Afinal, você realmente está indo lá para se aprofundar no idioma :)

    Durante algumas entrevistas, os agentes fazem todo o questionário em inglês, mas isso é mais quando você já deve ter conhecimento pelo menos intermediário do idioma. No seu caso, que vai viajar justamente para aprender, acho que a entrevista será em português mesmo. Mas um inglês básico creio que seja necessário apenas para constar.

    Não é necessário falar que sua moradia é seu vínculo. Mas você pode levar algum documento da posse de imóveis no nome do seu pai, para provar que ele pode te bancar caso seja necessário.

    Você não precisa falar sobre sua tia que esteve lá ilegalmente, a menos que eles te perguntem diretamente sobre ela, o que acho difícil. Você estaria omitindo algo caso ela ainda morasse lá, mas como ela está no Brasil, não tem ligação direta com sua viagem.

    Por fim, poucos são os casos em que vi pedirem satisfações pela pessoa ter nome no SPC ou Serasa, mas em nenhum deles o visto foi negado. Caso te eprguntem algo, explique tudo que aconteceu e diga que o processo para pagamento da dívida já está em andamento.
    O importante é passar tranquilidade e segurança, porque você não está fazendo nada de errado ;)

    Boa sorte!

  347. Lisandro disse:

    Oi Franciele. Obrigado pela resposta. Também acho que essa informação é irrelevante. Só pensei que talvez eles pudessem comparar na hora com a informação do passaporte e encrencar. Se bem que se fosse pra complicar acho que nem teriam me dado o visto. Como moro em Porto Alegre, fica meio complicado comparecer ao posto pra isso (que fica em São Paulo). Mandei um email pro consulado pra saber se não consigo verificar e alterar isso pelo tele atendimento. Vou aguardar a resposta. De qualquer forma, se você acha que não me barrariam por causa disso, eu já fico bem mais tranquilo. Grato pela atenção.

  348. Laerte disse:

    Franciele,

    Primeiramente gostaria de agradecer por sua imensa ajuda. Mas ainda queria lhe perguntar algumas coisas. Prometo que é pouco … kkkk

    No caso dos meus familiares, que irão me hospedar, eles devem me mandar algum documento? E ainda, eles precisam ser meus “sponsors” mesmo tendo patrocinadores aqui?

    Minha avó tem várias propriedades no nome dela (no caso, uma fazenda e três casas). Será que posso levar os documentos desses imóveis? Avó pode ser considerada como uma pessoa que possa me bancar? Ou ainda, posso levar os documentos de propriedade dela e do meu pai juntos?

    Mesmo com isso preciso fazer a matrícula na pós-graduação?

    Muito obrigado! Muito obrigado mesmo!

    Laerte

  349. Franciele disse:

    Oi Laerte!

    Acredito que seja necessário sim alguma espécie de carta-convite declarando que a família será responsável por sua hospedagem nos Estados Unidos.

    Em relação aos documentos de imóveis, você deve levar apenas daquele que será responsável por seus gastos. No seu caso, se o seu pai irá financiar a viagem, só será levado em conta os bens pertencentes a ele. Para isso, ele deve fazer uma carta simples, assumindo a responsabilidade por seus custos, e registrá-la em cartório.
    Os bens de sua avó só seriam úteis caso ela fosse a responsável por sua viagem ;)

  350. Franciele disse:

    Oi Cristina!

    Acredito que não seja difícil, no seu caso, conseguir o visto.
    Se você levar uma carta assinada por seu patrão, assumindo suas despesas e registrada em cartório, e ainda dizendo que quando você retornar, ainda terá seu emprego aqui, não vejo motivo para negarem seu visto. Leve seus recibos de pagamento dos últimos três ou quatro meses e também seus extratos bancários. Leve também documentos de bens, caso você tenha algum em seu nome.
    O fato de você já ter ido para lá e feito tudo dentro da lei conta pontos a favor também :)

    No mais é só manter a calma e não se perder em detalhes, porque eles gostam de respostas objetivas.

    Boa sorte!

