Tour da Cerveja

maio 15, 2013 Postado por
cerveja

Foto: ShutterStock

Dos jardins de cervejas às fábricas de renomadas bebidas, no nosso tour europeu pelas cidades da cerveja tomaremos muita cerveja nos pubs e descobriremos todos os segredos por trás deste líquido inebriante.

Veja como cada país faz da cevada, uma bebida mística! Faça as malas e tome conosco muita cerveja na Europa!

Berlim, Alemanha

Só na Alemanha poderíamos encontrar um biergarden ou Jardim da Cerveja. O jardim da cevada mais conhecido é o Biergarten da Alexanderplatz, um local que vende a bebida e também os chucrutes e salsichas alemãs. Na capital do país, Berlim, temos um paraíso da cerveja, aonde em qualquer lugar que você vá, encontra um alemão ostentando orgulhosamente um copo da famosa cerveja Bavária, considerada uma das melhores do mundo!

Os bares berlinenses, os bierstuben, prezam apenas por uma coisa: a cerveja, então não espere um local com música ao vivo ou badalação, no Augustiner Bierhalle, por exemplo, temos um local com muitos alemães apreciando a cerveja da mais antiga cervejaria da cidade.

Em Berlim não deixe de conhecer as lojas de cerveja, entre elas a Bier-Spezialitäten, talvez a mais completa da capital. No interior da loja encontramos mais de 500 tipos de cerveja e a oportunidade de levar para casa a Weltenburger Kloster Asam Bock, a cerveja produzida por monges.

Amsterdam, Holanda

Em Amsterdam muitos turistas ficam mais preocupados em conhecer os canais e o famoso Distrito Vermelho que acabam esquecendo que a cidade é sede da fábrica da Heineken, que oferece um tour em 3D excepcional pela história da cerveja da garrafa verde. Após a visita aos barris, o visitante tem a oportunidade de degustar, gratuitamente, a bebida que acabou de ver nascer.

O tour pela antiga cervejaria é excelente, mas não mata toda a vontade de experimentar a cerveja holandesa, então continue o passeio e siga para a Brouwerij’tIJ, um bar repleto de cervejas orgânicas!

Na Holanda você também pode escolher provar a típica biertje, a cerveja holandesa, siga até o t’Arendsnest, um bar simples, mas com uma cartela bem variada de bebidas locais, e o Bekeerde Suster, um pub que está sempre lotado por causa de sua excelente bebida.

Munique, Alemanha

Mais uma vez a Alemanha entra na lista, desta vez com Munique, a cidade que criou a Oktoberfest, a maior festa da cerveja do mundo! Na Oktoberfest você poderá apreciar uma legião de cervejas, entre elas uma cerveja original do século 15 – desde aquela época ninguém ousou mexer na receita.

Caso a sua viagem não aconteça exatamente no período da Oktober (este ano a festa começa no dia 21 de setembro), ainda dá para fazer um tour da cerveja passeando pelas cervejarias da cidade, como a Hofbrauhaus, um local onde se vende a weissbier – a cerveja típica da Bavária – em canecões de um litro! Se tiver tempo, não deixe a cervejaria Hackerhaus de lado.

A Hackerhaus serve a bebida desde 1417 e tem um extenso cardápio de pratos típicos alemães, o que garante um bom programa para quem pretende apreciar a cerveja e comer uns petiscos. Para fechar o passeio, siga para o Hirschgarten, o maior biergarten da Alemanha!

Bruxelas, Bélgica

Há muita gente que deixa de lado todas as marcas brasileiras de cerveja para provar a cerveja belga, portanto, não é nenhuma surpresa que a Bélgica tenha parado na nossa lista. Em Bruxelas, a capital do país, a fabricação da cerveja é totalmente diferente do que é feito no resto do mundo: ao invés de usar tecnologia ou fórmulas mágicas, o que garante o sabor especial da bebida são os produtos naturais utilizados para fermentar a cerveja.

O carro-chefe das cervejas belgas é a Lambic, uma mistura de cevada com maçã ou outras frutas, essa cerveja tradicional tem um gosto bem forte. Ao contrário da Alemanha, aqui não há biergartens, mas os bares como A La Mort Subite, são igualmente excelentes, você vai ter a oportunidade de experimentar dezenas de cervejas.

Outra opção é o Delirum Café, com um cardápio de mais de 2000 tipos de cerveja, é imperdível! Para terminar o roteiro, faça uma visita ao Brasserie Cantillon. Esta cervejaria produz a bebida da forma mais tradicional possível: a cerveja fermenta ao ar livre no telhado da fábrica! O passeio pelo local nos mostra toda a produção da cerveja e no final somos brindados com os melhores exemplares da casa.

Dublin, Irlanda

Em Dublin, o encanto acontece com a Guiness, uma cerveja tão única, que nenhum outro lugar do mundo ousou copiá-la. A cremosa e escura cerveja é tão famosa que virou um símbolo do país. Em Dublin, assim como no restante da Irlanda, o difícil não é encontrar um bom lugar para beber a cerveja, mas escolher qual pub visitar.

São mais de 800 bares e para você não rodar a cidade procurando o melhor pub, a dica é visitar o bairro Temple Bar. Ali estão os botecos mais tradicionais da cidade – alguns datam do século 15 – como o antigaço Brazen Head, o The Temple Bar e o Eamonn Doran’s que conta com música ao vivo. Caso queira, você também pode consultar uma agência de viagem e fazer o tour da cerveja, percorrendo cada pub de Dublin.

Em 1759 começou a fabricação da bebida em Dublin e quem estava lá transformando cevada em bebida era a Saint James Brewery, uma das cervejarias mais tradicionais e antigas da cidade. O local está aberto ao público e você poderá conferir toda a história da marca e suas bebidas.

E você, já visitou algum destes lugares? Deixe o seu comentário!

Esse post foi escrito para o Blog da MalaPronta.com, hotéis no Brasil e no Mundo pelo menor preço!

Samantha

Samantha Alievi é jornalista e ama viajar (sem gastar muito), conhecer novos lugares e culturas. Se pudesse percorreria o mundo acompanhando o circuito de tênis e o circo da Fórmula 1. Suas principais áreas de interesse no jornalismo são o cultural, esportivo e o científico.

Comentários

Comente via Facebook
Comente via InteseDebate (0)

Deixe uma resposta