  351. Lisandro disse:

    Só um update, para aqueles que por ventura, tenham o mesmo problema que eu! Mandei um email ao consulado e recebi a seguinte resposta:

    “Bom dia. Agradecemos seu contato.

    Aconselhamos que o sr. explique esta situação ao oficial da imigração caso seja questionado por esta divergência.

    Atenciosamente,

    Consulado Geral dos Estados Unidos, São Paulo
    Setor de Correspondências de Vistos de Não-Imigrantes”

  352. Franciele disse:

    Valeu pela informação, Lisandro! É sempre bom ter uma resposta oficial, para que não fiquemos apenas em suposições! hehe

  353. Franciele disse:

    Oi Andreia!

    Vou responder por tópicos, para não deixar muito confuso aqui:
    1- Creio que o correto na hora do preenchimento é dar destaque ao emprego que você considera como sendo seu “oficial”. Se você puder colocar os dois, coloque em ordem de importância. E preencha o valor de acordo com o que você declara no imposto, para não se complicar depois.
    2- Só há um requerente principal se as entrevistas de vocês serão feitas juntas. Acho que nesse caso, você coloca como requerente principal o responsável pela viagem.
    3 – Na parte do “US Point of Contact Information”, você tem duas opções: escrever ‘does not apply’ ou ‘I don’t know’. Veja qual das duas opções se adapta melhor ao caso ou que dá para colocar. Você não é obrigada a colocar datas ou nomes de pessoas e instituições que conhece lá, mas isso passa ao consulado uma ideia de planejamento. Se você não tem muita certeza sobre nada, é mais fácil ter o visto negado. Tente ao menos planejar uma data estimativa, com locais que você pretende conhecer. É melhor do que deixar os campos em “branco” e passar a eles a ideia de incerteza ;)

  354. Franciele disse:

    Oi Flávio!

    Não sei exatamente como funciona no seu caso, mas sei que tem um visto específico para artistas, que pode tanto ser o P3 quanto o O1. Basta ver em qual deles você e sua banda se adaptam melhor.
    Resumindo, o P3 é para um artista ou grupo representar, ensinar, ou treinar através um programa que é unicamente cultural. Já o O1 admite nos Estados Unidos pessoas com “habilidades extraordinárias” em áreas como ciências, artes, educação, negócios, atletismo, ou feitos extraordinários em produção de televisão, produtores de televisão/filmes e seus respectivos membros técnicos. No caso desse visto, cada membro da equipe faz um teste de habilidade extraordinária. Esse visto serve mais para um evento específico como tour, série de palestras ou projetos.
    Se você quiser saber mais sobre o O1, tem esse link aqui, em inglês:
    http://www.uscis.gov/portal/site/uscis/menuitem.eb1d4c2a3e5b9ac89243c6a7543f6d1a/?vgnextoid=b9930b89284a3210VgnVCM100000b92ca60aRCRD&vgnextchannel=b9930b89284a3210VgnVCM100000b92ca60aRCRD

    Esse outro link é direcionado aos cidadãos de Cabo Verde, mas as instruções são as mesmas para todos os países que têm o visto exigido para a entrada no país:
    http://portuguese.praia.usembassy.gov/root/pdfs/seccao-consular/informacao-sobre-vistyos-para-artistas.pdf

    Espero que essas informações sejam úteis!
    Qualquer outra dúvida, é só vir aqui e eu tento te ajudar :)

  355. Franciele disse:

    Oi Kris!

    Você pode sim agendá-los no mesmo horário, já que são parentes. No caso, é necessário pagar apenas uma vez a taxa de 38 reais e a entrevista deles será junta :)

    Não é necessária a presença do pai e da mãe. Basta que um responsável legal os acompanhe.

  356. Flavio disse:

    Obrigado Franciele!

    Eu li esse link e fiquei meio receoso porque nunca fomos indicados ao “Grammy”, ou seja, não temos abilidades fora do comum… já aprticipamos de importantes prêmios aqui no Brasil e em festivais em Londres e Estados Unidos, porém nada prova que somos extraordinários…

    No entanto, descobri que na embaixada do Rio eles tem um programa especial para artistas. Pena que estamos em São Paulo… escrevi para a embaixada de SP perguntando se não tem um programa similar, estou esperando pela resposta.

    Obrigado!

  357. Franciele disse:

    Oi Flávio!

    O simples fato de vocês terem sido convidados a participar desses festivais e a fazer shows nos Estados Unidos creio que prove que vocês têm capacidade para serem músicos :)

    Eu nunca ouvi falar desse programa, mas é uma boa alternativa, de fato!

    Boa sorte e fique à vontade para voltar aqui e nos contar como foi o processo ;)

  358. Bruno disse:

    corrigindo a dúvida contida no tópico 03), leia-se não é possível colocar data de conclusão após à data do preenchimento do formulário

  359. Franciele disse:

    Oi Bruno!

    Vamos por partes, pra facilitar a resposta:

    1- Acho que você pode levar tanto os extratos bancários como algum comprovante do valor que você tem em sua poupança. Não tem motivos para levar apenas um ou outro, se você tem essas duas fontes.

    2- É preciso levar sua declaração completa do IR. Você pode ir a qualquer agência da Receita Federal e pedir a declaração completa dos anos que você quiser e ela fica pronta em poucos dias.

    3- Eu procurei em todos os lugares possíveis alguma informação sobre a data do término da faculdade e também não consigo lembrar o que coloquei no meu. Mas caso você não consiga colocar essa informação no seu formulário, é só notificar algum funcionário no dia da entrevista e eles dirão qual é a forma correta de preencher e você poderá arrumar lá no consulado mesmo.

    4- Não tem problema algum você colocar o endereço de um hostel, já que é o local em que você ficará realmente hospedado, então não se preocupe ;)

    5- Eu acho que você deve colocar o salário de acordo com o que coloca no seu IR, para ficar coerente caso eles queiram analisar esses documentos :)

  360. Bruno disse:

    ah, esqueci outra pergunta importante:
    05) No campo do salário, eu coloco o valor líquido ou bruto? talvez possa parecer estúpida essa pergunta, mas bem da verdade é que tenho alguns descontos direto em folha, tais como seguros, planos de saúde e outras coisas, por isso a dúvida. Caso so tenha imposto de renda e previdencia, (que faz um rombo…rs) assim mesmo coloco o líquido?

  361. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Se você fez o envio duas vezes, imprima e leve a página de confirmação que você enviou por último :)

  362. Franciele disse:

    Oi Wells!
    Vou responder as suas perguntas por tópicos também, pra facilitar:

    1- Você não precisa colocar o número do CPF, apenas seu RG.
    2- O fato de comprar as passagens e fazer reserva do hotel não influencia muito, tanto positiva quanto negativamente, mas é bom que você faço uso do endereço do hotel para colocar no campo em que pede algum contato.
    3- Quanto à escolha do local, acho que você pode colocar aquele em que ficará mais tempo, aí se perguntarem no dia da entrevista, você diz que não conseguiu colocar os dois e optou pelo endereço em que estaria mais dias.
    4 e 5- No caso de algum conhecido, você deve preencher com “I do not know” ou “I don’t know”, caso não conheça ninguém. A organização, você coloca o nome do hotel em que vai se hospedar.
    6- Aí você só coloca se tiver dito que conhece alguém nos Estados Unidos. Caso contrário, escreva apenas “Does not apply”.
    7- Coloque sim, só para constar. Se há espaço para essa informação, não há motivo para deixar em branco.
    8- No campo “Have you, while serving as a government official”, você coloca “não”.
    9- Se você for o principal applicant, acredito que não há problema no fato de sua esposa não trabalhar ou nunca ter trabalhado ;)

  363. Franciele disse:

    Oi Ronnye!

    Os agentes consulares responsáveis pela entrevista são americanos sim, mas todos eles têm domínio da língua portuguesa, o que torna desnecessário você pedir a ajuda de um “tradutor”. Aliás, acho até que essa alternativa não é possível.
    Mas não se preocupe! Você só vai precisar apresentar um inglês intermediário caso esteja indo aos Estados Unidos para trabalhar ou estudar ;)

  364. Wells disse:

    Valeu…Esse seu Blog é muito útil…Felicidades…

  365. Franciele disse:

    Olá, Silva!
    Peço que desculpe a demora, mas tive certa dificuldade em achar a informação que você precisava.

    Se o seu filho tiver nacionalidade japonesa, você deve apenas tirar o passaporte dele e solicitar uma autorização de entrada no país, via internet, no site do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS), que emitirá um número de autorização.

    Caso ele seja brasileiro, mando o link com as informações de como obter o visto:
    http://brasil.alfainter.co.jp/index.php?option=com_content&view=article&id=64&Itemid=74&lang=pt . Menores de 13 anos não precisam comparecer na entrevista.

    Espero que essas informações sejam úteis! :)

  366. Franciele disse:

    Oi Eduardo!

    Se vocês forem juntos, podem colocar ela como “principal applicant”, caso ela tenha como comprovar a renda. Aí lá você pode explicar que também trabalha, mas está tudo no nome dela ;)

  367. Franciele disse:

    Oi Renata!

    Creio que você pode sim colocar dois zeros no início ;)

    Quanto ao “full name…”, ele vale mais para aquelas pessoas que moram em países onde o alfabeto não é aquele padrão. Sendo assim, coloque apenas “does not apply”. O salário deve ser colocado com vírgulas: 5,000.
    Em relação à identidade, sugiro que você faça esse documento, já que precisará dele na hora da entrevista :)

  368. Franciele disse:

    Oi Fernando!

    Obrigada por compartilhar conosco essas informações!

    Lembrando ao pessoal que nem todos têm a mesma sorte que seu amigo, então é sempre importante levar todos os documentos que possam ajudar na hora de obter o visto :)

  369. Franciele disse:

    Oi Rafael!

    Você precisa ver o que pode significar vínculos aqui no Brasil. Se você trabalha ou estuda, já é um vínculo. Se sua família está aqui, é outro vínculo.
    Se você tem planos de carreira, também pode significar vínculos com o Brasil. O mais importante é mostrar que você tem mesmo a intenção de apenas passear em New York e depois voltar. Além disso, você precisa ter condições de bancar sua viagem, ou provar que a pessoa que vá pagar por isso possa.

    Quanto à entrevista, nos vistos para turistas acredito que ela seja feita em português, mas se a pessoa está indo a estudo ou a trabalho, aí os agentes consulares podem optar pela entrevista em inglês.

  370. DANIEL disse:

    Esqueci de completar a pergunta, gostaria de saber se essas informações acima têm que ser traduzidas para o ingles também, como nome da rua, nome da instituição. Obrigado

  371. Franciele disse:

    Oi Hércules!

    A autorização só é necessária para o embarque. Na hora de tirar o visto vocês podem ir acompanhados apenas por um dos responsáveis, sem precisar levar algum tipo de autorização ;)

  372. Franciele disse:

    Oi Junqueira!

    Não acredito que você tenha alguma dificuldade em conseguir o visto. Se quiser, por precaução, você pode tentar pegar algum documento que comprove seu trabalho como perito na Justiça Federal, apenas para provar que está trabalhando. Mas como você tem patrimônio, já viajou outras vezes e sua esposa também tem uma boa renda, creio que não terá problemas!

    Boa sorte ;)

  373. Franciele disse:

    Oi Rafael!

    Você pode pedir uma carta ao seu empregador, afirmando que você trabalha com ele e que quando voltar de viagem, continuará tendo o emprego.
    Quanto aos seus pais, você precisa levar no dia da entrevista os três últimos extratos bancários e os três últimos contra-cheques, comprovante de Imposto de Renda, documentos de posse de bens (caso eles tenham) e uma carta assinada em cartório, confirmando que eles se responsabilizam financeiramente por sua viagem.

    Espero que essas dicas te ajudem! :)

  374. Franciele disse:

    Oi Merilane!

    Não tinha ouvido falar nessa possiblidade de escanear a foto do passaporte, mas acredito que seja mais confiável você tirar uma foto especialmente para o visto.
    Na entrevista do visto sua filha precisa estar acompanhada apenas da presença de um responsável, mas para a viagem, ela precisa da autorização dos pais para deixar o país. Essa autorização deve ser registrada em cartório.
    Quanto ao custeio da viagem, para comprovar que você tem condições de bancar, deve levar os três últimos contra-cheques e extratos bancários, carteira de trabalho, documentos de bens (caso você tenha) e comprovante de renda. Você também precisa fazer uma carta registrada, confirmando que está bancando a viagem de sua filha ;)

  375. Franciele disse:

    Oi Daniel!

    Você não precisa traduzir tudo para o inglês. Informações como “Rua” e “Avenida” podem ser substituídas por “Street” e “Avenue”. Quanto à faculdade, você deve passar para o inglês, por exemplo, se você estuda na Universidade Federal do Paraná, deve colocar Federal University of Paraná ;)

  376. Franciele disse:

    Oi Rafael!

    Essa taxa deve ser paga até o dia da sua entrevista, mas não tem um prazo específico ;)

  377. Junqueira disse:

    Franciele,
    Obrigado pela ajuda.
    Gostaria de tirar uma outra dúvida a respeito da taxa de agendamento – R$ 38,00. Eu terei que pagar duas taxas mesmo que pretenda agendar a minha entrevista e da minha esposa para o mesmo dia? É possível agendar para mesma hora?
    Grato,

  378. Franciele disse:

    Oi Junqueira!

    É possível fazer o agendamento seu e da sua mulher pagando apenas uma taxa de 38 reais. Nesse caso, a entrevista será no mesmo dia e horário :)

  379. Wells disse:

    Franciele…
    Hoje fui no consulado com minha esposa para pegar o visto…Não é esse bicho de 7 cabeças que muitos pintam…Correu tudo bem e as perguntas que me foram feitas são as seguintes:
    Se éramos casados? Sim
    Se tínhamos filhos? Não
    Qual era minha principal atividade? Expliquei minha profissão e o que faço especificamente.
    Se minha esposa trabalhava? Não
    Onde eu e minha esposa havíamos nos formado? Respondemos cada um a sua instituição.
    E pediu minha última declaração de IMPOSTO DE RENDA…
    !!!VISTO AUTORIZADO!!!
    Vi mais dois consuls pedindo a declaração de IR aos entrevistados…
    Só para informação…
    Preenchi o formulario DSC errado em casa mas só verifiquei o erro depois…fiz a correção preenchendo um novo formulario em seguida…No dia seguinte liguei para o consulado e eles me informaram para levar o ultimo formulario preenchido e me desfazer do primeiro…assim fiz…deu tudo certo…
    Obrigado pela ajuda!!!

  380. Franciele disse:

    Oi Fabiana!

    Creio que no seu caso, já que é o seu marido quem vai pagar, você pode levar apenas a carteira de trabalho e a declaração do empregador ;)

  381. Franciele disse:

    Oi Wells!

    Fico feliz por você e sua esposa terem conseguido o visto :)
    E obrigada por vir até aqui compartilhar sua experiência com outras pessoas que estão nesse processo para tirar o visto. É muito importante uma notícia positiva, para aqueles que estão apreensivos.

    Aproveite sua viagem!

  382. Franciele disse:

    Oi Daniel! Coloca “does not apply” ou então “self-employed”, que significa profissional autônomo ;)

  383. Franciele disse:

    Oi Karla!

    Bastam os originais, já que eles não ficam com nenhum documento :)

  384. Franciele disse:

    Oi Victória!

    Acho difícil seu visto não ser aceito, já que você está indo com um grupo de agência e tem apenas 14 anos. O fato de ter ido ao Canadá conta pontos sim :)

    Quanto ao que você deve levar, leve documentos que provem que o responsável pelo pagamento de sua viagem tem condições de bancá-la, como extrato bancário, comprovante de Imposto de Renda, documentos de bens (caso o responsável possua) e uma carta registrada em cartório, assinada pelo responsável por sua viagem, confirmando que o pagamento será feito por ele.
    Acho que isso é necessário :)

  385. Franciele disse:

    Oi Marli!

    Se você tentar tirar o visto de turismo para visitar uma pessoa com quem possivelmente irá se casar, tem chances de ter seu visto negado.
    No entanto, nada impede que você tente. Acho que se você tiver uma boa estabilidade aqui no Brasil e sua empresa redigir uma carta confirmando o vínculo e afirmando que na volta você continuará a trabalhar com eles, as suas chances aumentam. Mas você precisa mostrar, além do vínculo, que tem condições financeiras estáveis e que pode bancar sua viagem.
    O que sugiro é que ele venha para o Brasil, já que esse processo é bem mais fácil. Se vocês resolverem mesmo se casar, você pode tirar o visto K1, que é exclusivo às noivas.

  386. Franciele disse:

    Oi João!

    Desculpe não poder te responder a tempo!
    Bom, é possível sim remarcar a entrevista, mas caso você não compareça, não há problema algum. Você só terá que pagar os 38 reais novamente, para poder fazer outro agendamento.
    Quanto à data em que você esteve lá anteriormente, é sempre recomendado que você saiba dizer com precisão, mas como faz bastante tempo, eles provavelmente irão relevar. Basta que você explique o motivo de não saber a data com exatidão. Mas diga que já esteve lá, porque se você diz que nunca foi e eles descobrem que você foi, irão achar que tem algum problema e por isso você omitiu o fato.
    E leve sim uma carta da sua empresa anexada aos outros documentos, porque eles podem querer saber se a sua empresa realmente estará pagando sua viagem. Nunca é demais tomar todas as precauções possíveis, né?

    Novamente peço desculpas por não poder te ajudar antes!

  387. Franciele disse:

    Oi Marcio!

    Você está fazendo o visto específico para trânsito, o C1?

    Eu não sei se há alguma diferença entre esse e o visto de turismo, mas acho que você pode colocar o estado do Texas, já que vai fazer conexão em Dallas. Como tudo é questão de conversar, qualquer pergunta feita em relação a isso, basta que você explique que fará conexão nesse estado, mas que irá mesmo para o Canadá :)

  388. Franciele disse:

    Oi Dim! Mesmo que você não tenha entregado o I-94, o governo tem um controle para saber se você saiu na data correta. Sendo assim, eles provavelmente saberão que sua estada lá foi ilegal por alguns anos e você tem grandes chances de ter seu visto negado. No entanto, nada impede que você faça uma tentativa. Para isso, você vai precisar se cercar do maior número possível de vínculos com o Brasil e ser bem convincente na sua resposta, caso eles questionem os motivos pelos quais você permaneceu ilegal. Não é fácil, mas também não podemos falar que é impossível ;)

    Boa sorte!

  389. Franciele disse:

    Ou Juliana!

    Algumas informações do formulário não podem ser editadas. Se você conseguir editar, pode fazer isso tranquilamente, colocando o número de 6 dígitos. Aí você imprime esse último formulário ;)

    Caso não seja possível editar, no dia da entrevista você pode fazer isso. É só falar com a pessoa que passa na fila vendo os documentos.

  390. Franciele disse:

    Oi Ana!

    Não há problemas em ir por conta própria, sem agência. Mas acho que você pode fazer uma pré-reserva no hotel em que pretende ficar, e se te perguntarem o lugar de hospedagem, você diz que fez uma pré-reserva no hotel escolhido e que ela será confirmada assim que seu visto for concedido.

    E mesmo que você não vá acompanhada por sua irmã, você pode dizer que irá com ela e sua família e inclusive citar os vistos concedidos aos seus sobrinhos. Se você puder tirar uma cópia desses vistos para confirmar a informação, melhor ainda!

    Acredito que suas chances são boas ;)
    Lembre-se apenas de levar os documentos que comprovem os vínculos com o Brasil, como contrato de posse da sua empresa e de outros bens, caso os tenha.

    Boa sorte!

  391. Franciele disse:

    Oi Raquel!

    O formulário DS-160 deve ser preenchido individualmente, no seu caso, você preenche um para você e outro para sua filha. Apenas o pagamento da taxa de agendamento, que custa 38 reais, pode ser feito uma única vez, e você marca a sua enttrevista e da sua filha para o mesmo dia e horário.

    Você pode sim levar os IRs seu e do seu marido. Leve também uma carta assinada por ele e registrada em cartório, confirmando que ele vai ajudar no pagamento da viagem ;)

  392. margo disse:

    gostaria de saber se devo colocar numero de identidade do brasil quando pede NATIONAL IDENTIFICATION NUMBER no DS160

  393. franciele_malapronta disse:

    Oi Margo!

    Você deve preencher esse campo com o número de seu CPF.

  394. franciele_malapronta disse:

    Oi, Fábio!

    Esse processo de negação de visto muitas vezes é bem subjetivo. A menos que você cometa algum erro muito grave, não é possível achar apenas um motivo que justifique.
    Acho que você deve sim tentar mais uma vez e se munir de tudo que comprove seus laços com o Brasil. Utilize também esse contrato de união estável, para mostrar que vocês realmente têm um compromisso.
    Não sei se existe problemas no fato de sua noiva estar pagando a viagem. Normalmente não interessa quem vai financiar o custo, contanto que você prove que a pessoa tem realmente condições.
    Você pode também colocar que é sócio dela na empresa, mas tome cuidado com alguma contradição que possa surgir.
    Por fim, não tente provar a eles o que você está falando. Se eles quiserem algum documento, irão pedir. Caso não peçam, não vai adiantar você querer provar que o que está falando é verdade.
    Infelizmente não há uma fórmula para garantir que seu visto será aprovado, mas se você fizer tudo de acordo com o que eles pedem e manter a calma, acredito que o fato de já ter dois vistos negados não vá atrapalhar.
    Boa sorte! :)

  395. franciele_malapronta disse:

    Oi, Rodrigo!

    A entrevista em conjunto pode ser feita apenas com pessoas de uma mesma família. Amigos não podem ser incluídos nesse processo. As possibilidades de visto são as mesmas; já vi casos em que pessoas de uma mesma família fizeram a entrevista juntas mas uma delas teve o visto negado.
    Não sei responder com exatidão a quantia necessária em conta bancária para que a viagem seja plausível. Acho que se você calcular mais ou menos os gastos reais, pode ter uma ideia, mas na verdade essa estimativa vai depender de acordo com o agente consular que fizer a entrevista no dia :)
    O importante mesmo é você comprovar seus laços com o Brasil e ter calma na hora da entrevista.

  396. hugo disse:

    sim, você pode agendar para tirar o visto no mesmo dia, bastando informar que são todos da familia.

  397. franciele_malapronta disse:

    Oi, Thiago!
    Acredito que por ter um emprego bastante estável e uma renda boa, você terá mais facilidade para conseguir o visto. =)

  398. Cassio disse:

    Thiago, voces conseguiram fazer o visto com comprovante de uniao estável?

  399. franciele_malapronta disse:

    Oi, Rebeca!

    É sim! Se você for aos Estados Unidos para estudar, deve marcar essa opção. Caso esteja indo a turismo ou negócios, marque a opção "99", que diz que não é nenhuma das opções, e vá para as próximas páginas, onde você encontrará mais alternativas para escolher.

    Boa sorte!

  400. bruna disse:

    vc pode fazer outro, nao tem problema nenhum, com ate 2 dias antes da sua entrevista.

  401. franciele_malapronta disse:

    Oi, Camila!

    Pelo que vi, você tem bastante vínculos com o Brasil. A inscrição na pós pode ser um item a mais para contar pontos a seu favor. =)
    O pagamento no citybank é feito sem boleto. Você vai chegar lá com seu passaporte e falar para eles que quer pagar a taxa. Aí após o pagamento, será emitido um comprovante, que você deverá levar no dia da entrevista.

    Boa sorte!

  402. franciele_malapronta disse:

    Oi, Nayara!

    Acho que é mais fácil e garantido você contar a verdade, que irá apenas fazer uma escala nos Estados Unidos. Isso é mais concreto ainda para provar que não há interesse em tirar o visto para virar uma imigrante ilegal.

    Boa sorte!

Deixe uma resposta